aaaaa

4 set

bbbbbSONY DSC

Anúncios
Link

https://www.flickr.com/photos/lookdodia/8533225727/in/photostream/

25 abr

https://www.flickr.com/photos/lookdodia/8533225727/in/photostream/

http://www.lookdodia.com.br/mais/look-da-dupla/page/1

Sempre podemos melhorar (por quê?) por que não: PIORAR?

21 abr

Somos parte de uma multidão que, a cada série de supino, selfie no Instragram e fala no microfone do debate, mostra-se obstinadamente em busca da perfeição. Somos peças de uma sociedade cujos membros, todos os dias e publicamente, vivem a evidenciar uma constante insatisfação com aquilo que são e têm. “Sempre dá para ficar melhor!”, é uma das mentiras que virou mantra e hino matinal daqueles que, logo cedo e em frente ao espelho, dão corda às próprias frustrações.

De um lado: as revistas, os sites, os programas de tevê e os livros que vivem a propagar receitas – que mais parecem ordens – para que você consiga – em apenas dez passos mágicos – ser um humano perfeito; do outro lado: um crescente mar de gente entrando em depressão profunda após se olhar no espelho e perceber que as gordurinhas abdominais vieram para ficar e que o tempo, com creme ou sem creme, mais cedo ou mais tarde, enrugará a pele e enfraquecerá os ossos. Não há vacina capaz de nos imunizar às imperfeições. Não existe nada – nem o bisturi do Pitanguy – capaz banir as imperfeições da raça humana. E, o que muitos estão esquecendo, é que não há necessidade de existir uma cura para algo que nem doença é. Afinal, as imperfeições não passam de características ou, se preferir – como eu certamente prefiro -, de pontos de vista criados pelas nossas próprias exigências. Que tal?

http://www.casalsemvergonha.com.br/2014/04/07/pare-de-exigir-tanto-de-voce-mesmo-e-seja-mais-feliz-na-cama/

Aquela coisinha chamada saudade

21 abr

Nada nesse mundo tem mais toneladas do que a saudade, nada. Saudade é uma dor imensurável e sufocante presente em cada hiato. É sentimento abstrato que esmaga o peito como se fosse concreto. A saudade é a vírgula quilométrica enraizada entre dois pontos, dos muitos textos que a vida infelizmente pausa por falta de prosa e até pelo excesso de rosas. Saudade afia os ponteiros do relógio, transforma poucas horas em cortes profundos, dominados por flashbacks com ardor de álcool cuspido sobre ferida aberta, aparentemente incicatrizável. A saudade nos afoga com as águas calmas do passado, desfoca o presente e congela o futuro como faz o frio polar de uma nevasca.

A saudade transforma qualquer música em motivo para pensar naquilo que partiu dentro de um avião, que nunca deveria decolar, nem por decreto do Papa. Saudade é emoção indivisível, razão incontestável para relembrar o gosto inesquecível daquela pessoa que mudou nossos passos, gestos e hoje, infelizmente nos considera gasto, empoeirado. A saudade é a sombra maldita que não precisa da luz solar para nos seguir por cada calçada da vida. Ela repousa num banco de passageiros vazio, dorme em nossa insônia, esconde-se nos presentes que prendemos em caixas lacradas, blindadas pelo medo de encarar as memórias boas.

Ela transforma comercial de televisão em lágrimas reais, faz homem barbado virar menino ansioso em dia de natal, como um cachorro que espera o dono todo dia ao pé da porta, mesmo que esse nunca mais volte pra casa. A saudade enlouquece, embriaga, faz o mundo todo ter uma só cara e nenhuma cura. A saudade é um bar que já saiu rotina, um prato de risoto que foi comido antes do gozo, um beijo único no meio do olho. É o medo de perder uma peça em meio à multidão e nunca mais encontrar outro alguém que encaixe tão bem nesse quebra-cabeça. Saudade é temer a vinda do novo e teimar em achar que o velho sempre será a melhor parte dessa obra de arte, chamada vida.

A verdade nua e crua é que ninguém nesse palco real está imune ao pesar da saudade, a dor latejante das inevitáveis partidas e aos planejamentos que talvez permaneçam inacabados até o fim da vida, esquecidos numa lista eternamente guardada no fundo da gaveta, mas nunca jogada fora. Desconheço alguém nesse universo grandioso que não tenha perdido o chão, a cabeça, a pose e até mesmo a sanidade quando deu de cara com esse tal sentimento com aparência de muralha intransponível e cheiro de fotos velhas. Não existe colete à prova de saudade, nem formas de blindar nossa vida dos estilhaços daquilo que vai e nem sempre volta.

Sendo bem sincero, existem sim algumas dicas para quem não quer esbarrar com a saudade: recuse toda e qualquer alegria que te faça gargalhar até sentir dor nos músculos da barriga, nunca se envolva com pessoas capazes de colorir teus dias mais cinzas e chuvosos, coma tudo sem sal e sem tempero, não viaje, não saia de baixo do edredom por nada, não beije nem na bochecha, não faça sexo e em hipótese alguma conheça seus avós se a vida lhe der essa oportunidade imperdível.

Não sei vocês ilustres leitores, mas eu prefiro carregar essas mil toneladas de saudade, ainda que em meio a lágrimas e memórias martelantes, pois só assim terei a certeza que estou vivo de verdade, sem talvez, nem porém. Afinal, saudade é corpo de delito das coisas boas da vida.

Regresso

19 mar

tumblr_l9sosqYwW81qa1uj5o1_500

Ao fim de longos meses, eis-me de regresso, à prosa sem sentido e aos textos repletos de palavras exageradamente rebuscadas. Oi EGO, será que você sabe acessar a internet? Será que você consegue ler meu post? Será que lendo aqui, você me ajudará a resolver algumas questões?

EGO? Sim, o EGO é comandado pelo princípio da realidade, ou seja a parte que MOSTRAMOS aos outros. Fortalecido pela razão (oi?), o ego está preso entre os desejos do ID (tentando encontrar um jeito de realizá-los) e as regras ditadas pelo SUPEREGO.

Mas antes que eu me esqueça -Ah sim, eu me casei , e tenho momentos, nos quais me sinto a  mais completa. Nesses momentos sou invadida pela serenidade, aquela que  peço silenciosamente. E, era assim que eu queria sentir sempre  serena em equilíbrio com  a certeza de fazer a coisa certa, no momento exato, com a capacidade  de obter o melhor de cada acontecimento. Pobre de quem sonha com a família Becel. Aqui é família véio barreiro, no máááximo.  Não preciso fazer declaraçõezinhas para o marido (aqui, neste momento) (isso a gente fazia quando existe orkut, te curto pakas) e muito menos enumerar os motivos pelos quais eu me casei.

Hoje “comemoramos” (será?) dois meses de casados, mas os problemas aparecem a cada dia. Quando namorávamos (super depoimento) éramos o casal margarina mais lindo do mundo, nunca (SABE O QUE É NUNCA) tivemos nem meia briga, e se um descordava de alguma coisa, eu fazia biquinho e a gente “dava um jeito”.

Nossa comemoração: Ele no quarto de lá comendo papinha (sempre tem várias no armário), é gostosa, embora não haja nenhum glamour. E eu aqui na terceira cerveja em plena terça-feira (agora conta uma novidade). FREUD CADÊ VOCÊ? Digo e repito, eu nasci na época errada, queria ter sido amiga de Freud, sentar com ele, fumar um ópio, e tomar várias brejas (será que ele tomaria breja? Acho que não, o que Freud bebia?). Enfim…a questão não é só o casamento, a questão é que, após o casamento a vida te estapeia, e te enfia goela abaixo: CRESCE!

Para as princesinhas de plantão, recomendo: Não se casem! Casamento é para machos! E se a sua mãe está casada há 837 anos, tiro o chapéu porque o bicho pega!

Do Romantismo, passemos ao realismo-naturalismo que é mais a minha cara, e como eu sempre disse, felicidade não transforma ninguém a felicidade faz de nós improdutivos. Primeiro problema, eu sempre fui muito ID! EU QUERO E EU QUERO AGORA! CUSTE O QUE CUSTAR, EU QUERO!! E rolava namorado, mãe, avó, empregador, qualquer pessoa  que estivesse no meio. Eu quero uma calça Carlos Miele, eu quero uma bolsa Louis Voitton, eu quero uma bota Carmen Stefens! E PLIN, aqui está!

Quando você se casa tudo (fode) fica diferente, primeiramente em questão financeira, porque tudo isso, é mais difícil de ser alcançado, mesmo que você ganhe sete vezes mais, existem as despesas de casa, o cachorro, o gato, o periquito o papagaio, o casamento da prima, o aniversário da avó, a bolo do café da tarde, a pica da puta que pariu. Não existe mais, MAMÃE, ele me beliscou!!!!!!!!!!

Depois vem a parte de DAR SATISFAÇÃO ao marido. Não digo em relação a vou ali, ou vou lá. Primeiro porque não tenho amigos nesta cidade ( casar me fez mudar de cidade, de emprego, deixar mamãe e vovó para trás), todos os amigos dele são também meus amigos. Não sei andar sozinha aqui. Enfim, será que isso é bom? Nem sei. PESQUISAR! Anotado. Acordamos juntos, trabalhamos juntos, skype, msgs, celular, telefone, e-mail, facebook, almoçamos juntos, saímos juntos, voltamos para casa juntos (até aí não vejo problema, minha liberdade está sendo cerceada?) Até certo ponto sim, mas eu não me importo. O problema é dar satisfações sobre quanto custou o lápis? Porque você comprou mais um batom? Pra quê comprar uma ração tão cara para o nosso mascote? Esse salão colocou ouro na sua sobrancelha? Outro? Mais um? De novo? Mas você não precisa disso?

AFFF, esta é a parte que enlouquece, e que acerta em cheio a questão da “LIBERDADE”. Mas como uma exemplar filha única e escorpiana, dar este tipo de satisfações a todo momento, me magoa, me enche o saco (MUITO). Não posso sonhar: amor, vamos viajar no feriado de 2034? – NÃO TEMOS DINHEIRO, TEMOS CONTAS PARA PAGAR, VOCÊ FICOU LOUCA? Amor, vamos matricular nossos filhos em Harvard quando eles fizerem 18 anos? -PRIMEIRO VAMOS PAGAR O CONDOMÍNIO. E por aí vai (sei que quando ele ler isso, TOMARA QUE NÃO LEIA, porque será outro parto, ele dirá: AH MAS VOCÊ NUNCA DISSE PARA MATRICULAR NOSSOS FILHOS EM HARVARD….VC DISSE LALALALALA) É sempre assim, estas contrarrazões também me irritam, MUITO. Há sempre uma resposta, há sempre uma justificativa, há sempre um porquê, ou sempre uma indagação. Nunca um desculpa…nunca, nunca (-AH, mas hoje eu falei desculpa para você, para de ser ingrata) lá vem as contrarrazões mais uma vez. Gente lógica demais me irrita. Gente questionadora demais me irrita, gente que quer SEMPRE estar certa me irrita, gente que não pede desculpas me irrita, gente que pergunta muito sobre a minha vida. Me deixa ser eu!? Posso?

Amor, com o meu salário eu preciso de cultura, eu preciso ir ao cinema, eu preciso fazer uma atividade que eu me sinta bem. Eu preciso fazer uma pós graduação. Eu preciso emagrecer, preciso malhar em uma academia que me dê prazer. Eu preciso de roupas novas, minhas roupas estão rasgadas, logo eu entro para uma comunidade hippie. Amor eu preciso fazer as unhas, me depilar, hidratar meu cabelo, pintar meu cabelo, cuidar dos meus dentes e da minha pele. Preciso de roupas, preciso de sapatos.

Sabe a gostosa que você ficou olhando? O que por si só já irritaria qualquer mulher. Mas o meu problema é que eu penso, e penso MUITO e vou além: Ela não deve ter uma marido que fica perguntando quanto ela pagou na bolsa, na roupa ou no vestido. Que tal?

Mulher é artigo de luxo. Mulher é pra quem pode. Não estou pedindo para que você me transforme em madame, apenas estou pedindo para que você permita eu ter meus pequenos luxos. Porque sabe o vestido que eu ganhei da minha mãe há dois meses atrás? Sabe o rímel que eu paguei R$ 15,00? Quero que tudo vá para a puta que pariu, se eu pudesse faria uma fogueira e queimaria tudinho, só pela birra que peguei do negócio de tanto que você questionou, preços e formas de pagamentos. Não tenho prazer nem de usar as coisas eu GANHO, PORRA!!! Ou então pequenas coisas que eu compro, não posso curtir, não posso, não posso, não posso.

Sempre fui ID e esse SUPEREGO me irrita demasiadamente, espero encontrar a linha do meio sem dúvidas ou “nós no estômago”, sem inseguranças idiotas ou medos, mas né ta aí talvez a grande graça de tudo, ou só de alguns momentos.

Imagem 11 jun

I’m crazy but you like it

9 abr

604090_619129878102649_1461115387_n

“Louca demais” Depois de ler a viagem do post, aposto que vão concordar comigo!

Ah como eu queria me sentar ao lado de Freud e dividir com ele um café, ou uma cerveja. Passar longas horas “trocando umas ideias” com ele sobre os meus sonhos.  Dizem que quem sonha colorido é louco, então podem mandar me internar em um hospício urgentemente. Eu sonho colorido, eu sinto, eu choro, eu vivo enquanto durmoter. E sonho, sonho demais. Sonho acordada, e dormindo então, eu consigo explorar lugares e sensações inimagináveis. Nesta noite consegui ter sensações opostas. Um sonho horrível, e outro maravilhoso. No sonho horrível eu estava no caminhão do meu pai, e quando vê as minhas irmãs estavam lá junto comigo. Já estávamos quase chegando ao nosso destino, quando derepente, me deu aquela sensação de inquietação de criança, que quer fuçar e descobrir tudo. Saí do lugar em que eu estava sentada e fui para debaixo do caminhão, e fiquei ali, entre as rodas e escapamentos, me segurando, me divertindo e tirando uma onda ali, com o caminhão em movimento. As minhas irmãs também quiseram me acompanhar. Mas o lugar era apertado e o caminhão estava andando depressa, eu avisei às meninas para que tomassem cuidado com a ro da. -Imagina se a gente cai? O caminhão passa por cima da gente e a gente se machucará muito! Tomem cuidado!

Dito e feito, a minha irmã mais velha caiu do lugar em que estávamos nos segurando, e o caminhão deu um solavanco passando por cima dela. Comecei a gritar desesperada para que o meu pai parasse o caminhão. O corpo dela estava a uma certa distância de nós. Quando o caminhão parou eu saí correndo para socorrê-la, dava para ver que ela estava desmaiada de longe. Meu Deus, eu pensei, por que será que ela desmaiou? Será que foi tão grave assim? Pelo menos dava para ver a cabeça dela de longe, nenhum sinal de sangue. Meu medo era que a roda do caminhão tivesse esmagado a cabeça dela. Tudo isso passava pela minha cabeça enquanto eu corria para socorrê-la e meu pai arás de mim. O corpinho da minha irmã continuava ali estirado, sem respiração. Ao me aproximar percebi que sua cabeça estava bem, não havia sido esmagada, mas estava ao lado do seu pé. Seu tronco foi cortado ao meio, e seu corpo virou um L. Meu Deus que desespero, só me lembro de gritar “-A culpa é minha! A culpa é minha!” Porque eu que tinha inventando aquela ideia ridícula de andar pendurada debaixo do caminhão, perto da roda. Que sensação horrível. Perda, culpa. O que eu vou dizer para as pessoas? O que eu vou dizer para Deus? Eu quero a minha irmã! Quero colar ela no meio! Quero ela brincando aqui comigo de novo, e sorrindo.  Dali a pouco eu já estava em um banheiro, lembro de me olhar no espelho e ver o rímel e o delineador escorrendo junto com as lágrimas. Que coisa horrível. Que alívio acordar e perceber que aquilo era um pesadelo. Fiquei ainda acordada por horas pensando na tragédia. Aquela vontade chorar, um aperto no peito. Orando. Deus me livre das tragédias e dos horrores. Das cenas horríveis. Não sei lidar com isso. Peço todos os dias a Deus, que me poupe das tragédias. A mim e às pessoas da minha família. Meu coração é fraco. Eu não aguento, a minha vida acabaria ali. Deus, me poupe!

Já o segundo sonho apesar de estranho, foi uma delícia! Consegui me enxergar bem no dia do casamento. A igreja não era mesma, nem o vestido, nem as pessoas. Mas me lembro exatamente da sensação que eu estava sentindo. Fiquei o dia todo arrumando o salão, enchendo bexigas. ( bexigas? festa de aniversário infantil?) rs. Não tive dia de noiva, arrumei meu cabelo rapidamente, enfiei o vestido, e estava tenando me maquiar, mas estava trêmula. Tremia igual uma vara verde. Fiz a make. Estava pronta. Nada perfeito do jeito que eu queria. Cabelo meio atrapalhado, make meio esquisita, o vestido um pouco curto, aparecendo o sapato, coisa que eu não queria, e estava me incomodando na hora, mas cheguei no local do casamento. Não sei com, mas cheguei e lembrei que não tinha escovado os dentes. Meu Deus, como casar com bafo? Não dá! Corri e fui escovar os dentes em uma fonte que fazia parte da decoração.E os fotógrafos me cegando com o flashs. Me senti uma pop star e fiquei pensando: Que tipo de noiva tem no álbum uma foto escovando os dentes? Só eu né? Escovei, respirei fundo e fui para a porta de igreja. Ali estavam vários amigos (inclusive alguns de infância que NÃO serão convidados para o casamento, afinal, nem tenho mais contato!) Mas ali estava. Ouvi a música tocar, senti o frio na barriga, e estava tentando tirar a aliança para que uma amiga entregasse para o noivo. kkkkkkk. Se me acontece uma desta no dia é bem  capaz eu eu morro e tenho 53 xilikes depois de morta. Mas apesar de estranho, foi sensacional, acho que consegui sentir pelo menos 1/8 da emoção de  deve ser a deste momento. me deu vontade rir, chorar. Lembro que quando abriu a porta da ireja, o meu comentário foi: “Agora fudeu!” kkkkkkkkk. Entrei na igreja com uma amiga, a Taisinha. E eu disse pelo canto da boca para ela: – Agora eu sei porque as noivas fogem no dia do casamento, é muita emoção! Dá vontade correr, explodir, engolir o mundo. É inexplicável!

Pensa em um upgrade!

9 abr

Inspiração para a reforma do quarto:

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

adorehome-white-bedroom

apartamento_decorado_8

suite3 suite2 MOLDURA DE GESSO P CAMA BOX

Imagem

Imagem

rebaixamento_gesso_teto4a

Meu-Dia-D-Decoração-Apartamento-Projeto-Arquimetria-6

quaroquarto2-01IMG_7732

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Para o quarto:

-Tons pastéis;

-Lustre;

-Cortinas voil e Blackout, ou insulfilm nos vidros;

– Espelhos;

-Papel de parede;

SALA:

Imagem

65312_408100215953784_991641555_n

Disposição dos quadros, e a ideia da frase na parede me agradam!

A disImagem

A disposição dos quadros  1 grande e 4 pequenos ficou bonitinha:

Imagem

IMG_7692 IMG_7694 living_room2 living_room6

O pelego não pode faltar! Amoamo e amo!

Imagem

Imagem

6 Sala Jantar apartamento_decorado_

Meu-Dia-D-Decoração-Apartamento-Arquimetria-6 Meu-Dia-D-Decoração-Apartamento-Projeto-Arquimetria-4

A mesa em frente ao espelho dá sensação de mesa muito maior!apartamento_decorado_2

Печать Печать Apartamento45m2_5

O teto contínuo, seguindo os desenhos da parede. Um charme!

papel de parede no teto2 - ana stella duarte

E mais salas de jantar com espelhos:

sala1

A cortina grandoooooona de voil e o teto rebaixado, a iluminação fica super aconchegante.

sala_de_jantar_apartamento_pequeno_3

Imagem

BANHEIRO:

Imagem

Imagem

Imagem

Pastilha4 banheiro-vermelho

Imagem

Imagem

O espelho, mais uma vez utilizado para ampliar o espaço. Há de se lembrar que espelhos que embaçam me irritam. Existe alguma coisa para passar nos espelhos, que não os deixe ficar embaçados? Ou alguma qualidade de espelho anti-embaçante? Deve extistir sim, pesquisar sobre!! (…) apartamento_decorado_7 apartamento_decorado_10

Cuba assim me agrada:

banheiro_social_a banheiro_social_b

1298943153151_f 07-banheiro-do-casal-i1 IMGP0545QueBaderna 3 - nicho de pastilhasOLHAMEUAPE

COZINHA:

Imagem

16 Cozinha 19 Cozinha cozinha1

401124_308675699173554_17041727_n

Corredor…Detalhe lindo da iluminação e do espelho de pac man! Amei!!

corredor1

Lavanderia apaixonante! Super Clean, a minha cara. Mas serve somente para pessoas ORGANIZADAS, neste caso EU. Porque por ser uma lavanderia transparente, qualquer baguncinha ali é denunciada. Eu não importo de ter uma área de serviço linda maravilhosa assim, até porque odeio quem faz desta área uma dispensa, e faz uma zona ali. Mas pensando pelo lado prático e emocional, se eu inventar uma lavanderia desta no Ap do Léo, só vou passar raiva, visto que ele é MEGA desorganizado e vai deixar tudo jogado ali à vista de todos. Vai ser o maior motivo de briga! O Léo fazendo bagunça e eu ficando brava com ele. Então, apesar de ser lindíssima, é um caso a se pensar muito, pelo bem do nosso matrimônio!antes_e_depoisdoape1

Esta área de serviço também é um “XUXU”:

167496_157722170941574_604995_n

Varal indivudual. Perfeito para pessoas pequenas como eu. Adorei esta dica que vi em um site. Eu sofro com varais suspensos, porque sempre que desço para pegar alguma peça, desço aquele trem em cima da minha cabeça e fico meio desorientada ali no meio das roupas. Ou às vezes o varal está muito pesada, e não consigo descê-lo. Muitas vezes também não tenhos forças para suspender o varal, tenho que pegar uma vassoura para levantá-lo, e já aconteceu de eu utilizar uma vassoura que estava SUJA e passei a maior raiva, pois tive que lavar as roupas de novo…

O varal individual é uma excelente dica para as “mulherzinhas” digamos, delicadas sem força e pequenas como eu.varal-individual-parede

Outra dica que eu amei: Teto com cor. O que foge totalmente da tradição brasileira do teto branquinho. Aprovadíssimo!

sala-de-jantar-com-parede-e-teto-bege

Pequenos detalhes que fazem toda diferença: Gesso, iluminação, e algumas pastilhas! Fica muito charmoso! P1060309-1024x768

Olha que teto lindo com este gesso e iluminação! Só não gosto muito de ideia de ficarem aqueels vãos no meio do gesso sabe? Tipo entre uma camada e outra? Acredito que estes vãos são ótimos esconderijos para sujeira, aranhas, poeira e muitos ácaros. O que, por eu ser alérgica, me deixa totalmente em pânico! Mas a ideia é linda, e não precisa necessariamente existir o vão, o gesso pode ser feito de forma contínua. Tudo depende de um bom papo com um bom arquiteto!P1060286-1024x768 P1060285-1024x768 P1060281-1024x768 gesso

Gesso contínuo para tampar os trilhos das conrtinas. Adoro!Gesso (137)

Detalhes lindos, que eu quero no nosso Ap:

Imagem

11476_451825994898954_1372951941_n

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

FFT00701UU-jogo-de-jantar-passarinhos-coloridos-30-pecas

TOALHA_6

1-Schlafzimmer-Bilder_img_308x0

422815_10150594460006700_199722871699_9586074_944613632_n

536737_227355730728753_298187491_n

62821_536919139692384_1418416812_n

Para organizar os produtos de limpeza dentro dos armários. Adorei a ideia, já que odeio quando os produtos escorrem e fazem aquela meleca no armário, o sabão em pó corrói as prateleiras, enfim…

11-cinco-lavanderias-bonitas-organizadas

Enquanto o espaço é restrito, e não dá para ter a minha biblioteca, seria sensacional ter um móvel deste:

431060_10150587402226700_199722871699_9556386_655527540_n

E essa chave? Eu quero uma chave assim da nossa casinha nova!!

485967_523854857664918_1747104907_n

Resumindo: Vida de dona de casa me aguarde! Rso p

Infortúnio!!

8 mar

Piores comentários que as noivas ouvem:

Infelizmente, existem comentários que deixam qualquer noiva chateada,  triste e estressada. Quem já não ouviu uma coisa desagradável?

A dica é : não dêem ouvidos a certas pessoas desagradáveis, invejosas ou no mínimo sem noção. (Difícil). Mas é fato, tem gente que não tem noção do tamanho do próprio rabo, e enrolam o rabão, sentam em cima e riem do tamanho do rabo dos outros. Incrível mas existe (MUITA) gente sem noção por aí, e infelizmente por aqui.

Encontraremos pessoas que querem nos estressar e nos deixar triste, outras, nunca passaram por essa fase de casamento e não fazem ideia o quanto é dificil fazer a lista de convidados, reduzí-la e pagar todas as contas. Mas o importante é não se abater, lutar e conquistar os seus sonhos. Tem coisas que não merecem respostas, o tempo e as bençãos de Deus respondem por nós.  Já os que se auto convidam, coloquem o limite e sejam sinceros dizendo “Fulano, infelizmente não dará para convidá-lo , o casamento será apenas para os mais íntimos.” Não convide ninguém por obrigação.

Existem alguns comentários que as noivas sempre recebem. Todos os casos são reais, por incrível que pareça: (Eu já ouvi todos!!!!!)

    • Vai casar? Por que? Está grávida?
    • Você tem certeza que quer se casar?
    • “No início tudo é flores, depois…!” Af! Q horror….
    • “Hum, vai casar, tem que emagrecer para o casamento!”
    • “Você vai se casar? Quando? Vai ter festa? Eu vou ser convidada?” – Essa é a campeã!
    • “Posso levar X,Y,Z  no seu casamento? Pode me dar mais alguns convites individuais? “
    • Vão fazer casamento com festa para que”? “Façam só um bolinho“.
    • “Não acredito que você não vai colocar isso ou aquilo, é mto chique… Todo casamento tem que ter.”
    • Você pede um orçamento e o o fornecedor responde: Ahhh está longe!!Vc têm muito tempo ainda!!
    • Você gasta todo dinheiro, fica com o pé doendo, as bochechas doendo de tanto sorrir, não aproveita nada, não fala com ninguém, só tira foto.. Pegue esse dinheiro e viaje!”
    • “Você tem quantos anos? Meeeu Deus! E você vai casar?  Vai curtir sua vida!” Ou: “tava na hora mesmo hein?”
    •  Convidado: “Você não quer fazer mestrado primeiro?” Resposta: Noiva: Sim. Eu vou casar, não vou morrer !
    • O vestido ainda vai caber?
    • Noiva:  Como assim? 
    • O vestido do casamento…você engordou não foi?
    • Noiva: ehhh…acho que 2 quilos.
    • Cunhada: Cuidado hein!

  • E o prêmio sem noção vai para uma prima  de um noivo que vi na internet que  pediu o email  da noiva para  “para enviar a listinha dela com algumas recomendaçoes”.  Os noivos ficaram no aguardo, ansiosos para saber quais seriam  as tais “recomendações”.   O email da tal prima do noivo chegou , abaixo a transcrição:
Parente : “Oiii, tdo bom??? segue anexo a lista de convidados da familia que fiz ano passado para meu casamento, da uma olhada ai e vê se o X (o noivo)  não esqueceu de colocar ninguem, afinal ficaria feio ne? Ah voce vai observar que tem 6 nomes de pessoas que nao são parentes, são 3 casais de amigos meus que são companheiros de viagens, logo não posso deixar de chama-los para ir conosco ao casório de voces, não se preocupem pq sao bem animados. Aproveito para lembrá-los de deixar a nossa disposição 2 carros pq queremos fazer passeios ai na regiao e como ja vamos gastar com hotel, nao queremos pagar taxi…me diz uma coisa, a casa de vocês ja está pronta? qtos quartos? pq ai podiamos nos hospedar la, o que acha???Eu ainda nao fui chamada para ser madrinha, voces podiam agilizar logo esses pedidos para eu me organizar ne? ah, se nao for muito abuso gostaria que voces contratassem um guia para mostrar os lugares bons ai, ja que imagino q vcs nao terao tempo para sair conosco. Ja avisei para a familia toda do casamento e grande parte ja comprou passagem, so falta algumas pessoas e meus amigos…Qualquer coisa me procura tah? To ansiosissima para o casório…beijo grande”
197770_330211990437527_1742777091_n
Noiva :   “Fulana, como você mesmo deve se lembrar, ja que casou ha menos de 1 ano, casamento é festa para os mais proximos, nao irei palpitar qto aos convidados do meu noivo, afinal ele decide QUEM ELE QUER compartilhar o momento, portanto a sua lista nao tem nenhuma utilidade ja que os parentes deles que serao convidados ja foram TODOS avisados, inclusive ja receberam o Save the date, quem nao recebeu NAO sera convidado. Estou fazendo uma festa para os parentes e amigos que EU GOSTO, logo lhe informo que nao poderei disponibilizar NENHUM convite para ninguem que EU nao tenha convidado. Fico feliz que queira conhecer um pouco mais da minha regiao, porem tera q fazer isso por conta própria, afinal como voce mesmo sabe NOIVAS tem coisas importantes a preocupar, qto ao hotel, os parentes seus que ja confirmaram inclusive ja fizeram reservas, disponibilizarei carro SIM, POREM apenas para o translado HOTEL-IGREJA-BUFFET-HOTEL…nada mais!!!Qto ao quesito madrinha, acredito que embora nao tenha feito o pedido a ninguem você nao esta na lista dos que serao convidados (para madrinha). Ficarei feliz em tê-la como convidada!…Sem mais a dizer…Att.  “
Convidada: “ola, acho que vocês interpretaram mal, aqui é super comum os parentes terem essa liberdade para fazer esses pedidos, mas entendo que ai ainda nao deve ter chegado essa moda, retiro os pedidos porque temos dinheiro para pagar nossas hospedagens, nao sei mais se vamos poder ir a festa ja que não poderemos deixar nossos amigos esperando do hotel né…mas desculpe o pedido e ate breve.”
kkkkkkk Eu ri gente! Juro que se fosse comigo, eu só responderia o email com uma frase, aquela clássica, mandando a pessoa tomar naquele lugar e ponto final.
Outro post que achei muito interessante é sobre o que as noivas mais esquecem no grande dia, então, lá vai meu check list, para variar um pouco!!

O noivo não pode esquecer as alianças!!

Dinheiro/Cheque : Para imprevistos e pagar fornecedores ( pessoas extras no buffet/multas por atraso etc).

Agende o transporte no dia:  Quem vai lhe levar para o salão? E depois da festa, quem leva os noivos para a noite de núpcias?

  Buquê : é o top da nossa lista por incrível que pareça, principalmente quando a noiva resolve fazer o próprio buquê.

Comprar um cabide bonito para o seu vestido de noiva

  Perfume : muitas esquecem, vocês não fazem idéia!!

  Desodorante : noiva  e “cecê” não combinam né meninas rss.

  Escova de dente para o dia de noiva ( fora o mau hálito)

Roupão legal para o dia de noiva

Convite do seu casamento, para que seu fotógrafo possa utilizá-lo para fazer alguma foto especial com ele

Carregue o seu celular no dia anterior, leve o carregador  e se seu telefone for de crédito, coloque  bastante crédito nele na véspera, para poder ligar para onde necessitar ou desejar no grande dia.

Organize um kit emergência e maquiagem para o dia. Coisas básicas mas que podem resolver um imprevisto: esmalte transparente, kit de costura, alfinetes, meias de lycra, antiácidos, aspirinas, band aids, lenços, grampos para cabelo e qualquer outra coisa que você possa precisar. Geralmente as assessoras levam, verifique isso.

 Separe um guarda chuva bonito e deixe com sua assessora , no caso de chover pelo menos as fotos sairão legais!

♥ Lingerie de Noiva: confortável , para aproveitar a festa inteira sem incomodar

  Champagne para brindar (se não beber , separe a soda ou suco)

Coma! Lembra das horas e horas que você passou pensando no cardápio e degustando diferentes bolos? Esse é o momento de desfrutar de tudo! 

Cd com as músicas que escolheu para sua entrada no salão, o brinde dos noivos e a dança de vocês para entregar para o  DJ.

Caso deseje, roupa para trocar na hora de ir embora do salão de festas para o hotel ( seu cerimonial já fica com sua roupa e acessórios para entregar na segunda feira para a loja ou sua família).

Leve um chinelo ou sapatilha para aproveitar a festa, nada de sapato machucando!

♥ Todos os detalhes  que você fez na linha DIY  e que comprou para o grande dia – faça um check list, separe por caixas etiquetadas  e deixe com sua assessora.

Arrume uma mala só para a noite de núpcias com lingerie, roupa para o dia seguinte ,  maquiagem ,  desodorante ,  shampoo e muito condicionador  e leaving (o cabelo pode ficar ruim  por causa do penteado, e muitas vezes o que o hotel fornece não é bom!)

 E finalmente,  programem-se com a sua ginecologista para no dia não estar mestruada!! Não dá para manchar o vestido né meninas.

E não esqueçam de dar aquele abraço na sua vovó!

Para quem curte o DIY: Do it yourself:

Na própria Rua 25 de março

♥  Edifício Galeria Comercial que fica na rua 25 de março, nº 641 : nesse edifício existem várias lojas  para as noivas .

Se tiver tempo, separe um dia só para visitar todas as lojas deste edifício, com certeza acharão várias coisas legais, dentre elas, tudo para artesanato no Atacadão do artesanato (sobreloja) ,acessórios finos e  topos de bolo na Rita Godoy (5ºandar, sl. 28) , embalagens para lembrancinhas lindas na Dunas (2ºandar,sl.204) , peças para confecção de lembrancinhas e leques na Rika Bijoux ( 2º andar, sl. 205), acabamentos e mais um monte de coisas bacanas para quem gosta de DIY vá na San Sin ( 4º andar)

Caixinhas da Dunas

Atacadão do artesanato

Doural : na Rua 25 de Março, 595 –  lá tem tudo para a sua futura casa: eletrodomésticos bem em conta, louças e na sobreloja uma coisa mais linda que a outra!!

♥ Em frente a Doural, existem várias lojas de flores artificiais: lá você pode comprar flores para fazer porta guardanapo.

Comercial Maluli – Rua 25 de Março, 717 – Armarinho, lá tem muita renda, fitas, strass etc.

Rainha Decorações – Rua 25 de Março, 931 – Baleiros, vidros, gaiolas, leques de madeira

Na Rua Comendador Abdo Schabin temos:

♥ Armazém dos presentes (nº162) : suporte para bolo e coisas para decoração de casa

♥ Milli (nº180) : lá tem várias coisas fofas dentre elas as vaquinhas porta moedas.

vaquinha fofa

Na Rua Barão de Duprat:

Matsumoto (nº39) : lá tem um mundo de coisas para festas, descartáveis, vasinhos, papelaria, até papel higiênico decorado!

Vivenda das Flores ( nº 218) : gaiolas, flores e tudo para decoração

♥ M.Dantas ( nº 208) : fitas-sacolas, caixa para lembranças e qualquer tipo de embalagem

♥ Sun Light ( nº393) : Lanternas japonesas.

Brazilian Plast embalagens (nº112) : embalagens para doces, bem casado, cupcakes, forminhas e etc.

Na Rua Cavalheiro Basilio Jafet :

Fernando Maluhy ( nº 38 sl.804) : muitos tecidos lindos para forrarmos sousplat, fazer cortinas e toalhas de mesas!

Camicado Festas ( nº55) : Balões, descartáveis, ítens para a pista

Camicado casa (nº60) : lá tem vários utensílios domésticos.

♥ Armarinhos Santa Cecília ( nº107) : Aqui você vai encontrar forminhas para doces, plumas, cortadores, álbum para scrapbook etc.

 

♥ Para Comer ( para não desmaiarmos depois de tanto andar rs)

  • Mc Donald:  Rua 25 de março, 1109
  • Ponto Árabe : na Rua Com Afonso Kherlakiam, 57  , lá tem a melhor esfiha da região
  • Mercado Municipal : na Rua da Cantareira, 306 vá no Hocca bar , lá tem  o famoso pastel de bacalhau

Amando as dicas, amando as pesquisas:

http://papertoyart.blogspot.com.br/

2012.09-Debora+Leo-07520432

comme il faut.

8 jan

destination-wedding-portugal-03

Tudo como deveria ser.  Aqui começa a história de Alaíne ♥ Leonardo

Apesar de conhecer o Leonardo a mais de 8 anos,  nunca tinha me interessado por ele.  Talvez por ser amigo do meu padrasto, eu o considerava só mais um amigo chato que frequentava a minha casa e nunca dei muita atenção para os seus assuntos. Até que entre muitas idas e vindas em nossas vidas nós nos encontramos de um jeito diferente, no momento certo. E a partir dali tínhamos tanta certeza que nascemos um para o outro que, depois de seis meses de namoro, já conversávamos sobre casamento! E ficamos noivos. Agora que Te vejo, Sei que Seu amor guia minha alma.Agora que eu Te conheço, eu vejo,Não há ninguém mais para mim. TE AMO!

“No final de semana que completamos 6 meses  de namoro, fomos para a casa do noivo, junto com seus pais e familiares e a minha família. Para mim seria um final de semana como outro qualquer, mas esse foi especial. Era a festa de aniversário do Léo, e resolvemos brindar junto com toda a família. À noite, todos conversavam, bebiam e dançavam  e em certo momento ele se levantou e pediu a atenção de todos. Começou a falar sobre a sua vontade de ter uma pessoa que lhe concedesse estabilidade, e que se inspirava em alguns casais e que queria isso para a vida dele. Disse que achava que nunca iria encontrar uma pessoa especial, mas Deus lhe reservou uma grande surpresa, uma pessoa que lhe completava e de como nossos interesses se completavam e me entregou a caixinha da Vivara (Eu queria que fosse surpresa, mas como eu sou um pouquinho exigente, ele me levou para ajudá-lo a escolher as alianças) . Desde a primeira palavra meu coração estava disparado, mas ainda sem entender o que estava acontecendo. Ele falou para a minha mãe: “Anaí, gostaria de pedir a mão da sua filha em casamento”. Foi lindo! Exatamente como eu queria: em um lugar intimista, na presença dos nossos pais e todos aqueles que nos querem bem. A emoção tomou conta da casa! Nessa noite concordamos em marcar o casamento para janeiro de 2014.

Agora, a grande missão, escolher a dedo cada serviço contratado para o grande dia. Ele Analista de sistemas, eu professora. Tempo disponível, difícil de encontrar no nosso dia a dia.

E neste momento me lembrei dos meus dois sonhos de criança: entrar na igreja vestida de noiva e ser mãe. Agora estou prestes a realizar o primeiro…”.

SIM, ACEITO!

Não é de hoje que as pessoas se casam para pagar menos plano de saúde, para receber a aposentadoria do parceiro em caso de morte, para ajudar o AMADO em caso de doença, carência, abandono e solidão. Casar por conveniência porque está velho demais, chato demais, sozinho demais e encontrou a única pessoa doida no mundo, que te aguentaria para sempre (para sempre? hãm?). Casam para apresentar uma bela esposa aos amigos da empresa, casam para procriarem com milionários, casam porque não conseguem pagar dois aluguéis, que tal juntar as escovas de dentes para economizar com aluguel e faxineira? As pessoas se casam pelas mais diversas razões, mas amor raríssimas vezes está incluso no pacote.

É negócio ou não é? Até acho esperta as Danielas Albuquerques da vida, que se casam com carecas 80 anos mais velhos e vivem de férias em Londres, juro que acho esperta. Mas eu não aguentaria viver de esperteza ao invés de ser amada.

E as Gimenez que fazem dos filhos uma fonte de renda, e não parte de família. Filho é coisa séria!
Repito: FILHO É COISA SÉRIA!
E que me entendam nas entrelinhas, eu abomino, mas talvez fosse mais vantagem, eu ser fonte de renda filha do Jagger com a Gimenez, juro que não importaria, já virei escambo faz muito tempo. Então, que fosse com glamour e diamantes.

As pessoas trocam sua privacidade, andar sem roupa pela casa, lavar a louça a hora que der na telha, dormir sem ter hora para acordar no fim de semana por: aturar pentelhos no sabonete, manias diferentes, bafo de manhã e um despertador que não é o seu tocando na sua orelha para tirar aquele chato da cama, sendo que você vai levantar daqui uma hora ainda. E dali para frente ninguém mais dorme, porque o bonito acordou antes de voce, acendeu a luz, deu descarga com a porta aberta, te acordou para perguntar onde está o outro pé do sapato e depois te beijou com toda ternura e saiu para trabalhar. Isso não é um SACO?

Para eu abrir mão disso meu amigo, só com muito amor. De forma alguma abrirei mão disso só para ter meu nome incluso dos beneficiários do seguro de vida. Não troco amor por conveniência, aluguel a menos, algumas fraldas a mais.

Mas tudo isso existe desde que o mundo é mundo, tais fatos não são dádivas da modernidade!ssoa que trocam sexo por dinheiro, dinheiro por sexo, sexo por comida, casa por companhia, dignidade por dinheiro, saúde por companhia, solidão por insanidade.

Eu quero fazer a diferença, eu sei que eu sou diferente, e pode ter certeza, de que o dia que vc receber um convitinho feito de papel reciclado com detalhes pink na sua casa, anunciando que Alaíne Navarro do Carmo irá se casar, pode colocar na sua cabeça “o amor está incluso neste pacote!” porque para mim, nem o meu relacionamento com o meu cachorro lindo e amado duraria se não fosse pelo amor.

Não por pena, não por graça, não por conveniência!

Mas pelo único motivo que me movo, e que deveria ser o combustível do mundo, O AMOR.
Casamento agora virou negócio, troca de interesses e quando eu digo que quero casar por amor, ainda sou motivo de piada, sabe por quê? Porque quando não existem interesses, é mais difícil de dar certo. O amor é uma linha muito frágil para segurar um relacionamento durante anos. Mas é nessa linha fina e frágil que eu aposto todas as minhas fichas. Além de outros quesitos que ajudam dar o nó na linha: compreensão, amizade, fidelidade, tolerância, respeito, admiração, companheirismo…lá lá lá e mais uma interminável lista de adjetivos que encerram o laço e dão um nó bem firme.

E sabe por que ninguém aposta no amor? Porque amar dá trabalho! É uma coisa delicada, que precisa ser cuidada com toda atenção, mimo, zelo, educação e paciência. Muito adubo, muita água, tempo bom de plantio, terra fértil e fé!

Amar dá trabalho, muito mais fácil fazer do relacionamento um negócio mesmo. Mas como eu nunca gostei de praticidade, mais uma vez eu opto pelo nada prático!67760_412686072134041_1619208354_n

Tudo que eu não quis dizer, ou quis

8 jan

557313_416334141741609_2028836191_n

Poderoso Chefão 2 (The Godfather 2)
Mantenha seus amigos por perto, e seus inimigos mais perto ainda.

“Eu não sou quem eu gostaria de ser;
eu não sou quem eu poderia ser, ainda,
eu não sou quem eu deveria ser. Mas graças a Deus
eu não sou mais quem eu era..!’Martin Luther King

“Descobri que minha obsessão por cada coisa em seu lugar, cada assunto em seu tempo, cada palavra em seu estilo, não era o prêmio merecido de uma mente em ordem, mas, pelo contrário, todo um sistema de simulação inventado por mim para ocultar a desordem da minha natureza. Descobri que não sou disciplinado por virtude, e sim como reação contra a minha negligência; que pareço generoso para encobrir minha mesquinhez, que me faço passar por prudente quando na verdade sou desconfiado e sempre penso o pior, que sou conciliador para não sucumbir às minhas cóleras reprimidas, que só sou pontual para que ninguém saiba como pouco me importa o tempo alheio. Descobri, enfim, que o amor não é um estado da alma, e sim um signo do zodíaco”.

Trecho do livro “Memórias de Minhas Putas Tristes” – Gabriel García Márquez

Um carinho que eu mereço!

27 jun

Um banho gostoso com sabonete de criança glicerinado, aquela espuminha gostosa, cheirinho de neném, cabelos limpinhos, pijama gostoso e confortável, a última cerveja da geladeira e sair da dieta (wanna be) saudável em plena quarta feira, eu mereço! Matar a academia, comer pizza com cervejinha ouvindo Maria Rita é tuuuuuuuuuuuuuuudibom depois de alguns percalços. Ando meio cansada da espécie humana, com nojo da descartabilidade de corações, eu não sou assim, não pertenço a este lugar, em que você se afunda tão raso não dá nem pra tentar te salvar. E muito pra mim é tão pouco, e pouco eu não quero MAIS!

esqueça
as horas nunca andam para trás
todo dia é dia de aprender um pouco
do muito que a vida trás

mas muito pra mim é tão pouco
e pouco é um pouco demais
viver tá me deixando louca
não sei mais do que sou capaz
gritando pra não ficar rouca
em guerra lutando por paz
muito pra mim é tão pouco
e pouco eu não quero (mais)

chega!
não me condene pelo seu penar
pesos e medidas não servem
pra ninguém poder nos comparar
por que
eu não pertenço ao mesmo lugar
em que você se afunda tão raso
não dá nem pra tentar te salvar

…veja
a qualidade está inferior
e não é a quantidade que faz
a estrutura de um grande amor
simplesmente seja
o que você julgar ser o melhor
mas lembre-se que tudo o que começa com muito
pode acabar muito pior

Assim dói

24 jun
Já não consigo ver em ti a mesma pessoa: tu mudaste. Custa-me aceitar-te assim, tão distante, mas dizem que “faz parte” e que o tempo tem o poder de mudar as coisas e as pessoas. Só não queria que fosse assim, não desta maneira. Assim dói. Todas as vezes que olho para ti lembro-me da pessoa que foste e já não és mais, talvez bem lá no fundo ainda o sejas, talvez a essência ainda  lá esteja mas não consigo senti-la. É como se uma parede nos separasse, como se já nada nos mantivesse juntos.É um vazio que dói demais e eu só queria que tudo voltasse a ser como era antes.

Fase oca

24 jun

Ainda estou para perceber se é esta a vida que quero. Estou numa fase oca, repleta de desinteresse, melancolia, insegurança e muita tristeza. Estou murcha, desligada, nada me entusiasma. Olho cá para dentro (de mim) e tudo é turvo, seco, cinzento. Se calhar sou uma insatisfeita. Se calhar vou querer sempre mais, ou sempre diferente, e por isso estou condenada à angústia e à melancolia. A vida passa e o sol não brilha sobre ela. E ando de queixo erguido e a tentar fazer cara alegre como se nada se passasse, embora nem eu saiba bem o que se passa.  Olhar para o presente e não haver perspectiva de mudança é uma coisa que me sufoca. Não me importo de estar assim, mas para me mover preciso de saber que o amanhã será diferente. Melhor. Tenho que ter expectativas quanto à mudança, tenho que saber que ela virá e ter noção de quando isso irá acontecer. Não gosto da falta de horizontes, de não encontrar expectativas em nada. E detesto ter que me alegrar, de vibrar, com conquistas que nem sequer são dignas desse nome! E que não são minhas! Só me apetece chorar. Ou, então, dormir durante muito tempo. Estou tão farta disto tudo. Queria desaparecer, atirar tudo para trás das costas e começar do zero. Queria uma nova vida. Queria não ser eu. Nem isso eu queria. Afe!

Clichêzinho de Shakespeare

23 jun

Amor?  Família?  Trabalho?  Saúde vai bem.  Corpo ficando são. Dieta à risca, e academia com disciplina. Sábado e eu sofrendo com a falta da endorfina, queria uma esteira agora para correr alguns quilômetros. Liberar o stress, queimar calorias, desanuviar a cabeça, enxugar as lágrimas e as calorias.  Caber na calça é só o primeiro passo!

Isso porque  eu perdi alguns gramas nesta semana,  consegui caber naquea calça. Antes fui à farmácia, comprei lightner (não sabe o que é procura no google DERP). Fiz banho de lua, esfoliação com açúcar para ficar com a pele aveludada, passei duas camadas de óleo com cheiro de morango, e uma de creme Victoria´s Secret que ganhei de aniversário e estava guardado para uma ocasião especial. Lavei os cabelos de novo para ficarem perfumados. Fiz as unhas dos pés e das mãos às 8h da manhã, assim que acordei animadinha com o que viria neste dia de sábado. Depois do banho e das sessões de creme, passei o perfume que só uso para sair, coloquei calcinha fio dental (que odeio, e não uso todos os dias -não sou sexy), combinando com o sutiã. Milagre. Porque o que normalmente eu uso é algo combinando com a escola de samba da magueira. Roupa nova e a abençoada calça jeans, que mesmo me cabendo, me prendeu a circulação o dia todo. MERDA! Tudo isso pra que? Nem uma cerveja na geladeira! Que o chá de kawa kawa e a risperidona me dopem esta noite. Momento mais feliz do meu dia: quando eu durmo. Aí sim, tudo é possível, e lá eu sou feliz. Quero dormir, só isso e não acordar mais. As noites tem sido curtas, as lágrimas gordas e pouco saco! Ter sono é fixe porque assim não tenho tempo para deprimir.
Só tenho tempo para ter sono e para pensar que ter tanto sono não é normal.
Ai, tenho sono. Também preciso de mais tempo… isso e um monte de outras coisas que todos sabemos quais são mas ninguém diz. Preciso de um abraço. Daquele abraço, que eu não sei se já abracei, mas quero aquele abraço de imobilizar e de querer ser embalsamada ali para sempre.

– Ah aquele abraço fez-me tão bem.

Muitos meses depois. E as feridas que não saram. Que não saem de mim, que doem com uma dor diferente mas que não deixam de doer.Há marcas que ficam. Mais ou menos dormentes, consoante os dias, mas nunca desaparecem por completo. E não é preciso muito para a alma ficar em pedaços outra vez. Pedaços esquisitos, diferentes… Mas pedaços. Que doem quando se abrem e se separam.O passado foi lá atrás, mas não me larga. Subsistem os estilhaços, cá dentro. E não há cola que nos cole. Há, em vez disso, novos bocados de mim para quebrar. E é o tempo que não passa, e é a vida que não muda, e é o futuro que não chega. Errados a acumularem-se onde deviam aparecer certos, nem que fosse de vez em quando, para lhe tomar o gosto. Já esqueci o sabor de tantas coisas. E são os olhos que dizem tudo. Mas não falam. E eu queria que falassem, que uma voz lhes desse voz. E sentido. Queria palavras nos olhares.

“O pior cego é aquele que não quer ver”

Há coisas que nem sequer se dizem e tu não sabes ver com o coração. Ai saudades. Tenho saudades tuas e é uma merda não te poder dizer. Tenho saudade ainda de quem nem conheci.E quando eu preciso mais de ti, nunca estás “lá”. TU!

Dói, mas há-de passar.

 

 

Let it burn

28 maio

I Set fire to the rain, watched it pour as I touch your face. Well, it burned while I cried
‘Cause I heard it screaming out your name, your name. I set fire to the rain, dnd I threw us into the flames. Well, I felt something died,’Cause I knew that that was the last time.

E deixa o circo pegar fogo! Na chuva,  claro!

É disso que eu preciso

17 maio

O HOMÃO

Alguns anos atrás, escrevi um texto chamado O Mulherão para o Dia Internacional da Mulher. Fez um razoável sucesso, tanto que até hoje esse texto é lido e publicado em diversos veículos de comunicação quando chega março.

Pois cá estamos, novamente, na vizinhança desta data comemorativa, e desta vez minha homenagem vai para o homão, aquele que não tem dia algum no calendário para valorizar seus esforços.

Homão é aquele que tem assistido a ascensão feminina nas empresas, na política, na arte, no esporte e tem achado tudo mais do que justo. Nunca li um artigo de um homem reclamando por as mulheres estarem dominando o mundo (não acredito que escrevi isso!). Ao contrário: os inteligentes (e todo homão é inteligente) estão tendo muito prazer em compartilhar seus gabinetes conosco e não choram pelos cantos caso tenham uma chefe mulher (homão chora, mas chora por amor, não por motivos toscos).

Homão gosta de mulher. Parece óbvio, mas há muitos homens (não homões) que só gostam de mulher para cama, mesa e banho. O homão gosta de mulher para cama, mesa, banho, escritório, livraria, cinema, restaurante, sala de parto, beira de praia, estrada, museu, palco, estádio. E, às vezes, pode nem gostar delas pra cama, mesa e banho, e ainda assim continuar um homão.

Homão é aquele que encara parque no final de semana, faz um jantar delicioso, dá conselho, pede conselho, trabalha até tarde da noite, compensa no outro dia buscando os filhos na escola, dirige o carro, em outras vezes é co-piloto, não acha ruim ela ganhar mais do que ele, não acha nada ruim quando ela propõe uma noitada das arábias, recebe amor, dá amor, é bom de contabilidade e sabe direitinho o que significa fifty-fifty.

Homão é aquele que compreende que TPM não é frescura e que reconhece que filhos geralmente sobrecarregam mais as mães do que os pais, então eles correm atrás do prejuízo, aliviando nossa carga com prazer. Homão acha um porre discutir a relação, mas discute. Homão não concorda com tudo o que a gente diz e faz, senão não seria um homão, e sim um panaca, mas escuta, argumenta e acrescenta idéias novas. Homão não fica dizendo que no tempo do pai dele é que era bom, o pai mandava e a mãe obedecia. Homão reconhece as vantagens de estar interagindo com seres do mesmo calibre e não depende de uma arma ou de um carro ultrapotente para provar que é um homão. O homão sabe que não há nada como ter uma grande mulher a seu lado.

Martha Medeiros

O interessado dá um jeito

15 maio

Às vezes um “gosto de ti” não chega.
A vida não é feita de palavras bonitas nem de sorrisos bonitos e há coisas que não se vêem e são tanto ou mais importantes que tudo o resto…
… mas será que ninguém “vê” aquilo que eu “vejo”?

É o vazio do que não se disse, do que nos enche a cabeça mas deixa oco o peito. O vazio do tanto que devia ter sido e não foi. O vazio das pessoas certas no momento errado. O vazio desse momento errado que fica definitivamente para trás,sem regresso possível, fosse esse regresso erro ou acerto. O vazio da história que nunca se contou e que ficará para sempre por contar. O vazio de sentir que o tudo podia mesmo ter sido tudo, mas foi, antes, pouco mais que um nada mal-disfarçado de alguma coisa.

Há pessoas que deviam sair da minha cabeça, só por uns momentos.

Ás vezes, preferia não saber pensar.

Acabo sempre por culpar-me de tudo só porque é mais fácil magoar-me a mim própria.
Sou a pessoa mais otária de sempre.

Numa relação há sempre alguém que gosta mais, que se preocupa mais ou que tem mais saudades.
Acho injusto e fico triste. Tão triste que penso nisto mais do que devia…

Ás vezes faz falta um bocadinho daquele alguém que nos esconde o medo e nos leva as preocupações para um lado qualquer. Mas até lá, o que faz falta é animar a malta…

“Mesmo que não tenhas tempo 
Pensa o que tens a fazer 
Mede bem a importância 
Dum pequeno pormenor 
Um parafuso no foguetão 
Um beijo ao deitar, um papel no chão”
Ás vezes dói, ás vezes passa e outras vezes não passa.
Desta vez não passou…e é por isso que tenho que aprender a dizer Não.
Até que sou boa no “fazer de conta”.
Vamos fazer de conta que não me importo.
Vamos fazer de conta que está tudo bem.
As pessoas de quem mais gostamos são sempre aquelas que nos magoam mais.
Hoje só me apetecia fugir para bem longe. Era só isso e um abraço.
Abraço? Já nem sei o que isso é…

Mudando o assunto…Será que vou ser forte o suficiente? Eu quero ser. Espero bem que sim…

Espero

14 maio

Há algum tempo vi uma reportagem sobre um cão que, após a morte do dono, esperou e ainda espera todos os dias por ele à porta de casa.

É uma comparação absurda mas, ás vezes, penso que também eu estou à espera de algo que, certamente, não vai acontecer.
Estou a dedicar-me às pessoas erradas. Esperava mais, muito mais…
Talvez seja esse o problema.

Escuta-me!

13 maio

Escuta-me

Há coisas que ouvimos mas não escutamos.
Quer seja consciente ou inconscientemente, demasiadas vezes não ouvimos o que de menos bom nos dizem, e graças a isso somos capazes de manter um certo equilíbrio individual. É uma questão de escutarmos o que faz bem aos nossos ouvidos e apenas ouvirmos aquilo que vemos que de nenhuma forma contribui para o nosso crescimento enquanto pessoas.
E quando falo em “escutarmos o que faz bem aos nossos ouvidos” não me refiro, apenas, às frases bonitas que nos fazem cócegas na barriga, mas também às frases que nos gelam o coração por momentos. São estas últimas que, muitas vezes, nos empurram e nos puxam para o Outro Lado, o lado onde todos percebemos coisas como “Afinal estava errado(a)” ou “Nunca tinha pensado desta forma” e onde, por mais perdidos que nos sintamos, acabamos sempre por nos reavermos de volta.
Não ignoro, de todo, aquelas palavras que quase nos obrigam a fechar os olhos só para as escutarmos com mais atenção. Afinal, são essas as que não nos obrigam a qualquer esforço. Já dei por mim a querer prolongar uma frase no tempo, como se a pudesse amarrar com um fio de pesca e sentir-me dona dela para o resto da vida. Já dei por mim a querer atar essas mesmas palavras ao coração para que me possa refugiar nelas como que se de um porto de abrigo se tratassem.
Ainda assim, escuto tudo o que me dizem. Seja bom ou mau. E enquanto puder vou fazê-lo e repeti-lo vezes sem conta.
O resto logo se vê.
É este o segredo.

If I can dream it, then I can do it.

 

“It’s hard
Hard not to sit on your hands
Bury your head in the sand
Hard not to make other plans
And claim that you’ve done all you can
All alone
And life
Must go on

It’s hard
Hard to stand up for what’s right
And bring home the bacon each night
Hard not to break down and cry
When every ideal that you tried
Has been wrong
But you must
Carry on

It’s hard
But you know it’s worth the fight
‘Cause you know you’ve got the truth on your side
When the accusations fly
Hold tight!
Don’t be afraid of what they’ll say
Who cares what cowards think? Anyway,
They will understand one day
One day

It’s hard
Hard when you’re here all alone
And everyone else’s gone home
Harder to know right from wrong
When all objectivity’s gone
And it’s gone
But you still
Carry on

‘Cause you
You are the only one left
And you’ve got to clean up this mess
You know you’ll end up like the rest
Bitter and twisted, unless
You stay strong
And you carry on

It’s hard
But you know it’s worth the fight
‘Cause you know you’ve got the truth on your side
When the accusations fly
Hold tight!
Don’t be afraid of what they’ll say
Who cares what cowards think? Anyway,
They will understand one day
One day”

Les Jours Tristes (Yann Tiersen)

 

Já não sei gostar de mim.

 

E quando eu preciso mais de ti, nunca estás “lá”.

Dói, mas há-de passar.

 

“I can pretend that I’m not lonely
But I’ll be constantly fooling myself
I can pretend that it don’t matter
But I’ll be sitting here lying to myself
Some say love ain’t worth a buck
But I’ll give every dime I have left
To have what I’ve always
Been dreaming about
 
Everybody wants something
Gotta want something
What are you living for?
Everybody needs something
Fighting for something
I know what you’re fighting for
Cause we all

We all want someone there to hold
We just want somebody
We all want to be somebody’s one and only
We all wanna be warm when it’s cold
No one wants to be left scared and lonely”

 

Às vezes um “gosto de ti” não chega.
A vida não é feita de palavras bonitas nem de sorrisos bonitos e há coisas que não se vêem e são tanto ou mais importantes que tudo o resto…
… mas será que ninguém “vê” aquilo que eu “vejo”?

 

Eu não sei dizer

“O silencio, deixa-me ileso
E que importancia tem?
Se assim, tu ves em mim
Alguem melhor que alguem
Sei que minto, pois o que sinto
Nao é diferente de ti
Nao cedo, este segredo
E fragil e é meu

Eu nao sei…
Tanto, sobre tanta coisa
Que as vezes tenho medo
De dizer aquelas coisas
Que fazem chorar

Quem te disse, coisas tristes
Nao era igual a mim
Sim, eu sei, que choro
Mas eu posso, querer diferente pra ti

Eu nao sei…
Tanto, sobre tanta coisa
Que as vezes tenho medo
De dizer aquelas coisas
Que fazem chorar
E nao me perguntes nada
Eu nao sei dizer… “

 

Está frio. E não é só lá fora 😦

 

Por aqui fico, no teu olhar 
Perco a força sem resistir e sem mudar
Por aqui fico  
O tempo pára mas logo foge  
Estás tão perto e tão longe  
Se me visses
Um gesto não chega  
Não, não chega

Não me vês não me ouves, se ao menos sonhasses 

Nao me vês nao me ouves, se ao menos sonhasses

Por aqui fico

Na tristeza caminho só
Sem pensar no que aprendi  
Por aqui fico 
O tempo pára mas logo foge
Estas tão perto e tão longe
Se me ouvisses 
Um grito não chega 
Oh! Não chega…
Este blog precisa de animação.
Coisa que eu posso dar…
Mas não me apetece.
Há dias em que aquilo que tínhamos meio que escondido ou calado em nós decide vir à tona.
E não é nada bom…
Mas no fim… É sempre mais fácil esquecer-me de mim.
E lembrar-me de todos. E de tudo.
Vou lutando por ser eu no meio de quem não é ninguém.
Afogo-me em notas mas não me esqueço de nenhuma.
E por vezes lembro-me de ti.
Mas já não faz mal…
“…nesse teu jeito fechado
de quem mói um sentimento.”
Papel em branco. Cabeça em preto.
Papel sem linhas. Cabeça aos nós.
Ás vezes não me importava de recomeçar do zero. Apagar tudo e ser criança de novo.
Talvez tudo fosse diferente…

14 Qualidades vs. 10 Defeitos, diz-me quem sou e dou-te uma chicla!

QUALIDADES: Eficácia, racionalismo, originalidade, análise, objectividade, discrição, modéstia, fidelidade, lógica, método, precisão, prudência, sensatez, tenacidade;

DEFEITOS: Timidez, submissão, falta de ambição, mesquinhez, frieza, cepticismo, calculismo, mania da higiene e organização, minúcia.

“Eu esperei
Mas o dia não se fez melhor
E o sujo não se quis limpar,
Inventou mais flores em meu redor
Como se eu não fosse olhar!
Enfeitou as ruas para cobrir
Terra seca de não semear
Deram-me água turva a beber
Dizem cura e força e solução
Como se eu não fosse olhar!

Eu esperei
Mas o fumo não saiu da estrada
Arde o sonho em troca de nada
Dizem festa, mas é solidão
Como se eu não fosse olhar!
A mentira não se fez verdade
E a justiça não se fez mulher
A revolta não se fez vontade
Braços novos sem educação
Sangue velho chora de saudade!

Eu esperei
Dizem luta mas não há destino
Dão-me luzes mas não é caminho
Dizem corre mas não é batalha
Como quem não quer mudar!
Esta corda não nos sai das mãos
Esta lama não nos sai do chão
Esta venda não deixa alcançar.
Cantam “armas” mas não é amor
Mão no peito mas não é amar
Fato justo mas sem lealdade
Cavaleiro mas já sem moral
Braços sujos que se vão esconder
Braços fracos não são de lutar
Braços baixos não se querem ver
Como se eu não fosse olhar!

Eu esperei
Pelo tempo transparente em nós
Pelo fruto puro de escolher
Pela força feita de alegria
Mas o povo dorme na ilusão!
E a tristeza é forma de sinal
Liberdade pode ser prisão…
Meu deus, livra-nos do mal
E acorda Portugal…”

4 jul

“A renovação carismática católica tem dado a igreja Católica almas santas. Como em todos os grupo também algumas almas confusas, mas isso não tira o brilho da RCC, como os confusos que misturam alhos com bugalhos não tiram o brilho das congregações e ordens religiosas.” Pe. Zezinho

“… falarão novas línguas” (Mc 16,17).

“… o Espírito Santo que ensina a Igreja e lhe recorda tudo o que Jesus disse, também a educa para a vida de oração, suscitando expressões que se renovam no âmbito de formas permanentes, benção, petição, intercessão, ação de graças e louvor” (do Catecismo da Igreja Católica).

A oração em línguas integra sempre a oração comunitária, onde brota com naturalidade e se traduz numa força poderosa. Faz também parte da oração pessoal, quando as palavras nos faltam, a fraqueza nos invade e se apodera de nós uma sensação de desânimo, impedindo a nossa concentração. Rezar em línguas abre o caminho para uma oração mais profunda, para um contato mais imediato com Deus.

Aquele que fala em línguas não fala aos homens, senão a Deus: ninguém o entende, pois fala coisas misteriosas, sob a ação do Espírito.
3 Aquele, porém, que profetiza fala aos homens, para edificá-los, exortá-los e consolá-los.
4 Aquele que fala em línguas edifica-se a si mesmo; mas o que profetiza, edifica a assembléia.”

1Cor 14,1 – 4.

fonte: http://www.catequisar.com.br/texto/materia/med/14.htm

Muitas pessoas, ao participar pela primeira vez de um grupo de oração, e até mesmo pessoas com algum tempo de caminhada na Igreja, se perguntam sobre a necessidade da oração e do louvor em línguas.
De fato, com a Renovação Carismática se expandindo, a oração em línguas se tornou mais conhecida entre os fiéis da Igreja. Mas, o que é realmente a oração em línguas?
Ao lermos At 2,3-13 (a vinda do Espírito Santo), percebemos como o Espírito Santo se fez presente em Pentecostes, e como houve a primeira grande manifestação da oração em línguas. Guiados pelo Espírito Santo, os apóstolos que estavam reunidos no Cenáculo com Maria, começaram a falar em outras línguas, conforme Espírito Santo lhes concedia que falassem.
Nessa leitura dos Atos dos Apóstolos percebemos o primeiro entendimento a respeito da oração em línguas: oração em uma língua diferente não estudada por aquele que pronuncia, porém entendida.
Mas, a oração em línguas como conhecemos é mais que isso, é a forma de chegarmos a Deus por meio das nossas palavras. Quanto nos faltam palavras em nossa língua para nos comunicarmos com Deus, o Espírito Santo nos inspira palavras novas, uma nova língua, com a qual podemos louvar e bendizer a Deus.
Em Coríntios 12,10, encontramos o segundo entendimento a respeito da oração em línguas, diferente daquele encontrado nos atos dos apóstolos: Não se trata de falar com os homens, mas de falar com Deus. É um modo de oração, na qual aquele que reza em línguas “edifica a si mesmo”(cf. I Cor 14, 4).
Na Igreja de Corinto, esse dom era comum. Todos estavam familiarizados com ele. Por isso, Paulo não se detém na sua descrição ou explicação como se tratasse de algo novo ou desconhecido para seus leitores. Paulo limita-se a disciplinar o uso desse dom na assembléia corintiana. Daí a dificuldade que temos hoje para entendê-lo.
“O Espírito vem em auxílio à nossa fraqueza; porque não sabemos pedir, nem orar como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inefáveis” (Rm 8,26).
O dom das línguas não consiste na emissão de simples gemidos ou suspiros inarticulados. É um discurso humano que tem a aparência de uma língua incompreensível tanto para o que fala como para os que o escutam.
É uma forma de oração particular. Não se destina ao culto público, mas à devoção privada. Não consiste em falar verdadeiras línguas estrangeiras. Não se produz em êxtase, no qual se perde o controle racional dos atos.
“Aquele que fala em línguas não fala aos homens, mas a Deus. Ninguém o compreende: movido pela inspiração enuncia coisas misteriosas” (1 Cor 14,2).
Podemos perceber que o dom de línguas é plenamente uma inspiração dada pelo Espírito Santo. É uma forma de chegarmos a Deus, pois para orarmos e louvarmos em línguas é preciso que estejamos abertos a ação do Espírito Santo.
Enfim, a oração em línguas é o cumprimento da palavra: “falarão novas línguas” (Mc 16,17b), que o próprio Senhor Jesus proferiu aos onze discípulos após ressuscitar.

É a experiência de cair no chão de costas, durante a oração de uma ou mais pessoas, numa reunião carismática.

É considerado por muitos como sendo um carisma do ESPÍRITO e por outros, como sendo apenas parte do Dom. Isto porque o acontecimento em sí tem duas partes: a “queda” e o “repouso” . Afirmam alguns que somente o “repouso” constitui o carisma, enquanto a “queda” , pode ser influenciada por um estado hipnótico ou auto sugestão, que necessariamente não estão relacionados com a ação do ESPÍRITO SANTO.

O fato acontece da seguinte forma: a pessoa que possui o carisma, ora sobre o fiel, impondo as mãos, na maioria das vezes sem toca-lo, ou tocando-o levemente, de tal forma que a pessoa que recebe a prece, ao sentir a força da oração cai ao chão, sempre amparada por auxiliares que acompanham o fenômeno. Deitada no chão, a criatura que recebeu a graça, tem uma experiência espiritual de valor notável, que naturalmente não é igual num grupo de pessoas, mas que sem dúvida, produz um efeito altamente positivo na vida de cada uma.

O fenômeno também é conhecido pelas expressões: “Dominado no ESPÍRITO”, “Cair sob o poder” , “Dormição” , “Morrer no ESPÍRITO” e simplesmente sob o nome de “A Benção”.

UM TESTEMUNHO:

Gustavo era um gaúcho forte e muito vaidoso, supervisor de uma firma automobilística em São Caetano, tinha orgulho pelo cargo que ocupava e gostava de exibir o “status” profissional. Todavia, como todas as pessoas, tinha os seus problemas e suas dificuldades, que procurava resolve-los porque lhe tiravam a tranquilidade. Com este objetivo, vinha frequentando reuniões carismáticas em São Paulo no ano de 1986, mas não queria se submeter ao repouso no ESPÍRITO, tinha vergonha e dizia: “Eu, o supervisor Gustavo deitar no chão no meio dessa turma, com meu terno de tropical inglês, não dá? Vou me sujar todo e ficar com cara de tacho. E ainda, eu sou um macho, e macho que é bom não se arrasta e nem deita no chão igual um verme. Na verdade, a única pessoa que pode derrubar um macho, é outro macho, tchê”. Na sequência das semanas, sempre desejando conseguir ajuda para superar os seus problemas, depois de cansativa insistência dos amigos e parentes, decidiu que na reunião seguinte se submeteria ao repouso no ESPÍRITO. E de fato ele cumpriu a palavra. Era uma sexta-feira, mês de Abril, quando entrou no salão paroquial ao lado da esposa. Padre Eduardo veio ao seu encontro e lhe perguntou: “O senhor deseja ser batizado no ESPÍRITO?”-“Sim, eu quero”, repondeu Gustavo. Não houve tempo para mais nada… Como ele mesmo dizia que somente um outro macho poderia derrubar um verdadeiro macho, o ESPÍRITO SANTO “sem qualquer mágoa ou ressentimento” mostrou que é um “super macho”, mal havia começado a oração, em poucos segundos jogou-o ao chão com seu “status” e toda a sua vaidade. Depois, particularmente ele nos contou: “Quando percebi que estava no chão, nem me importei com o meu terno e nem com o meu orgulho de macho, estava nos braços de JESUS e ELE curava carinhosamente todas as feridas da minha alma. Minha vida se transformou e vejo com alegria, que agora sou outra pessoa”.

O ESPÍRITO SANTO só atua quando é convidado e estimulado a exercitar os seus poderes, e procede assim, porque sobretudo ELE é o próprio AMOR, a preciosa fonte da vida, que não vai forçar ninguém a fazer o que não quer.
“O repouso do Espírito é como um dom, um presente particular que Jesus dá às pessoas”

Fale um pouco sobre o fenômeno conhecido como repouso no Espírito Santo.

O repouso do Espírito é uma novidade que está aparecendo agora, nestes últimos 25, 30 anos. Antes, era muito menos espalhado esse dom. Era mais para os santos como Santa Gema Galgani, Santa Teresa D’Avila. Padre Pio me parece que recebeu os estigmas durante o repouso do Espírito, tanto que, lá em San Giovanni Rotondo está escrito: “Eu me senti cair, repousei e vi cinco flechas, raios, que tocavam as minhas mãos, os pés e o coração”.

Jesus, para falar aos nossos corações e curar nossas feridas, deve, através desse dom, penetrar esse “aço”, que é o nosso corpo. Na presença desse sobrenatural, a pessoa não agüenta mais; cai no chão e lá, uma vez que se abandona nos braços de Deus, Jesus pode operar a maioria das curas que opera quando na maioria dos repousos do Espírito, são curas interiores, porque Deus quer fazer de nós, primeiramente, filhos verdadeiros, profundamente curados na interioridade de nosso ser, na liberdade de nosso inconsciente, que atrapalha demais o nosso mundo de hoje. Também, às vezes, cura fisicamente, porque você pode saber, como vocês todos da Internet podem saber, que no corpo a pessoa é uma coisa só, não só o físico, não só alma, espírito, mas sim num todo. E quando Jesus age, age por completo, na Sua maravilha. O que acontece: no repouso do Espírito a pessoa se sente renovada. Para terminar, como na transfiguração, onde Pedro, João disseram: “Meu Deus, deixe que fiquemos aqui, porque é muito belo o que vemos”. É Deus que se revela com sua força, com sua maravilha, é claro que, além do repouso do Espírito, desse êxtase que acontece na pessoa, precisa depois continuar a viver comprometida, porque senão o repouso do Espírito não tem efeito. Mas se a pessoa vive comprometida, se entrega completamente a Deus, é uma etapa fundamental para poder crescer.

infanto juvenil

11 abr

Ser criança é acreditar que tudo é possível,
É ser inesquecivelmente feliz com muito pouco,
É se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos,
Ser criança é fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles,
É conseguir perdoar muito mais fácil do que brigar,
Ser criança é ter o dia mais feliz da vida, todos os dias.
Ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser…

Não tenho culpa se meus dias têm nascido completamente coloridos e os outros cismam em querer borrar as cores. Não tenho culpa se meu sorriso é de verdade e acontece por motivos bobos, mas bem especiais. Não tenho culpa se meus passos são firmes.
Não sou perfeita…eu tropeço e caio de vez em quando, aliás, eu caio muito.
Meus olhos tem brilhado bem diferente ultimamente. E brilham diferente a cada dia…começo a me preocupar, pois tenho medo da velocidade dessas alterações.
E no meu mundo mais lindo e completo não consigo entender a existência de algumas pessoas. Mas o mundo aqui não é dos mais justos mesm, eu compreendo. E mesmo assim, eu tenho bastante lápis de cor empresto pra quem quiser pintar a vida
Mas por favor, não tentem borrar o meu desenho, nem ‘carcar! a ponta do meu lápis de cor, mas essa já é uma outra longa e delicada história!

“Aprendi que se você procurar a felicidade vai se iludir. Mas, se focalizar a atenção na família, nos amigos, nas necessidades dos outros, no trabalho e procurar fazer o melhor, a felicidade vai encontrá-lo.”

“(…) Aprendi que ainda tenho muito o que aprender.As pessoas se esquecerão do que você disse, as pessoas se esquecerão do que você fez, mas nunca esquecerão de como você as fez sentir!”

“(…) Aprendi que não posso exigir o Amor de ninguém, posso apenas dar boas razões para que gostem de mim, e ter paciência para que a vida faça o resto!”

“A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar…” Le petit prince Antoine de Saint Exupéry

27 mar


NÃO DEIXE O AMOR PASSAR

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais – não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.

Autoria: Carlos Drummond de Andrade
Postado por: Nine Navarro


Cães São Anjos
Existem pessoas que não gostam de cães…
Estas com certeza, nunca tiveram em sua vida
Um Amigo de quatro patas, ou se tiveram,
nunca olharam dentro daqueles olhos
para perceber quem estava ali.
Um cão é um anjo,
que vem ao mundo ensinar Amor!
Quem mais pode dar Amor incondicional?
Amizade sem pdir nada em troca?
Afeição sem esperar retorno?
Proteção sem ganhar nada?
Fidelidade vinte e quatro horas por dia?
Ah! não me venham com essa de que
os Pais fazem isso, porque os Pais
são humanos e quando os agredimos
ficam irritados e se afastam…
Um cão não se afasta,
mesmo quando você o agride;
êle retorna cabisbaixo, pedindo desculpas
por algo que não fez.
Lambe suas mãos, a suplicar perdão.
Alguns anjos não possuem asas,
possuem quatro patas,
um corpo peludo, nariz de bolinha,
orelhas de atenção,
olhar de aflição e carência.
Apesar dessa aparência,
são tão anjos quanto os outros
(aqueles com asas!)
e se dedicam aos humanos tanto quanto
qualquer anjo costuma dedicar-se.
As vezes, um humano veste
a capa de anjo e sai pelas ruas
a resgatar anjos abandonados
à própria sorte e lhes cura as feridas
alimenta, abriga, só para ter a sensação
de haver ajudado um anjo…
DEUS quando nos fez humanos,
sabia que precisaríamos de
guardiães materiais que nos
tirasse do corpo, as aflições dos sentidos
e nos permitissem sobreviver, a cada dia
com quase nada, além do olhar
e da lambida de um cão!
Que bom seria, se todos os humanos
pudessem ver a humanidade perfeita
de Um Cão!!

Autoria: Desconhecida
Postado por: Nine Navarro
Fonte: http://www.simplesmentebeijaflor.com/CaesSaoAnjos.html

“Só eu posso pensar
Se Deus existe
Só eu
Só eu posso chorar
Quando estou triste
Só eu

Eu cá com meus botões
De carne e osso
Eu falo e ouço.
Eu penso e posso”

(Gilberto Gil)

¨Se tens um coração de ferro, bom proveito, o meu fizeram-no de carne, e sangra todo dia.¨

(José Saramago)

Senhor o que quer de mim? Eis me aqui, usa-me! Seja feita a Tua vontade e não a minha

27 mar

“Justificados pela fé, estamos em paz com Deus, pela mediação do Senhor nosso, Jesus Cristo. Por ele tivemos acesso, pela fé, a esta graça, na qual estamos firmes e nos gloriamos, na esperança da glória de Deus.
E a esperança não decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.
Com efeito, quando éramos ainda fracos, Cristo morreu pelos ímpios, no tempo marcado. Dificilmente alguém morrerá por um justo; por uma pessoa muito boa talvez alguém se anime a morrer. Pois bem, a prova de que Deus nos ama é que Cristo morreu por nós, quando éramos ainda pecadores.”

DEUS ME DEU, DEUS ME TIROU, DEUS SEJA LOUVADO

Temos o caso de Jó, na Sagrada Escritura.
Como Jó era fiel, o demônio dizia que a fidelidade dele advinha do fato de que ele tinha riquezas. Deus, então, permitiu que o demônio retirasse a riqueza de seu servo Jó. E assim foi. Jó ficou pobre e, na sua pobreza, bendizia ao Senhor seu Deus: “Deus me deu, Deus me tirou, louvado seja o santo nome de Deus”. O demônio, ainda não satisfeito, afirmou que ele era fiel apenas por que tinha uma família muito boa e com muitos filhos. Novamente, Deus permitiu que o demônio atentasse contra a família de Jó. Morreram os seus filhos, ficou apenas a sua mulher. Esta, para provocar a Jó, dizia que ele deveria maldizer a Deus. Jó, porém, repetia: “Deus me deu, Deus me tirou, louvado seja o santo nome de Deus!”. O demônio continuava insatisfeito e lançou sua última carta: retirou a saúde do grande homem que os séculos cantam e glorificam em sua paciência. Jó, conta a Sagrada Escritura, ficou com a pior doença da época: a lepra. No monte de sua desgraça, Jó repetia:

“Deus me deu, Deus me tirou, louvado seja o santo nome de Deus!”.

Depois de tantas provas de fidelidade, Deus restituiu a saúde, a família e o dinheiro a Jó.
Esse é o amor filial, o amor de reverência, o amor de adoração que se deve à Deus.

Jó é um dos maiores homens do Antigo Testamento!

Ele foi grande por quê? Porque soube amar a Deus no seu sofrimento. Soube se entregar por inteiro ao seu criador, de quem recebeu tudo sem nenhum mérito. Agora, ele retribuía com um pouco o muito que recebera: a sua existência.

Deus nos convida à tomarmos a nossa “Cruz” e a “segui-lo”.

Ore, louve e adore!

27 mar

A vida como ela é – e não deveria ser

22 mar

Bom Dia, Tristeza
Elis Regina
Composição: Adoniran Barbosa/Vinicius de Moraes

Bom dia tristeza
Que tarde tristeza
Você veio hoje me ver
Já estava ficando até meio triste
De estar tanto tempo longe de você
Se chegue tristeza
Se sente comigo
Aqui nesta mesa de bar
Beba do meu copo
Me dê o seu ombro
Que é para eu chorar
Chorar de tristeza
Tristeza de amar

Quem me dera viver pra ver e brincar outros carnavais OU NÃO!

15 mar


Segundo dicionário Houaiss, uma junção dos verbetes ” CARNE NADA VALE”

Estudiosos da psiqué afirmam que o evento existe com a justificativa de descarregamento de tensões recalcadas. Tal OBSESSÃO COLETIVA, tornou-se lamentável pois dizima a existência, alucina valiosos indivíduos e entorpece a multidão.
Seja o som do trio elétrico que faz o coração bater forte, o ritmo de pogobol alucinado que se dança,os beijos em desonhecidos, a fissura, a orgia, o álcool, o lança perfume, as drogas e as paradas cardíacas. Tudo isso seguido pelos parasitas espirituais, que levam ao abismo da loucura, luxúria e o desgaste moral.
O resultado disso tudo?
Corpos cansados, mentes desconexas, corpos intoxicados, emoções desgovernadas cada indivíduo que tristemente refaz suas malas para voltar a realidade, encontra imensa dificuldade de adaptação à vida normal.
O desconcerto emocional resultado do exagero festivo acima descrito, não é meramente citado por experiência própria, – sim, não sou puritana, abominando o bacanal, mas reconheci o que me faz mal, pertuba meu equilíbrio e mudei meu caminho me afastando dos fluidos perniciosos- e todo resultado do “pão e circo” é tema dos estudiosos da psiqué, que visam aqueles que beiram a loucura.

O carnaval é a época em que são “permitidos” ( será?) excessos reprimidos o ano todo, época do prazer coletivo (será?). Não para mim! Não MAIS! Tal ambiente convulsionado me faz retroceder, e lembrar dos primitivos camarotes de luxo, em que antigos “poderosos” romanos contemplando as arenas festivas, os assassinatos legais, as danças, as lutas dos gladiadores e o teatro fescenino, o aspecto bestial, lupino e verdugo, usando técnicas de vampirização do tônus sexual e da promiscudidade.
Me sinto atrasada, primitiva, subdesenvolvida. Me nego a seguir o estranho comportamento das massas.

E ainda tem mais resultados dos apetites imorais desmedidos, que são os distúrbios afetivos causados pelas ilusões que passam, e a sintonia com entidades a afins que agem como magotes desenfreados que atacam os transeuntes burlescos, transmitindo-lhes induções nefastas.

“O pensamento altera o meio e atrai pensamentos semelhantes”

O clima torna-se doente, e o ar irrespirável, o que por si só já causaria sérios danos psico espirituais.
De acordo com estatísticas: De cada 10 casais que começam o carnaval namorando, 7 brigam durante a festa. Dentre os 10 casais 3 se submetem ao adultério e 7 se submetem as coisas que abominam no dia a dia.
O extase da igualdade e liberdade de diversão, hoje se confundem com orgia e depravação. Nas musicas, nas fantasias, nas representações, nas encenações, nas coreografias, e nas atitudes dos foliões que se entregam às mais diversas atitudes reprováveis divergentes da doutrina cristã. E como me envergonha, alguns ainda baterem no peito e dizerem que são cristãos. Será? Eu me envergonho de já ter feito esse papel…me envergonho, me arrependi, pedi perdão e procuro um caminho sadio.

Não sou uma beata bitolada,carola, NÃO! Pelo contrário, meu liberalismo às vezes me assusta, mas tenho certeza de que devemos viver para o bem, para o bom e para a arte do belo, sem agressão ou promiscuidade, sem apologia à essa loucura generalizada que toma conta, enquanto a consciência adormece. A minha consciência não adormece não. Não quero mais perder o controle, sair de mim, me entregar à indisciplina do ser. Isso não mais me satisfaz.

all rights reserved daestrela
texto idealizado por:Nine Navarro
postado por: Nine Navarro
Inspirated: Carnaval. Como atua a Espiritualidade dos Planos Trevosos.
Fonte:
1-Nas fronteiras da loucura
2-Lacan
3-Houaiss

” Traga pra cá tudo, faz o teu ser mudo me fazer falar”

17 fev

Quando tá escuro e ninguém te ouve
Quando chega a noite e você pode chorar
Há uma luz no túnel dos desesperados
Há um cais de porto pra quem precisa chegar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando, vê se não vai demorar

Uma noite longa por uma vida curta
Mas já não me importa basta poder te ajudar
E são tantas marcas que já fazem parte
Do que sou agora mas ainda sei me virar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando vê se não vai demorar

Uma noite longa por uma vida curta
Mas já não me importa, basta poder te ajudar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando ve se nao vai demorar

Trecho da Música: Lanterna dos afogados – Paralamas do Sucesso
Post Scriptum: Mas com MARIA GADÚ é bem mais legal!

Eu gosto de gente que ri

7 fev


Gosto de gente que tem o dom de transformar pequenos momentos em obras inesquecíveis, de pessoas que tem a cabeça no lugar, os pés bem fixados no chão, conteúdo interno, idealismo, e a cabeça na lua, na cultura, na filosofia, política, religião e principalmente enxerga as pessoas com o coração.
Que ri, chora, se emociona com uma simples carta velha encontrada esquecida e amassada no fundo da caixa de fotos, ou chora com um recado glosado no canto da página de um livro já amarelado.
Que se emociona com uma canção suave, com os toques musicais diferentes, um bom filme, um bom livro, um gesto de carinho, um abraço de afago. Que gosta de fazer coisas que gosta, sem fugir dos compromissos difíceis e inadiáveis, por mais desgastantes que sejam.
Que colhe, orienta e se entende, aconselha, busca a verdade e quer sempre aprender, mesmo que seja de uma criança, de um pobre, de um analfabeto. De coração desarmado, sem ódio e preconceitos baratos, com muito amor dentro de si. Que erra e reconhece, cai e se levanta, apanha e assimila os golpes, tirando lições dos erros e fazendo redentora suas lágrimas e sofrimentos. Gosto daqueles que não perdem a alegria de viver, mesmo com grandes tristezas e daquelas que sabem que a luta já é a vitória. As glórias e os louros são daqueles que agem, que respeitam a si próprios e aos seus semelhantes.
Gosto de quem agradece a cada novo dia, por mais uma nova oportunidade, de vencer, de acertar, de se viver em mundo mais justo.
Eu gosto de quem sabe que a paz mora dentro de si mesmo, que basta aquietar o coração, e procurar no seu íntimo a verdadeira felicidade que vem acompanhada da paz.
Eu gosto de quem é maduro o suficiente, que sabe esperar sem desesperar ( o que não é meu caso, embora eu tenha treinado muito). Gosto de quem não se engana. Que acredita que os males são passageiros. Gosto de quem tem cordialidade, gentileza e educação. Gosto de quem semeia, porque sabe visualizar a boa colheita dos frutos.

Gosto muito de gente assim, e até arrisco meu palpite de que seja esse o tipo de pessoa que DEUS também gosta!

E se quer ser uma pessoa assim, cerque-se de boas pessoas

Quando uma mulher está em silêncio.
tradução: um turbilhão de pensamentos enchem sua mente.

Quando uma mulher diz que está com frio,
tradução: ela quer um abraço.

Quando uma mulher diz que vai sentir sua falta,
tradução: ela não imagina a vida sem você.

Quando uma mulher chora,
tradução: ela se esforçou ao máximo para refrear as lágrimas, mas não conseguiu.

Quando uma mulher diz que está cansada,
tradução: ela quer que você seja seu travesseiro.

Quando uma mulher sorri,
tradução: é porque ela se se sente bem ao seu lado.

Quando uma mulher diz que está com saudades,
tradução: é porque isso está a corroendo por dentro.

Quando uma mulher está triste,
tradução: ela precisa de você mais do que nunca.

Quando uma mulher balança as mãos,
tradução: ela quer que você as segure.

Quando uma mulher te olha no fundo dos olhos, sorri e diz que TE AMA.
tradução: ela encontrou em você tudo o que sempre procurou.

e se vc ainda está de pé, é porque nunca perdeu

3 fev

E o sujinho, malfadado já se mostra, precisa de búzios? Só desejo que esse buraco na camada de ozônio tenha trazido mudanças também no zodíaco. Aliás acredito sim nas mudanças astrológias, inclusive adiantou o meu inferno astral em 10 meses.

Deus, em suα infinitα sαbedoriα, nos fez possuidores de uma só bocα e dois ouvidos, querendo com isso que utilizássemos em dobro nossα cαpαcidαde de ouvir e nos hαbituássemos à contenção de pαlαvrαs inúteis e julgαmentos inconvenientes.

ROLETA RUSSA

2011- Amaciantes e alvejantes

2 jan

O ano novo começa com a esperança de vida melhor, que entre os astros não se escuta, nem se vê, nem pode haver: que isso é coisa de homem esse bicho estelar que sonha e luta (Ferreira Gullar)

Chuva para trazer 2011 e para poder anunciar que será um ano de bençãos!

Depois de algum tempo você percebe que, para que seus caminhos se abram com a chegada de um novo ano não são necessárias simpatias, promessas, estrelas cadentes, pulinhos, sementes de uva ou procura profissional.
Depois de um certo tempo, você começa entender que o que realmente te faz feliz, são boas companhias, relacionamentos com pessoas perfeitamente encaixadas no contexto da vida, sejam profissionais, amorosos, familiares, sociais, enfim.
Então se quer uma dica para ser feliz, recomendo: fique ao lado de BOAS pessoas! Pessoas que te fazem bem! Desta forma os sorrisos vão surgindo, e agente se apaixona mais uma vez pela vida! Por vidas! Durante vidas!
Ao deitar na cama, o sono vem, e os olhos até insistem em ficarem abertos, mentalizando uma oração mas a única coisa que consigo fazer é agradecer!

Obrigada! Obrigada! Obrigada! Obrigada! Obrigada! Por mais um dia de vida bem vivido. Pela minha casa, pela minha cama, meu alimento, minha família, meu amor, meus amigos e minha sanidade!

O único pedido que emana é para que o bem estar mantenha-se estável a cada estação do ano.
Um ano que começou com chuva, muita água para mostrar que 2011 será o ano divisor de águas, e cheio de bênçãos. Eu gosto de chuva, não deveria gostar como qualquer pessoa comum, que gosta de piscina e verão. Mas infelizmente, eu ando no sentido contrário das multidões. Gosto do frio, da chuva, da neblina, das botas e dos guarda- chuvas coloridos.
E meu desejo é o de que a próxima chuva traga em sua composição água sanitária, com o mais puro branco, revelador, tirando as maquiagens, despindo, deixando a consciência daqueles que não tem, limpa.
E que não adiantasse correr para debaixo das marquises, ou então abrir os guarda-chuvas. Tudo seria limpo, lindo e transformado.
A diferença entre alvejantes e amaciantes é que os segundos são superficiais, vide o próprio nome. E não me convencem, eu sinceramente prefiro os alvejantes, que limpam, clareiam e iluminam, quando usados da forma correta. Mas podem deixar cheiro forte e manchas desbotadas, se não forem usados conforme as instruções.
Não gosto dos tons pastéis, eu gosto é do branco, quando é branco quarado no sol com alvejante, e também dos coloridos mais coloridos, os quais alvejantes nem passam por perto, porque desbotam e estragam.

Comigo é assim, eu particularmente vivo no extremo. Assim que eu gosto. E gosto dos alvejantes, não dos amaciantes, repito!

Não acredito nas propagandas de novos produtos maravilhosos de limpeza, eu opto pelo tradicional! Não,eu não estou fazendo metáforas, conotações, mitoses, metástases, dálmatas, lenons ou qualquer outra coisas do nível. Imagine!
Aqui tudo se trata apenas de conselhos domésticos, de ir fundo até a raiz de sujeira, e arrancá-la com corrosivos, que clareiam, purificam, matam todos os germes e bactérias e se usados de forma incorreta, podem fazer estrago. Portanto use panos velhos, roupa já manchada no dia faxina.

Aqui não existem conotações, além dos mais conselhos domésticos são bem mais a minha cara né?

all rights reserved daestrela
texto idealizado por Nine Navarro
postado por Nine Navarro
Inspirated live in a bubble – Fegava

A vida é muito curta para acordar com arrependimentos. Ame as pessoas que te tratam bem. Acredite que tudo acontece por uma razão. Se tiver uma segunda chance, agarre com as duas mãos.
Se isso mudar sua vida, deixe acontecer.
Beije devagar. Perdoe rápido.
Deus nunca disse que a vida seria fácil. Ele simplesmente prometeu que valeria a pena… (Autor Desconhecido)

“Tão bom morrer de amor e continuar vivendo.” Mário Quintana

28 dez

Eu, por mim, queria isso e aquilo, um quilo mais daquilo, um grilo menos disso.
É disso que eu preciso!

Ao bom velhinho – texto Fernanda Young

25 dez

Querido Papai Noel:

Tenho sido uma boa menina e me comportado bem. Mentira, tenho sido uma boa menina e me comportado mal. Não faço pipi na cama, mas faço má-criação. Cumpro com os meus deveres, mas falo um monte de nomes feios. É que ando um pouco de saco cheio de certas coisas.

Políticos roubando sem parar e as pessoas com medo de assalto. Prefeituras me multando pelas ruas e as cidades entregues as baratas.

Crianças fazendo malabarismos pelas esquinas e todo mundo preocupadíssimo com o namoro dos famosos. Mulheres aumentando cada vez mais seus peitos e os homens assistindo cada vez mais futebol. O mundo piorando ano após ano e todos soltando foguetes no réveillon.

Gente falando mal do que eu faço e não fazendo porcaria nenhuma. Bom, a lista seria grande. Mas não foi para me queixar que resolvi escrever para você.
Queria, por causa dessas chateações, fazer alguns pedidos. Todos de coisas que não existem, vou logo adiantando. Mas você também não existe e eu dei um jeito de te mandar esta carta, certo? Eis, então, o que desejo:

UMA COLA DE BARRIGA
Adoraria que minha barriga grudasse de volta. Tive filhos e, depois, já tentei de tudo, mas não há milhares de abdominais que resolvam.

UMA PIZZA ANTIDEPRESSIVA
. Adoro pizza, mas detesto a culpa que se segue. Poderiam descobrir algum ingrediente totalmente natural, que pudesse também ser usado para fazer chicletes de auto-estima.

UM APAGADOR DE GAFE.
Poderia vir em spray. Após alguma gafe cometida, a pessoa daria uma borrifada no ar e os últimos 15 segundos deixariam de ter existido.

UMA ESCOVA PERMANENTE, PERMANENTE MESMO. Que tipo de “permanência” é essa, que não resiste a umas gotinhas de chuva? Eu busco a eternidade – o furacão Katrina poderia passar pela minha cabeça que a escova continuaria intacta.

UM GENÉRICO DO SIMANCOL. Ninguém mais ia continuar precisando de uma dose de simancol, pois bastaria passar na farmácia da esquina.

UM ARMÁRIO AUTO-ARRUMANTE. Aqui em casa, já temos um forno autolimpante, um freezer autodescongelante e várias figurinhas autocolantes. Só falta alguém resolver a questão dos armários.

UM DERRUBADOR DE SINAL
. Quando alguém viesse falar ao celular perto de você, o sinal automaticamente cairia. E, quando alguém ligasse para um celular próximo a você, escutaria a seguinte mensagem: “O aparelho chamado encontra-se na região de uma pessoa sem paciência, ligue depois”.


UM LOCALIZADOR DE ROUBADAS
. Funcionaria como um localizador GPS comum, com uma diferença: sempre que você estivesse indo em direção a uma roubada, o aparelho indicaria o caminho de volta para casa.

É isso, Papai Noel. Apenas isso. Botarei o meu sapatinho na janela do quintal acreditando em você.
Feliz Natal a todos.

Fernanda Young

Natal: luzes incandescentes, corações frios, calafrios!

23 dez


Amanhã é natal, não gosto de natal! Pra que serve? Tento ser contagiada pelo espírito natalino, mas não consigo! Me dá urticária ver tanto verde e vermelho, luzinhas piscando, papai noel com barba de nylon e roupa de cetim, barriga de almofada, suando embaixo daquela fantasia ridícula, fedendo e dando bala SOFT para as crianças na porta das CASAS PERNAMBUCANAS. Este é o natal para você? Este é o seu natal? Todo mundo lhe deseja roboticamente: Feliz natal – mas no fundo querem mais é que você se foda!

-Alaíne, Feliz Natal!
Pergunto: – Por quê? O que você quer dizer com isso?
Todo mundo arregala o olho e me olha atônito sem resposta. Ficou louca menina?
-É isso mesmo, me explica direito, por que você quer que eu tenha uma feliz natal? Como devo fazer isso? Só o Natal? Por quê?
Não, ainda não fiquei louca! Ainda.

É natal, é natal, mas cadê o espírito natalino? Continuo vendo pobreza, ódio, traição. Cadê o bom velhinho? Cadê as crianças educadas, que respeitam e tem medo dos pais? Cadê os pais que se amam, são fiéis, se repeitam e zelam pela família? Cadê a inocência que é roubada das crianças cada vez mais cedo? Pelos impuros, pelos tarados, pelos maníacos, pelo consumismo, pela televisão, pelo sexualismo gritante que passa na novela das 6, onde o horário é permitido para toda a família, pelos sonhos trocados por dinheiro, pelo bem estar que se transforma em moeda de escambo. Cadê os sonhos inocentes? Foram todos sufocados. Cadê a alegria de ir a escola e respeitar os professores? Cadê a vontade de constituir uma família e ensinar os filhos a rezarem?

Cadê o dinheiro para comprar o presente? Cadê a comida da ceia?

Cadê aquela família feliz que se reunia em volta da mesa antes da meia noita para fazer uma oração,e agradecer a Deus por estarem mais uma vez todos juntos e com saúde? Cadê a nossa fé?

Cadê o sorriso da criança que não recebeu presente? A árvore está seca, a mesa está vazia, o livro está fechado, a bíblia perdeu o sentido.
Luzes? Brilham quentes dentro de você? Iluminam a sua vida?

Você é capaz de iluminar a vida do seu próximo simplesmente com a sua agradável companhia?

Ah, repito que O NATAL NÃO É PARA QUALQUER UM!
O Natal está tornando-se de poucos…
E eu me deixo contagiar, pelo pouco do natal, que há dentro de mim.
E dos outros?

“Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e
Tudo se perderá.”

Charles Chaplin

JUST FOR TODAY,

Paz, sossego e tranquilidade. Talvez este sossego não se repita nos próximos dias que findam o ano, então já antecipo aqui a minha despedida. Se fosse para fazer uma retrospectiva do meu ano, todos com certeza teriam mais enjôos do que em uma montanha-russa, porque minha vida é assim e haja estômago, são grandes as reviravoltas. No entanto, por enquanto -por enquanto- tudo sob controle.

Quero fechar 2010 na intensidade, e de forma que soa para mim, no mínimo estranha. Com amor. Com amor? É!
Quando é bom demais assusta né? Estava desacostumada com grandes emoções…

Que 2011 venha nesse mesmo ritmo. Dessa vez vou recepcionar bem o ímpar.
Façam o mesmo! Não desperdicem 365 chances de serem felizes!

Bom final e início de ano pra todo mundo que ficou bem mocinho(a) durante os 12 meses.

“Caiu, chorou, parou, pensou, sofreu
Levantou, superou, confiou, desculpou, perdeu
Afundou, lutou, persistiu, escolheu, venceu
A vida é assim mesmo
Dias de lutas
Conquistas e perdas
Todos os dias é um desafio
E todos nós temos capacidade para vencer
Deus dá o mesmo a todos
A fé traz as vitórias.”

(Germana Facundo)

Saúde. Família feliz. Unida na medida do possível. Sorriso fácil.
Amor? Encontrei!
Tu? Um bom motivo para sonhar! Um bom motivo para amar, amar perdidamente, só pelo simples fato de amar.

O tempo é curto. Eu imploraria por mais, eu me estenderia se não fossem as responsabilidades da vida real me podando. São poucas linhas, assim como foram poucos dias juntos, mas é o respeito, a amizade, são ouvidos, os casos, besteiras, confiança e antes de tudo esse amor, que me fazem ter a certeza do FOREVER eternizando e quebrando violentamente as minhas regras. E tudo aquilo que eu desmoralizei um dia, hoje vem me dar um tapa na cara. Admito, lambida e nada sem graça: -você venceu! O amor existe!

Não é mera invenção do capitalismo para lucrar com presentes para os namorados, flores, caixas de bombons, romances, dramas e ser fonte principal de renda da MPB!

É aquele surrado, mal-falado, desacreditado e raro amor, que eu achava que não existia.
Pois existe!

E arrebata, atropela, derruba, o violento surto de felicidade causado pelo simples vislumbre do teu rosto.
Ele existe! É real e é forte. Moreno e mede mais de 1,80m!rs!

“I hear the echo of the promise I made
When you’re strong you can stand on your own
Those words grow distant as I look at your face
No, I don’t wanna go it alone” ( Kiss)

E eu quero que as cerejas virem melancias, as andorinhas papagaios, e os shitakes virem incensos! A quem devo pedir que na minha vida se repita a felicidade? Obrigada Meu Deus, agora eu sei que a verdadeira paz vem acompanhada de alegria, encerrando o mês, o ano, e só tenho a agradecer.

E a única coisa que peço, é para que o Senhor me Capacite!
Capacita-me senhor, para que eu tenha audácia e coragem de lançar-me à luta, abraçando a vida com paixão, não me deixe tornar uma mulher ordinária Papai, te quero dono do meu tempo e dos meus planos, quero que sejas meu universo. Não quero a minha vontade, quero agradar-te e cada sonho que há em mim quero entregar-te!
Jesus este é o meu desejo! Senhor, seja tudo o que tenho e o que sou está nas tuas mãos!
Vem espírito santo, habitar em mim, seja feita a tua vontade, a não a minha! Guarda-me como a menina dos teus olhos! Capacita-me SENHOR!

Encerro assim, com oração, e com enorme gratidão.

all rights reserved daestrela
texto idealizado por Nine Navarro
postado por Nine Navarro

attraversiarmo.

19 dez

“Aprenda a lidar com a solidão. Aprenda a conhecer a solidão. Acostume-se a ela, pela primeira vez na sua vida. Bem-vinda à experiência humana. Mas nunca mais use o corpo ou as emoções de outra pessoa como um modo de satisfazer seus próprios anseios não realizados.“

em 21 de novembro say:

Mas se alguém me desafia e bota a mãe no meio, eu dou porrada 3 por 4 e nem me despenteio, porque eu já tô de saco cheio! (Chico Buarque) E que me desculpem os tolos, mas eu sei viver nas entrelinhas, sem me sujeitar às limitações por elas impostas…

“Decifra-me, mas não conclua. Eu posso te surpreender”.
(Clarice Lispector)

E, mais uma vez, eu repito nesse nobre (ou não) blog:

lealdade (dicionário Houaiss): s. f., qualidade de leal; sinceridade; acção leal.
lealdade (dicionário Nine): qualidade de cachorro que nem todo ser humano tem.

Deus me deu um coração grande. Mas esperto e seletivo.
Dou minha cara aos tapas. Mas só apanho uma vez.
Levo um minuto pra gostar de você. E trinta segundos pra tomar abuso da tua cara eternamente.
Dou meu pescoço por gente leal. E estendo meu dedo médio na tua cara sonsa sem pestanejar.
Eu escuto sorrindo tudo que tu me diz. Mas só acredito no que EU quero.
Eu posso te guardar no coração hoje. E te jogar no lixo amanhã.

Gente, sério, eu tenho PRO-BLE-MAS com gente sonsa. Alguém me salve de mim, man! Hahaha..

“the beautiful people, the beautiful people… it’s hard to be clean.”

E findando o incrível sweet november, nem sei porque eu gosto tanto do mês de novembro, pois ele sempre me persegue com inferno astral, e você me vê on line no msn, e vem me perguntar:

-Oi, como está?

Eu não tinha parado para pensar,!
É neste ano, acho que eu não parei, e sinceramente, como estou?
Sinto que dei um salto enorme nos últimos 365 dias, 1 ano mais velha, mais experiências acumuladas, contas de telefone, embaraços, declarações, traições e muitos litros de água a menos no meu corpo expelidas por lágrimas, e menos água no mundo também.
O clima esquentou, sempre fui politicamente correta, mas não me preocupava em exigir tais atitudes das pessoas ao meu redor. Me sentia o beija-flor apagando o incêndio da floresta, levando água no bico, enquanto toda manada fugia. Mas agora não, me sinto uma leoa lutando por um ambiente inteiramente conservado, lixo no lugar certo, reciclo, tomo banho rápido, não uso mais secador de cabelo, e uso o mínimo de energia possível. Não jogo gordura e nem café na pia, evito detergente, só compro biodegradáveis, não uso sacolinhas de supermercado, reinvento tudo o que for possível e passível de uma segunda ou nova utilização. Pouquíssima carne vermelha, mutios legumes, frutas, vegetais e sementes. Sem CFC, nada de industrializados, pouco carro e muita pernada. Economizo, rezo, reciclo, reinvento, exijo, choro e assusto! Tenha certeza de que terei lindos filhos que farão a diferença no mundo e me farão muito feliz. Quero vê-los crescer, torcer para terem o nariz da vovó, e debruçar com eles na janela vendo e rua, e contar-lhes histórias do Monteiro Lobato quando já estiverem na cama. Tenho, de sobra, a vontade de ser mãe. Mas, tenho de sobra mais ainda, medo de colocar corações no mundo. Já pensou na responsabilidade? Não digo nem a responsabilidade financeira, ou de estrutura psicológica, física, material, espiritual, etc…
Mas já pararam para pensar o estrago que uma criança faz no meio ambiente? Fraldas descartáveis, energia, brinquedos, cadernos, energia, energia, energia…
E o mundo cada vez mais quente -mais louco- Deus mandando vário sinais de que a terra já não suporta mais tal demanda! Estão exigindo demais e fazendo pouco por ela, tenho medo de que aconteça um segundo BIGBANG! Acha que eu sou louca? Vai brincando, acompanhe as notícias de hoje, e do ano em que eu nasci e tire as suas próprias conclusões!

Enfim, eu ficaria zilhões de tags expondo minhas teorias de evolução, meio ambiente e reprodução. Mas a questão não são as teorias mas sim, os novos medos e o amadurecimento.

Formei. Estudei. Ralei. Chorei. Mudei. Cansei. Empolguei. Desisti, não teve adrenalina, assim não vale a pena. Trabalhei. Trabalhando. Ralando. Dinheiro? Onde? Dignidade? Procuro! Respeito? Eu tenho! Felicidade, cultivo. Amizades, só as melhores. Espiritualidade? tenho de sobra. Fé, me guia. Paciência! Tudo é uma questão de manter a coluna ereta, a cabeça erguida, o pulmão cheio, um leve sorriso desenhado nos lábios. Dor? Nem sofro. Não MESMO! Saudade? Passa!
Alívio? Eu sinto muito alívio, mas muito mesmo! Já sei responder a pergunta de como exatamente eu me sinto: A-L-I-V-I-A-D-A! 500 quilos mais leve, a alma ás vezes pesa né?

Estou me sentindo como se tivesse aposentado uma bengala que sempre me ajudou a andar durante toda a vida. E como é bom poder andar com as minhas próprias pernas, sem “apoios incertos”. Mais do que andar, agora percebo que se desejar, posso voar e sem amarras, agora farei tudo o que a imaginação mandar, vou ali ser feliz e já volto!
Sabe por que digo isso? Porque meu maior aprendizado deste ano foi o de deixar o passado no passado! Tão difícil isso? Sim, pra mim era, sempre foi, sempre vivi no passado, na ãnsia do futuro incerto e o presente mal vivido.Mas agora como se num estalar de dedos a melodia mudasse, agora era tudo passado, e entendi que tudo que poderia ser feito, já havia sido feito.
Sorri, e respirei leve e feliz assim. Muito leve, muito feliz, o corpo quase adormecido formigante de êxtase, porque encontrei a mim mesma, a verdadeira felicidade, mora dentro de mim.
Coragem. Seria coragem a palavra certa.Coragem de abandonar sentimentos antigos, malhados, adormecidos e confortáveis. Criei coragem de abandonar o conforto e procurar a felicidade. E quer saber? Achei!

Hoje a FELICIDADE mora comigo, embalo ela no colo, passo as pernas no meio dela, ajeito ela embaixo de mim, agarro e durmo. A alegria é quem me faz carinho. Vivo tranquila. Agora não tem mais pedras e espinhos no meu caminho, eu durmo serena e acordo, com o canto dos passarinhos. Vejo fadinhas enrolandas no varal.

all rights reserved daestrela
texto idealizado por Nine Navarro
postado por Nine Navarro

“Não nasci pra viver mais ou menos, nasci com dois pares de asas, vou aonde eu me levar.”

(Clarice Lispector)

Justifica? Não! Mas me faz ter forças para continuar pedindo ao Espírito Santo que me dê seus dons, dentre eles, temperança, paciência, inteligência, sabedoria, ciência para entender as ciências sem véus e também compreender as pessoas, e principalmente que não sou nada, sem ELE!

Segue o texto, do padre Fábio de Melo:

Constatamos claramente que existe na sociedade de hoje uma suposta “cultura do imediatismo”, e se analisarmos cuidadosamente nosso proceder encontraremos nele marcas desse imediatismo vigente.

Queremos tudo pronto, do jeito que idealizamos e na hora em que pensamos. Por isso, o homem contemporâneo se perde cada vez mais em uma profunda superficialidade, pois não consegue experimentar o crescimento e a maturidade que o ato de esperar traz a cada pessoa.

Como diz o ditado: “O apressado come cru”. É verdade. Basta olhar para os fatos.
Quantas são as pessoas que se encontram infelizes ou se separaram, partiram, enfim, porque se casaram precipitadamente… Quantos jovens se encontravam ansiosos para casar e, até contrariando a muitos, se casaram antes da hora, e depois como fruto de sua impaciência vivem um verdadeiro inferno conjugal. E o que é pior: chegando até a culpar a Deus pelo seu infortúnio.
Na hora de fazer algo não se pensa em Deus nem se pergunta para Ele, depois cruelmente Ele se torna o vilão da história… É como o aborto. “Na hora de fazer ninguém pensa”, depois que acontece a gravidez surgem as justificativas: “Não tenho condições de criar essa criança”. Ou “Não tenho uma boa situação financeira, por isso não poderei dar uma boa educação [para a criança]”. Por que não se pensa nisso na hora de concretizar o ato? Por onde andava a “responsabilidade” nesse momento?

Agir precipitadamente em busca de um prazer imediato muitos querem, mas assumir as consequências de suas ações poucos ou quase ninguém quer… É nossa a responsabilidade pelos nossos atos, ou pelo menos deveria ser.

Saber esperar o tempo certo é sinal de maturidade. Quem é maduro espera, quem não o é inventa motivos ilusórios para fazer sua vontade antes do tempo.

“A paciência tudo alcança”, a espera nos faz crescer. Deus lhe dará o que você pede (se for conforme a vontade d’Ele), mas, antes, Ele o prepara para receber.

E saiba que é sempre mais do que foi pedido. Basta apenas confiar e esperar n’Ele.
Precisamos aprender a não desistir; a não desistir dos outros e, principalmente, de nós mesmos. Tudo tem seu tempo, é necessário dar tempo ao tempo, cada pessoa tem seu tempo de amadurecer e crescer, não temos o direito de desistir das pessoas impulsionados pelo nosso imediatismo.
Quem é maduro sabe esperar o tempo de cada pessoa, o tempo do amigo, da esposa, do companheiro de trabalho, entre outros. Temos que acreditar nas pessoas, enxergando além de suas fraquezas do hoje, pois o mundo está carente de pessoas que vejam nas outras a virtude que está por vir, o positivo que está escondido por detrás da imperfeição… Já existe muita gente que condena e aponta o erro, precisamos de gente que aja de forma diferente.
Você também não tem o direito de desistir de você, nem de ninguém. Calma. Aos poucos tudo se encaixa. Tenha paciência consigo, pois, “a conversão é um processo e não uma mágica…”
Tenho medo de pessoas que se acreditam práticas e resolvidas demais, pessoas que são rápidas e boas em tudo, pois estas, por inúmeras vezes, matam a muitos que precisam ter a oportunidade de ser gente; “gente que não nasce sabendo e que aprende aos poucos”.
Do que vale uma perfeição que sufoca o outro? Jesus nunca nos pediu isso. Ao contrário, Ele nos pede a misericórdia.

“Paciência não se ganha, se conquista, mas, com paciência…”. Se você não entendeu alguma coisa, não se preocupe, calma. Aos poucos você vai compreender… Aliás, quem foi que disse que você tem de entender tudo? Quem!?

Um punhado de paciência vale mais do que um barril de talentos. [Proverbio holandês]

” O vinho dá força ao coração.
Dá calor ao rosto.
Tira a melancolia.
Alivia o caminho.
Dá coragem aos mais covardes.
Faz esquecer todos os pesares.”

all rights reserved daestrela
texto idealizado por Padre Fábio de Melo
postado por Nine Navarro

Só me sinto digna das minhas asas se eu as utilizar para fazer os outros voarem.¨ A cury

6 dez


“Então me vens e me chega e me invades e me tomas e me pedes e me perdes e te derramas sobre mim com teus olhos sempre fugitivos e abres a boca para libertar novas histórias e outra vez me completo assim, sem urgências, e me concentro inteiro nas coisas que me contas, e assim calado, e assim submisso, te mastigo dentro de mim enquanto me apunhalas com lenta delicadeza.”

– Caio F. Abreu –

“(…) proibido emoções cálidas, angústias fúteis, fantasias mórbidas e memórias inúteis.”
(Caio Fernando Abreu)

Especial Clarice Lispector, Sagitariana de 10 de dezembro. Em 2010 ela faria 90 anos.

“Renda-se,como eu me rendi.Mergulhe no que vc não conhece como eu mergulhei.N preocupe em entender,viver ultrapassa qualquer entendimento.” (Clarice Lispetor)

“Me deram um nome e me alienaram de mim” (Clarice Lispector)

“Antes era perfeito. Ter nascido me estragou a saúde.” (Clarice Lispector)

“Não me prendo a nada que me defina. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser.” (Clarice Lispector)

“Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas; minhas tristezas,absolutas.Me entupo de ausências, me esvazio de excessos.Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos.” (Clarice Lispector)

“Posso ser de mel, e de veneno. Posso ser muito humana, e muito bicho também. Me morde e eu te como” (Clarice Lispector)

“Não suporto tentações, pois caio em todas elas.” (Clarice Lispector)

“Não nasci pra viver mais ou menos, nasci com dois pares de asas, vou aonde eu me levar.”(Clarice Lispector)

“Mas você – eu não posso nem quero explicar – eu agradeço.” (Clarice Lispector)

” Por isso, eu te peço. Me provoque.Me beije a boca.Me desafie.Me tire do sério Me tire do tédio Vire meu mundo do avesso!” (Clarice Lispector)

” O bonito me encanta, mas o sincero, ah! Esse me fascina. ” (Clarice Lispector)

“Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer.”(Clarice Lispector)

“Quem não tem pobreza de dinheiro tem pobreza de espírito ou saudade por lhe faltar coisa mais preciosa que ouro” (Clarice Lispector)

“Não se pode andar nú nem de corpo nem de espírito.” (Clarice Lispector)

anfíbios e artrópodes – só para constar, continuo ODIANDO!

2 dez

As pessoas me acham “interessante”… Eu concordo com tudo, também,
nunca discordo do que se diz, tenho muito tato e conquisto as pessoas necessarias.”

Eu cobri meu coração e joguei fora alguns dos meus sentimentos antes mesmo que eles trouxessem mais alguma dúvida.
É esse o mais novo e bem elaborado kit de salvamento, criado logicamente por mim.
E para evitar que venham citar o teor de ceticismo e frieza contida na estratégia eu apresento o outro lado da moeda.
Todo o histórico vivido e que me fez chegar até aí.
São algumas porções de passos em falso. São situações e mais situações de dedicação jogadas no lixo. Foram esperas, idas e vindas, traições, contas telefônicas, ciúmes, falhas, mentiras, paciência, prazos, calmantes, choro, tempo. Enfim, todo o cápitulo 8, intitulado “relacionamentos amorosos”, da minha auto biografia.
A minha doce tragédia que com muito esforço, hoje, não se cria mais aqui. As raízes foram arrancadas por calos muito bem desenvolvidos.
Mesmo ciente da minha vulnerabilidade diante do acaso, do destino, do futuro eu tomo a minha dose diária de prevenção quando me desprendo das expectativas de um grande e verdadeiro amor.
Eu deixo o tema aí disponível para os grandes romancistas e músicos, enquanto na trilha sonora da minha vida eu controlo cada verso ou tom.
E se eu te falasse que a imagem no espelho não é a de uma pessoa amarga, você com certeza marcaria a opção “a”, em que diz “afirmação falsa”.
Eu continuo a viver com paixão, no entanto com muito mais equilíbrio nessa nova composição.
Eu continuo achando algumas pessoas interessantes, porém não fico mais idealizando a performance delas na minha vida.
Eu continuo tendo a certeza de que quero dividir a minha velhice com alguém especial, mas até então eu acho perfeita a forma como me ajeito sozinha na minha cama.

A definição do que é o amor, hoje, pra mim, sofreu grandes trasnformações. Já não perco mais tanto tempo em prol dele e menos ainda engulo sapos, jacarés e até os grandes dinossauros pelo receio de ficar pra titia.
Só para constar, eu não me tornei um ser independente do calor, dos carinhos, daquilo que possa parecer romântico.
Estou aí no campo. Exposta e aberta. Mas também atenta e com quantos pés no chão forem precisos, nem que pra isso eu precise utilizar os teus.
Agora eu consigo trabalhar com a idéia de que as “coisas” podem e talvez até devam ter o seu tempo determinado. E que EU sim, preciso viver feliz pra sempre.

Logo, não precisas desistir da idéia de tentar me seduzir.
Mas esteja certo de que quer encarar.
O relacionamento que tenho comigo
mesma agora é algo inabalável.
Você precisará de muita força.
Boa sorte!

Sejam vocês mesmas!

26 jul

Oi coleguinhas! Eu estou muito bem, obrigada!

É pra falar a minha vida??? Pois bem, isso é algo que realmente está saturado.
Já não aguça a curiosidade de ninguém e menos ainda traz grandes expectativas.
Acho que tudo perde o seu charme quando se descobre que não é intocável.
O Cascão continuará sendo sujinho, o Tom nunca pegará o Jerry, o Super Homem não vai morrer e eu nunca acordo de cabelos escovados. Decepcionou?

Quem sabe então se eu falar de futuro agora? Esse filme ninguém viu.
Vamos lá, daqui há alguns anos eu vou estar casada, morando numa casa grande , ainda malhando muito e de olho na balança.
Nem por isso eu desistirei do chocolate branco, dos sanduíches e das minhas saias.
Tampouco meu marido vai deixar de me amar ou minha mãe não sentirá mais orgulho de mim.
O meu cabelo vai ser de uma cor, que realmente só deus sabe, já que ele muda de cor de acordo com o meu humor, se bem que estou feliz deixando ele crescer da cor da natural. Mas uma coisa é certa, Pretendo manter água oxigenada um tanto quanto longe dos meus cabelos.
Computador e a internet pra mim, serão coisas meramente profissionais. E até lá, Deus me ouça, muita gente já terá me esquecido.
Quem interessa terá meu nome na lista telefônica e minhas visitas nos finais de semana.
O meu papel de parede possivelmente verá a foto de um cara sorridente de ombros largos com dois cachorros e filhos.
Eu adoro o modo como levo minha vida. E mesmo que isso desaponte algumas pessoas, eu consigo muito bem agradar quem merece.
O que se tornou bem simples, na verdade.
É a lei do retorno… E nesse caso, pra você, só o meu beijo de despedida!

Não use drogas. Não pise na grama. Tire boas notas. Não fale palavrões. Seja fiel. Lave a louça. Diga sempre obrigada. Compre pão ao voltar pra casa. Reze antes de dormir. Lembre do aniversário da tua avó. Recicle. Dirija com cuidado. Tome banhos rápidos. Ame os animais. Respeite os mais velhos. E antes disso tudo, saiba valorizar o teu tempo.

Deus me fez um cara fraco
mudo e censurado
submisso e submerso, sub-alimentado
mas um dia o vento vira
e tome cuidado
pq a coisa fica feia
tb pro seu lado
passe bem, muito obrigado

Chico Buarque- Partido Alto


As vezes eu acabo concordando que na minha certidão de nascimento deveria mesmo estar escrito OZ, ou que seja, Terra do Nunca.
Onde foram parar meus quase 24 anos?
Parece que toda vez que eu olho pra trás vejo que a última festa foi a de 15!! É como se os 6 anos sem meu pai por perto nunca terem acontecido. Foi ontem, eu de uniforme azul, que ele pegou a mala, entortou a boca e disse pra eu ser forte.
E eu nem sei por que essa síndrome de Peter Pan me incomoda

Pelo menos foi desse meu jeito atípico que camuflei as esperas mais longas e cruéis da minha vida. Vai ver foi esse o meu mecanismo utilizado para que tudo doesse menos e por menos tempo. Pra manter ainda disposto o coração.
O que de fato perturba é ter ainda a sensibilidade de uma criança. E o pior, junto de uma bagagem e a visão real do que é o mundo hoje.
Eu sofro demais com a saudade do passado de coisas que eu SEI que não voltam mais e tenho a infeliz consciência de sofrer antecipadamente pelo futuro.
Eu simplesmente não me contextualizei na matéria de cegar certos sentimentos que a modernidade tanto exigiu. E que palavra ridícula é essa chamada de sociedade!
Talvez eu tenha estagnado no tempo pelo fato de que sendo criança eu era maior que tudo.
E eu podia salvar o mundo salvando a asa de um passarinho e sonhando com o dia que seria delegada e colocaria faria justiça na marra!
E eu podia também dormir em paz. Era mais fácil quando eu não entendia o porquê de tanta gente dormir na rua em dias que faziam tanto frio.

E não sei ainda se o difícil é crescer ou compreeender.
Que se danem os meus testes psicológicos! Eu vou estar na casa dos 60 com os mesmos fortes traços de infantilidade, desenhando botões coloridos em blusas e me sentindo insegura diante de um mundo em que sou uma estranha.

E que Deus me permita permanecer estranha em um mundo que se tornou tão estranho!

Sejam vocês MESMAS!

“Sejam vocês mesmas! Estudem cuidadosamente o que há de positivo ou negativo na sua pessoa e tirem partido disso. A mulher inteligente tira partido até dos pontos negativos. Uma boca demasiadamente rasgada, uns olhos pequenos, um nariz não muito correto podem servir para marcar o seu tipo e torná-lo mais atraente.
Desde que seja seu mesmo.”

Sexy não é o decote mais ousado, mas sim as costas lisas que aparecem quase que sem querer.
Tu não te tornas sexy, não se faz sexy.
Não incorporas personagens na intenção de ser sexy. Não se compra certificados ou posturas sexy em lojas.
Sexy apesar do radical, nem sempre está relacionado ao sexo.
Um pode vir a ser conseqüência do outro, mas não necessariamente. Ou nessa ordem.
Atitudes politicamente corretas são sexy.

Vulgaridade não. Cueca branca sim. A camisola de algodão pode ser mais sexy do que a cinta liga.
O cheiro da loção pós-barba, de roupa seca no sol e sabonete jonhson´s são mais sexy que músculos.

Mãos são sempre sexy, enquanto que o bumbum nem sempre.
Olhos cerrados do sol, ou pela falta de vista mesmo são sexy.
Timidez pode ser sexy. “Bom dia”, “Com licença”, boa educação é sexy.
Unhas vermelhas, apesar da intenção e do senso comum, dificilmente são consideradas sexy pelos homens.

Bom humor é tão sexy quanto champagne. No entanto que sejam usados em horas certas e com moderação.
Ninguém quer sair para jantar com um show humorístico, menos ainda com um membro do AA.
Um cara fazendo compras no supermercado, analisando valor calórico das coisas e levando um bom vinho em seu carrinho pode ser sexy.
Esse mesmo homem fica ainda mais sexy quando tenta em vão ajeitar o cabelo da filha na porta da escola.
E ele nem precisará ter todos os dentes pra isso.
Porque as mulheres são assim, encantam-se com homens que tratam bem os animais, dão moedas para crianças em semáforos e não jogam lixo no chão!
Não tente entender, apenas faça!
Particularmente, sexy são as atitudes que não têm a intenção de serem sexy.
Não são as caras e bocas forçadas que se vêem em fotos. Começando pelas minhas, lógico.Não são rendas e transparências. Nem a morena mais que a loira. Sexy é algo intrínseco. Que geralmente encontra-se em entrelinhas.
Claro, pode ser também Angelina Jolie e Justin Timberlake.
Mas são também olhares, gestos simples e posturas diante da vida.
Sendo assim, desista de forçar a barra. Desencana do batom vermelho que não te cai bem. Ao menos que trabalhes no circo ou estejas tentando conquistar o Bozo. Todas aquelas fantasias que fazem da tua gaveta uma espécie de Guia de Profissões, tu podes até guardar para o próximo Hallowen. Doar para um grupo de teatro, bloco carnavalesco, tanto faz.Eu sei que sonhas com as tuas havaianas encardidas todas as noites que optas pelo salto fino a fim de ficar mais sexy. Se tu soubesses como esses malditos sapatos tornam-se verdadeiras armas contra ti lá pelas 3 horas da manhã, quando já estás andando feito maratonista em final de prova. Segurando nas paredes, arrastando os dois pés com a cara sofrida, forjando um sorriso para o gatinho e dizendo: Que nada, bobo! Tô ótima, agüento até o sol raiar! Uhul!
Não, não! Isso não é sexy. Não mesmo.
Então preste atenção e veja bem como é simples…
Quantas vezes ele já não mencionou que fica linda dormindo com a cara enterrada no travesseiro?
Ou que aquele vestidindo surrado e manchado de Q-boa que tu fazes a faxina nos sábados é a roupa que deixa mais atraente?
Então repito: Desista de forçar a barra!
A naturalidade sai mais barata e te faz somar pontos. Não cansa e não traz nenhum tipo de frustração. E ainda assim, caso alguma coisa possa vir a dar errado, tu colocas toda a culpa nos teus pais e na educação que eles te deram.

A incessante busca termina aqui, quando descobres que o mais sexy de todos és tu sendo tu mesmo.
Quando optas por usar nenhum outro artifícioque não seja a tua personalidade.

Katherine Deneuve Says:

Revolucionária na medida do possível.
Humanista, nem sempre sempre.
Democrática, a menos que o ditador seja eu.
Mutante, porque ser sempre igual não leva ninguém a nada.
Utópica.
Exagerada como o diâmetro do sol.
Dissimulada, porque é preciso ser.
Igualitária, pq o mundo é de todos nós. TODOS.
Engraçada nem sempre, mas tem aqueles que riem…
Cantora de chuveiro, desenhista de canto de caderno.
Observadora distraída da realidade.
Paradoxal.
Alice em sua forma mais humana.
Sofia em uma versão menos filosófica.
Sonhadora, o tempo todo.
Apaixonada pelo mundo; é, é.
Frágil (é, mas finja que não sabe disso).
Desacreditada de uma pá de coisas, já…
Clichê, ainda.
Ingênua, bipolar, neo-romântica.
E cheia de manias
Eu sempre quis ser uma daquelas atrizes clássicas…

Dindinha Nine – Batizado do Matheus:




TATUAGENS NÃO MUDAM, JÁ EU…


No trabalho e no estágio, ela viverá escondida,
jornalistas, professores, advogados, promotores, executivos,
arquitetos, modernetes e que tais se dizem descolados, mas não é bem assim…

Esta, primeira que fiz, depois de MUITO pensar, resolvi matar a tarde em que deveria estar com o nariz enfiado num livro de PROCESSO CIVIL, peguei na mão da melhor amiga e me rendi as agulhadas. Não foi fruto de um belo convencimento, porque só depois de pronta avisei a minha mãe, que também tem uma, mas arrependeu-se do seu surto de modernismo!
Tatuagem é desenho que sela histórias, e lá vai o desenho na pele!

Me divirto quando vejo a cara das pessoas quando descobrem a minha. Parece que é hipnótico. Ninguém tira o olho.

-Imagina a advogada de terno tem um desenho…

As maldosas perguntam o que é.
As medrosas e menos audaciosas invejam.
Os discretos fingem que não estavam olhando.

E me pergunto: o que pensam os não-tatuados dos tatuados?

Pensam que tivemos um passado de esbórnia?
Pensam que usamos drogas?
Os recrutadores de RH já desconsideram nosso nome para as vagas em banking.

É tão engraçado, não? E não tem explicação.

Dizem alguns que é bonito.
Outros adoram as agulhadas.
Outros detestam, acham feio.
Outros se arrependeram.

Eu se fosse a Débora Seco, não tirava o FALCÃO do pé. Faria uma piada com a frase de amor.
E não apagaria por nada!

Toda vez que vejo a minha tatuagem, lembro da minha infância, parece que foi ontem, que eu estava ali de uniforme azul, que se danem os meus testes psicológicos! Eu vou estar na casa
dos 60 com os mesmos fortes traços de infantilidade, desenhando botões coloridos!
É como se os 4 anos sem meu pai por perto nunca tivessem acontecido. Foi ontem, que ele pegou a mala, entortou a boca e disse pra eu ser forte. Essa síndrome de Peter Pan nem me incomoda mais. Eu gosto de ver o mundo com a SENSIBILIDADE DE UMA CRIANÇA!

Lembrança da época boa que estava vivendo na faculdade quando a fiz, das pessoas que me ajudaram a cuidar dela, da cara de susto dos professores e amigos, do extinto e falecido namorado que queria pagá-la pra mim como presente do dia dos namorados, mas eu não aceitei, a tatuagem era MINHA, paguei com moedas, notas economizadas e suadas.

É tão bacana que ela guarde lembranças, tempos, idéias, outras pessoas dentro de mim.

Outras pessoas que eu fui – e ainda sou.
Tatuagens não mudam,
Já eu…

“Talvez o tempo não cure as feridas de jeito nenhum, talvez essa seja a maior mentira de todas. Em vez disso, o que acontece é que cada ferida penetra mais e mais fundo no corpo até que um dia você descobre que a própria geografia dos seus ossos – os traços do seu rosto, a forma dos seus quadris, o ângulo dos seus ombros, e também o brilho dos seus olhos, a textura da sua pele, a franqueza do seu sorriso – sucumbiu sob o peso das mágoas.”

[a distância entre nós – thrity umrigar.]

“Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões, é que se ama verdadeiramente. Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil. É porque eu não quis o amor solene, sem compreender que a solenidade ritualiza a incompreensão e a transforma em oferenda. E é também porque sempre fui de brigar muito, meu modo é brigando. É porque sempre tento chegar pelo meu modo. É porque ainda não sei ceder. É porque no fundo eu quero amar o que eu amaria – e não o que é. É porque ainda não sou eu mesma, e então o castigo é amar um mundo que não é ele. É também porque eu me ofendo à toa. É porque talvez eu precise que me digam com brutalidade, pois sou muito teimosa.”

[Felicidade Clandestina.]

Tia Nine Canguru

Cooking!!!


sexta feira a noite, e eu na cozinha, quem diria hein? Lá vai, receitinha de frango com molho de vinho pro almoço de sábado:

Tipo de Culinária: França
Categoria: Pratos Principais
Subcategorias: Aves
Rendimento: 10 porções

Ingredientes

1 kg de frango inteiro em pedaços médios
quanto baste de sal
quanto baste de pimenta-do-reino branca
1 1/2 xícara(s) (chá) de vinho tinto
1 unidade(s) de cebola em rodelas
1 dente(s) de alho picado(s)ver vídeo
1 unidade(s) de cenoura em rodelas
1 talo(s) de salsão picado(s)
quanto baste de salsinha
quanto baste de tomilho
quanto baste de louro
2 colher(es) (sopa) de Azeite
100 gr de bacon Sadia picado(s)
2 colher(es) (sopa) de farinha de trigo
1 xícara(s) (chá) de caldo de frango
150 gr de champignon fresco
20 unidade(s) de cebolinhas em conserva
quanto baste de glutamato monossódico

Modo de preparo

Faça um amarrado de louro, salsinha e tomilho. Reserve este bouquet garni.

Tempere os pedaços de frango com Aji-no-moto, sal e pimenta. Reserve.

Em um refratário coloque o vinho, a cebola, o alho, o salsão, o bouquet garni e o azeite. Tampe e leve ao microondas na potência alta por 5 minutos.

Espere esfriar e despeje essa mistura sobre o frango temperado. Deixe marinarver vídeo coberto com filme plástico, de um dia para outro na geladeira.
Retire o frango do tempero e coe a marinada. Reserve.


Coloque o bacon em um refratário e o leve ao microondas por 3 a 4 minutos na potência alta. Escorra o excesso de gordura.

Adicione o frango sobre o bacon e junte a farinha dissolvida no caldo de frangover vídeo e na marinada coada. Tampe e leve ao microondas por 15 minutos na potência alta. Na metade do tempo, inverta a posição dos pedaços de frango.
Acrescente os champignons e as cebolinhas, tampe novamente e cozinhe por mais 8 a 10 minutos na potência alta. Sirva quente.

Obs: Ficou meio salgadinho, aí cozinhei mais um pouco com umas batatas,virou tipo ensopado de frango com legumes e vinho, enfim nota:4 – Não gostei de jeito nenhum do sabor do tomilho, é bem parecido com alecrim e eu não gosto de jeito nenhum de alecrim em tempero, acho que ele só serve pra chá! Já a pimenta-do-reino-branca foi uma descoberta sensacional! É ótima para temperar e não é ardida! Quase matei minha avó com pressão alta com meu Coq au vin, portanto cuidado com o sal, pois quando a carne fica marinando absorve o sal todo. E quando se trata de sal, antes faltar do que sobrar é mais fácil colocar sal na receita do que tentar salvar a receita salina!

O Coq au vin não foi muito aclamado não, tive que ajeitar a receita e quando se conserta muito, o negócio perde o glamour e eu perdi minha credibilidade como cozinheira! Temperei o franguinho com mão pesada! Mas não foi tudo um desastre, aprendi a segunda receita de sobremesa mais sensacional do universo! Em primeiro lugar meu voto vai pra Mousse de maracujá, é sempre lindo, gostoso fácil e agrada todo mundo. Mas agora eu aprendi o BRIGADEIRÃO! Já fiz um namorado (EX) vir de Petrópolis até aqui trazendo uma bandeja de brigadeirão pra mim, mas se eu tivesse tido vergonha na cara antes e tivesse visto o quanto a receita é fácil, teria poupado-o da trabalheira. Lindo, gostoso é fácil (o brigadeirão, não o ex de petrópolis), mas não vou passar a receita não! Porque esse segredinho vai ser meu!

SWEET CHILD

Tô um caco! No momento tô tentando voltar a rotina depois de 6 dias passeando com a irmã de 5 anos, fazendo mamadeira, acordando cedo, dormindo muito tarde e atravessando a rua de mão dada. Inventei de levar pra Poços de Caldas, para passar uns dias das férias comigo, foi lindo sensacional, eu me diverti mais do que ela na piscina de bolinhas do Shoping e no Cinema assistindo Shereck 3.


Mas essa história de ser mãe cansa sabia? Parquinho, desenho, quebra-cabelças, Polly, pijama, tosse, xarope, cobertor, frio, calor, vento, danoninho, banho, cocô, chupeta… afe. E como é lindo o raciocínio linear de uma criança fazendo as perguntas básicas do “Por que o céu é azul? Por que chove? Pra que serve a cenoura?”. Oras, a cenoura serve muito mais do que para o crescimento das unhas e de um cabelo bonito. A chuva ocorre porcausa de uma série de fenômenos e transformações físicas que talvez você não entenda agora meu bem. Mas por fim minha querida irmã fez eu me encantar mais uma vez com a simplicidade das coisas e do raciocínio de uma criança. Inteligência que chega ao nível 1, tudo bem que algumas crianças nunca passam disso, mas estas não merecem meu precioso tempo. Ou merecem? Nunca pensei que ia me preocupar de ouvir uma coisinha daquele tamanho tossindo! Perdi o sono de preocupação, doida com medo de uma pneumonia, a responsabilidade é grande demais, mas não maior que o amor porque não existe sensação melhor no universo que a de ninar uma criança nos braços…so tired, mas feliz muito feliz!

E por falar em brilho, eu também já fui estrela. Durante certo tempo foi bom ser uma estrela. Até que suguem toda tua luz é bom ser estrela. E como estrelas não choram, eu preferi ser gente.”

Em caso de despressurização

15 jul

Eu estava dentro de um avião, prestes a decolar, e pela milionésima vez na vida escutava a orientação da comissária: “Em caso de despressurização da cabine, máscaras cairão automaticamente à sua frente. Coloque primeiro a sua e só então auxilie quem estiver ao seu lado.” E a imagem no monitor mostrava justamente isso, uma mãe colocando a máscara no filho pequeno, estando ela já com a dela.
É uma imagem um pouco aflitiva, porque a tendência de todas as mães é primeiro salvar o filho e depois pensar em si mesma. Um instinto natural da fêmea que há em nós. Mas a orientação dentro dos aviões tem lógica: como poderíamos ajudar quem quer que seja estando desmaiadas, sufocadas, despressurizadas?
Isso vem ao encontro de algo que sempre defendi, por mais que pareça egoísmo: se quer colaborar com o mundo, comece por você.
Tem gente à beça fazendo discurso pela ordem e reclamando em nome dos outros, mas mantém a própria vida desarrumada. Trabalham naquilo que não gostam, não se esforçam para manter uma relação de amor prazerosa, não cuidam da própria saúde, não se interessam por cultura e informação e estão mais propensos a rosnar do que a aprender. Com a cabeça assim minada, vão passar que tipo de tranqüilidade adiante? Que espécie de exemplo? E vão reivindicar o quê?
Quer uma cidade mais limpa, comece pelo seu quarto, seu banheiro e seu jardim.
Quer mais justiça social, respeite os direitos da empregada que trabalha na sua casa.
Um trânsito menos violento, é simples: avalie como você mesmo dirige.
E uma vida melhor para todos? Pô, ajudaria bastante pôr um sorriso nesse rosto, encontrar soluções viáveis para seus problemas, dar uma melhorada em você mesmo. Parece simplório, mas é apenas simples. Não sei se esse é o tal “segredo” que andou circulando pelos cinemas e sendo publicado em livro, mas o fato é que dar um jeito em si mesmo já é uma boa contribuição para salvar o mundo, essa missão heróica e tão bem intencionada.
Claro que não é preciso estar com a vida ganha para ser solidário. A experiência mostra que as pessoas que mais se sensibilizam com os dilemas alheios são aquelas que ainda têm muito a resolver na sua vida pessoal. Por outro lado, elas não praguejam, não gastam seu latim à toa: agem. A generosidade é seu oxigênio.
Tudo o que nos acontece é responsabilidade nossa, tanto a parte boa quanto a parte ruim da nossa história, salvo fatalidades do destino e abandonos sociais. E, mesmo entre os menos afortunados, há os que viram o jogo, ao contrário daqueles que apenas viram uns chatos. Portanto, fazer nossa parte é o mínimo que se espera.
Antes de falar mal da “Caras”, pense se você mesmo não anda fazendo muita fofoca. Coloque sua camiseta pró-ecologia, mas antes lembre-se de não jogar lixo na rua e nem de usar o carro desnecessariamente. Reduza o desperdício na sua casa.
Uma coisa está relacionada com a outra: você e o universo. Quer mesmo salvá-lo? Analise seu próprio comportamento. Não se sinta culpado por pensar em si próprio. Cuide do seu espírito, do seu humor. Arrume seu cotidiano. Agora sim, estando quite consigo mesmo, vá em frente e mostre aos outros como se faz.

Texto by: Martha Medeiros

eu sou

30 jun

Eu sou os livros que leio, os lugares que conheço, as pessoas que
amo. Eu sou as orações que faço, as cartas que recebo, os sonhos que
tenho. Eu sou as as pessoas que perdi, as
dificuldades que superei. Eu sou as coisas que descobri, as lições que
aprendi, os amigos que encontrei. Eu sou os pedaços de mim que levaram,
os pedaços de alguns que ficaram, as memórias que trago. Eu sou as
cores que gosto, os perfumes que uso, as músicas que ouço. Eu sou os
beijos que dei, sou aquilo que deixei e aquilo que escolhi. Eu sou cada
sorriso que abri, cada lágrima que caiu, cada vez que menti. Eu sou
cada um dos meus erros, cada perdão que não soube dar, cada palavra que
calei. Eu sou cada conquista alcançada, cada emoção controlada, cada
laço que criei. Eu sou cada promessa cumprida, cada calúnia sofrida, a
indiferença que se formou. Eu sou o braço que poucas vezes torceu, a
mão que muitas outras se estendeu, a boca que não se calou. Eu sou as
lembranças que tenho, os objetivos que traço, as mudanças que sofrerei.
Eu sou a infância que tive, sou a fé que carrego e o destino que
reinventei.”

ONDE A BONECA PENSA QUE VAI?
VOU PARA O PAGODE “BEU PEIM”

Não espere o músculo, a piada, o botão

18 jun

Ontem, mais uma vez, esperei horas e você não veio. Hoje, passei a manhã inteira irritada por causa disso. Aí, você me chega depois do almoço, sem a menor explicação, como se isso fosse normal. Eu cheia de coisas para fazer e você querendo me levar para tomar um café. Está querendo acabar comigo, é isso?

Uma amiga minha me abriu os olhos: nós dois estamos vivendo uma relação doentia. Eu estou me sujeitando aos seus horários e você está desrespeitando os limites. Não é porque eu vou para a cama com você que eu deixei de chefiar o órgão onde você exerce a sua função.

Você tem faltado muito e estou cansada disso. Quando não falta, demora para chegar e vem disperso, agitado, não ajudando em nada. Eu preciso de você tranqüilo, cumprindo seu dever, todos os dias, oito horas por dia, igual a todo mundo. Ou não posso garantir o bom funcionamento da nossa unidade.

Sono, sinceramente, qualquer probleminha que surge, você some. Tudo serve de desculpa para você não aparecer: uma conta para pagar, uma viagem de negócios, um caso de doença na família. Por mais que eu não queira te prejudicar, não posso agüentar um sono assim, tão inconstante.

A partir desta noite, não quero mais nenhuma irregularidade sua. Não estou exigindo que você seja perfeito, mas, na próxima vez que eu tiver de remediar alguma ausência de sua parte, vou tomar medidas extremamente fortes. E não me importam as reações. Desejo uma convivência leve e sadia entre nós, mas prefiro ter você sempre pesado do que sofrer as conseqüências da atual situação.

Não posso entender por que você mudou tanto. Lembro das agradáveis noites que passamos juntos – você eventualmente profundo, muitas vezes superficial, mas sempre presente em minha vida. Mesmo durante o dia, você dava um jeito de estar ao meu lado quando eu ficava deprimida, de cuidar de mim quando eu ficava com febre, de aliviar meu stress quando eu trabalhava demais.

Agora, quase nunca posso contar com você. Você só aparece quando bem quer e quando eu menos preciso: num cinema, numa festa, num restaurante. Sua presença, antes tão gratificante, ultimamente só serve para me atrapalhar. Você jamais consegue estar comigo nas horas importantes, tem sempre algo complicado impedindo-o de chegar; mas sei de outras mulheres que dormem com você sem a menor dificuldade. Liguei para uma colega minha, noite dessas, para reclamar de mais uma das suas fugidas, e ela teve o desplante de dizer que não podia falar comigo porque estava na cama com você.

Enfim, estou com olheiras, e é por sua culpa. Mas sei que necessito dos seus serviços, então lhe dou este ultimato. Ou você toma jeito e volta a me deixar em paz ou você afunda junto comigo.

fernanda young, revista claudia

Estamos, meu bem, por um triz.

18 jun

Hoje eu acordei e fiquei olhando pra tudo catatônica, um misto de susto com deslumbramento. Não preciso me preocupar com nada, nem preciso ser legal com ninguém que não estou a fim, mas lógico que estando na casinha da mamãe com mamys e vovó, sempre tenho vontade de ser legal com elas. Digo que não preciso ser legal com ninguém porque me lembro de quando acordava na época de república e era obrigada e ver pessoas que eu nem sempre estava a fim, acordar já era um tédio, encontrar gente pedindo pra deixar o dinheiro da água e do IPTU as 6:30 da manhã me deixavam com o dia azedo!
Agora me dou broncas, me odeio, me amo, faço as pazes comigo cantando alto no chuveiro que inunda a casa inteira.
Deixo a casa uma zona, daqui a pouco eu arrumo tudo minuciosamente, gasto as energias como um rato de academia, ganho em troca dores musculares e assisto um filme bem besta sem me preocupar com a opinião alheia. Aproveito ao máximo procrastinando, distraída de mim mesma, alugo um Truffaut, faço contas e balanço a cabeça inconformada. Prefiro não ligar o celular, a internet e nem espiar pela porta da frente. Me dou conta que foi difícil enterrar tantos mortos e tantas rotinas. Pelo menos agora eu sei que, quando uma coisa é boa, ela é boa mesmo.

É preciso guerra pra haver paz. Quem foi que disse isso mesmo? É bom estar de volta em casa!

all rights reserved ninenavarro

apague a luz e feche a porta

10 jun

Apaixonar-se é como entrar em um quarto escuro.
Perdemos a noção das coisas ao nosso redor. É algo que exige cuidado, um certo preparo.
É quando nossos sentidos ficam bagunçados, como se a visão de tudo o que havíamos presenciado até tal dia, caísse por terra.
Perdemos o senso de direção, não sabemos onde nos apoiar.

eu hoje vou mudar minha conduta
eu vou à luta, pois eu quero me aprumar
vou tratar você na força bruta
que é pra poder me reabilitar
pois esta vida não está sopa
e eu pergunto, com que roupa, com que roupa eu vou?

Com que roupa eu VOU? vou de coração de novo!

Que fique muito mal explicado!Não faço força pra ser entendido, quem faz sentido é soldado!

10 jun

Vou produzindo, produzindo, dando tudo o que puder sem parar.
Sou máquina que só pára (ou não) quando ouço a minha risada Preferida.
Vou vivendo, descobrindo, e explodindo esse coração que não se acredita no quanto tudo isso é mágico.

Sem vozes. Agora é só por telepatia

Dindinha Nine!

10 jun

VOU SER MADRINHA!!!!

Ó Senhor Jesus Cristo, que tomas as crianças nos braços de Tua misericórdia e as fazes membros vivos da Tua Igreja, concede graça, eu Te suplico, ao meu afilhado para que ele cresça na tua fé, obedeça à Tua palavra e persevere em Teu amor, a fim de que, fortalecido por teu Espírito Santo, possa resistir às tentações, vencer o mal, regozijar-se na vida que agora é, e habitar contigo na vida que há de vir, pelos teus méritos, ó misericordioso Salvador que com o Pai e o Espírito Santo, vives e reinas um só Deus, pelos séculos sem fim.
Amém.


O que é um sacramento?
“A Igreja nos ensina que os sacramentos são meios de graça, ou seja, são formas através das quais o amor salvador de Deus chega até nós. Aprendemos no antigo catecismo da IEAB a definição de sacramento: “sacramento é um sinal externo visível de uma graça interna espiritual.” Isto pressupõe que um sacramento é dividido em duas partes. A primeira vem da primeira metade da definição acima. Um sinal é algo que aponta para algo que é maior que ele próprio. Por exemplo, uma placa, num poste, com a palavra escola, aponta para algo maior que a própria placa. A placa não é a escola, apenas indica que há uma escola nas proximidades. Continuemos. Externo é algo que está fora de nós ou de nosso corpo. Por exemplo, existem remédios de uso interno, como xaropes e comprimidos e há remédios de uso externo, como pomadas e colírios. Finalmente, visível é algo que podemos enxergar. Desse modo, a primeira parte da definição de sacramento é caracterizada pelo uso de gestos e elementos concretos que sentimos e enxergamos e que apontam para uma realidade maior. A Segunda parte do sacramento, às vezes, é mais difícil de ser percebida.
O Batismo
Toda sociedade ou organização tem algum rito de iniciação pelo qual aqueles que vão tornar-se membros dela são introduzidos no grupo e recebem os direitos e privilégios que lhes cabem como membros. Assim é que a Igreja cristã tem a sua iniciação para os que se tornam membros dela.

Mas esse rito cristão é muito diferente da iniciação em alguma sociedade meramente humana. É também entrada no Corpo místico de Cristo, onde a Sua redenção é conhecida e Sua graça dada. O Livro de Oração Comum, pág. 163: Ensina que por meio do Santo Batismo: “nascemos espiritualmente, passamos a pertencer à Comunidade dos Fiéis e somos feitos para sempre filhos de Deus e discípulos de Cristo.”

O Santo Batismo marca nosso ingresso na família da Igreja, uma vez que já somos parte de uma família humana. Ele é o início de nossa vida na fé. Deus através Dele nos recebe e como Ele não age sozinho, os pais, padrinhos e toda a congregação, pelo poder do Espírito santo assumem o cuidado pelo nosso crescimento espiritual.

Então, de fato, começamos a receber a Graça de Deus sobre nós. Jesus mesmo considerou importante que Ele também recebesse o Batismo pela água. A água é um sinal externo que simboliza que nossos pecados foram todos lavados por nosso Salvador. Ela também representa o toque do Espírito Santo nos abençoando com a Vida Nova, da mesma forma que ocorreu no Batismo de Jesus. O Batismo marca assim, o nascimento para a vida eterna, que começa nessa vida terrena. Com o Batismo, começamos a entender e compreender o que significa sermos amados por Deus.

O Batismo é um começo
O Batismo não fará muita diferença se não houver uma dedicação posterior, tanto da parte dos pais e dos padrinhos até à maturidade da criança, como, mais tarde, do próprio batizando. Lembremos que é muito difícil participar de uma família e receber os benefícios daí advindos, se não houver contato com os outros membros. Por isso, é importante que o batizado cresça dentro do ambiente cristão, o que inclui naturalmente o convívio na Igreja, para que possa entender o significado do plano de Salvação que Deus tem para todos nós. É praticamente impossível que uma criança se torne um verdadeiro cristão se o pai e a mãe não praticam a fé. A fé dos pais e padrinhos é, portanto, crucial com relação ao Batismo.

Por Que Batizamos Crianças?
Para nós, há vários argumentos sólidos que justificam o Batismo de crianças, entre os quais mencionaremos os seguintes:

As Crianças e o Pacto do Velho Testamento
As crianças sempre fizeram parte integrante da família de Deus, tanto no Velho quanto no Novo testamento: “Essa é a aliança que estabelecerei entre mim e vós, e a tua descendência: todo macho entre vós será circuncidado. Circuncidareis a carne do vosso prepúcio: será isto por sinal de aliança entre mim e vós” ( Gn 17.10,11). “Porque a promessa é para vós e para vossos filhos” ( At 2.39). Se a Igreja, no Velho Testamento, admitiu crianças, não podemos excluí-las, no Novo Testamento, negando-lhes o Batismo.

O próprio Jesus instituiu o batismo, segundo Mateus, juntamente com seu “mandamento missionário” no Dia da Ascensão. Desde os primeiros dias do cristianismo, o batismo foi o passaporte para entrar na comunidade cristã; é um ato de iniciação. Jesus permitiu que João Batista o batizasse e assim iniciou sua missão. O batismo é a porta de entrada na Igreja, necessário para a salvação, pelo menos em desejo, e, também, para receber validamente os outros sacramentos.
A graça batismal é uma realidade rica que produz o nascimento para a Vida Nova, pelo qual o homem se torna filho adotivo do Pai, membro de Cristo, herdeiro do Reino de Deus, templo do Espírito Santo, incorpora o batizado à Igreja e redime do pecado original e de todos os pecados pessoais.

Preparação para receber o batismo

Os pais têm obrigação de cuidar que as crianças sejam batizadas logo nas primeiras semanas de vida. Toda comunidade deve oferecer uma oportunidade aos pais de preparação para o batismo de seus filhos, levando-se em conta a necessidade e as condições dos mesmos.
A preparação deve ser entendida como um conjunto de iniciativas que
promovam pais, padrinhos e batizandos adultos, não só com doutrinação, mas também com a inserção na vida comunitária.
A Igreja diz que por ser o batismo um sacramento que incorpora o batizando à comunidade, o ideal é que tanto a preparação quanto a celebração sejam feitos na comunidade onde os pais ou batizandos adultos moram ou freqüentam habitualmente.
A comunidade, e todos aqueles envolvidos no trabalho de evangelização, tem como função tornar os encontros e os aprendizados participativos, e fraternos e atualizados, que levam os participantes a uma comunhão pessoal com Jesus. É importante usar a sensibilidade e adequar o conteúdo ao participantes. Antes de qualquer coisa, é preciso que a comunidade mostre através de gestos concretos a ação de Deus e de vivenciar em sua própria vida e na comunidade esse amor.
Crianças com até 7 anos de idade não precisam de preparação, mas crianças maiores, adolescentes e adultos devem ser inseridos na comunidade para que aprendam a importância dos sacramentos e vivenciem Deus em seu coração e em sua vida.

A importância dos padrinhos

Os padrinhos tem como papel levar o afilhado à luz, encaminhá-lo na estrada de Jesus e mostrá-lo o valor da fé, do amor e da caridade. Comumente é convidado um casal, mas é possível que seja somente um padrinho ou uma madrinha.
O padrinho que aceitar a tarefa de encaminhar religiosamente o afilhado deve ter para si sua importância neste trabalho e deve fazê-lo de livre escolha.
A Igreja pede que o padrinho escolhido tenha completado 16 anos de idade, seja católico, crismado, já tenha feito a primeira comunhão, participe da comunidade e não seja pai ou mãe do batizando.

Como é a celebração

O batismo deve acontecer em uma missa solene e festiva, é mais um filho que está nos braços de Deus. Todos devem estar cientes da importância e do momento feliz ao estar recebendo este sacramento.
Em casos de doença, a Igreja permite que o batismo seja realizado na casa ou no hospital da criança. Dá-se preferência também que o sacramento seja celebrado aos domingos, o dia do Senhor.
Quando batizados ainda criança, devem ser encaminhados para seguir a primeira comunhão e a crisma. Quando adultos, devem ser preparados e receber de uma só vez os sacramentos de iniciação (batismo, crisma e eucaristia).
Os pais têm direito a uma certidão que comprove a sacramentação do batismo.

O Testemunho de Jesus Sobre as Crianças
Jesus disse que “das criança é o reino dos céus”. Quem tem o mais, tem o menos. Como privá-las do Batismo, se a elas pertence o reino dos céus?”

Vale ressaltar que as Igrejas Católica Romana, Presbiteriana, Metodista, Luterana e Ortodoxa, também administram o sacramento do Santo Batismo às crianças. A Igreja Anglicana reconhece como válido qualquer batismo com água, administrado em nome da Santíssima Trindade, conforme ensina o Evangelho (Mateus 28:19). Não pratica o rebatismo. Em caso de dúvida, a liturgia do Batismo possui uma fórmula para o Batismo condicional. Qualquer pessoa batizada pode participar da Santa Eucaristia e receber regularmente os elementos da santa comunhão, se para isso, se julgar digna diante de Deus.

BATIZADOS
Os Padrinhos
Na Igreja primitiva, a vida cristã era muito difícil e incerta. Havia perseguições aos cristãos, as guerras eram constantes e muitas pessoas morriam prematuramente. Sendo assim, havia a possibilidade de após a morte dos pais, a criança batizada ficar aos cuidados de uma família pagã. Para evitar isto, a Igreja passou a adotar padrinhos, e estes assumiam o papel de pais espirituais. O papel do padrinho é muito importan-te. Os deveres dos padrinhos são grandes e fazem parte do próprio ritual do batismo. Por isso, exige-se que os padrinhos sejam também batizados e que, recebam instrução sobre os deveres e responsabilidades que assumiram.

Sugestões para os Padrinhos

As sugestões que aqui fazemos a vo-cê poderão ser úteis no desempenho das suas responsabilidades:
1- Adquira sempre o hábito de orar por seu afilhado.
2- Cultive a amizade do seu afilhado. Multiplique os contatos proveitosos. Lembre-se dos seus aniversários de nascimento e batismo, enviando-lhe uma carta ou lhe oferecendo um presente adequado.
3- Quando seu afilhado já tiver idade suficiente, faça com que ele seja matriculado na Escola Dominical da Igreja e que a freqüente com a devida assiduidade.
4- Encoraje-o para que ele esteja sempre presente aos ofícios religiosos da Igreja.
5- Esforce-se para que ele possua a Bíblia e o Livro de Oração Comum e que os leia.
6- Esteja sempre que possível, em sua companhia durante os Ofícios Religiosos da Igreja.

Qual o sentido do uso da água, óleo e vela na celebração do santo Batismo?
“Qualquer pessoa que tenha participado de uma celebração do Santo batismo deve ter percebido o uso de elementos visíveis que tentam traduzir o profundo simbolismo da iniciação cristã marcada por esse sacramento. A água, o óleo e a vela (círio) são os sinais externos visíveis. A água simboliza a morte para o pecado e o ressurgir para uma nova vida. O óleo simboliza a unção (escolha) do Espírito Santo que nos consagra para essa nova vida. Por fim, a vela batismal simboliza a luz do Cristo ressurrecto e vitorioso que nos ilumina nos caminhos da vida.”

Fonte: http://www.portalangels.com/sacramentos.html

Também são meus afilhados de casório:

Padrinho e Madrinha:

Inspirador!Por que não eu?

31 maio

Há um mês mais ou menos, assisti ao filme “Julie&Julia” com a Meryl Strep, e confesso que me senti extremamente inspirada e decidida a me tornar uma unanimidade culinária!
Não que eu seja comestível, como diria Willy Wonka, porque isso já seria canibalismo! Hã!
Mas eu ADMIRO as pessoas que sabem cozinhar, fazer bolos, tortas e pães! E penso, por que não EU?

Morei 5 anos sozinha e todas as minhas experiências culinárias foram um fracasso!

Dentre elas eu consegui colocar fogo em chá, queimar nuggets no microondas, queimar várias formas, cebolas e panelas. Tirei uma Lazanha do forno e fui trabalhar, depois fui p aula de dança, cheguei em casa umas 8 da noite, e o forno ainda estava ligado!
Ou seja, quase incendiei a casa pela milésima vez! Grau piromaníaco ALTO!

E sempre que eu fazia algo na cozinha, este ALGO me dava tanto trabalho, que na hora de comer eu já estava sem vontade! E morando sozinha, eu não tinha o menor de ânimo de cozinhar, fazer um bolo, ou sobremesa.
Gosto de comer mas odeio engordar! Odeio adolescentes que passam a tarde toda comendo brigadeiro de panela! Acho um nojo! Portanto nunca fui do gênero gulosa, muito menos doceira! Então morando sozinha, pra que fazer um bolo? Pra que? Para aquelas companheiras gordas, celulitentas e sem classe com as quais eu tive o desprazer de conviver em república – algumas!

Salvo Laurinha e Giu, que foram as fofuras do meu heart- então, voltando, para que elas comessem tudo? Não que eu seja mão de vaca, mas não ia ficar de Tia Nastácia de gente que eu não gosto! Aprendi que a gente tem que cozinhar com amor, para as pessoas que a gente ama! Outras coisa que aprendi: que você não pode ter medo de sujar ou bagunçar a cozinha! No FEAR! Não ter medo de enfiar a mão na massa e estragar a francesinha! – essa parte é trash!- Ter os utensílios e acessórios certos – uma colher de silicone e uma batedeira boa, fazem milagres!- Aprendi a seguir a receita à risca, não adianta a receita mandar colocar 200 gr e eu medir mais ou menos duas xícaras – um copinho de medida também é sensacional, a melhor coisa das lojinhas de R$ 1,99!

E por fim aprendi a não temer os fracassos e críticas!

Sempre achei lindo pessoas que levam pratos chiquérrimos em festas, que sabem fazer coisas diferentes e o prato preferido do namorado! Achava lindo, mas não morria de inveja não! Simplesmente achava lindo e admirava, mas achava um saco sujar a cozinha e ter que lavar a louça depois, normalmente com receitas que não davam certo!

Então não tinha o famoso saco e adorava ser a modernosa prática! Mas quando vi a Julie do filme dizendo que adorava chegar em casa e ver a liga que a manteiga dava a massa, que isto a reconfortava depois de um dia estressante, pensei: Por que não?

Ela ainda fazia jantarzinhos para os amigos, e tinha o ego inflado pelos elogios, pensei pela segunda vez: Por que não?

E a Julia, sendo desafiada na aula pelos Chefs, e ela se esforçava para ser a melhor, pensei pela terceira vez: Por que não?
E por fim, minha avó me deu um lindo livro de receitas, com folhas com cheiro de chocolate, pronto!

Encontrei a resposta para aos meus Porquês! BORA LÁ e mãos a obra! A primeira receita de todos os testes foi a torta de limão da HELLEN! Depois do almoço, ela serviu a sobremesa, e eu sou encantada por esta torta acho chiquérrima! Comi comi comi e pedi a receita! YES! Mamãe foi ao supermercado comprar os ingredientes para mim – esta parte do trauma ainda preciso superar, odeio com todas as forças ir ao supermercado!

Qualquer receita, mando a lista dos ingredientes para alguém comprá-los pra mim- Supermercado e a fila do supermercado e a conta, me dão urticária cerebral! JURO! me dá um mau humor inexplicável, e também odeio carregar sacolas! – vai entender, cada louco com sua mania! Ou você goSta de carregar aquele monte de sacolas de supermercado pesadas, cortando os seus dedos e prendendo a cirulação?
Eu sinceramente odeio!

Mas sinto enorme prazer em receber as sacolas em casa, colocá-las em cima da mesa e ir tirando tudo de dentro e colocando em seus devidos lugares, tudo bem arrumadinho e bonitinho, por ordem de tamanho, cor, -até vir algum filhodaputa e bagunçar tudo o armário!-

Seja o armário de quem for! Eu guardo as coisas, arrumo tudo. Ás vezes alguém me pede pra guardar um creme de leite no armário, eu já abro o armário e vou juntado todas as latinhas de um lado, as caixinhas de outro, saquinhos abertos dentro de uma caixa, fechados com prendedor de roupa! -é sério!
Meu caso é mais grave do que você pensa!
Odeio armários bagunçados! Odeio Odeio!
Quantos ODEIO já escrevi neste post? Não que eu seja uma pessoa que ODEIE muitas coisas, eu sou apenas exigente, nos mínimos detalhes. E não que eu seja chata, quando não dá pra eu sair arrumando um armário, eu fico sofrendo, ms fico quieta e guardo meu Transtorno Obsessivo Compulsivo só pra mim! Mas então, tudo isso pra falar que minha mãe foi ao supermercado pra mim. -ok.-

Daí voltando a minha lista de: EU APRENDI, aprendi que eu fico super feliz com acessórios culinários!
Fôrmas que saem o fundo, colheres de formatos , cores, tamanhos e funções diferentes -colher, tô falando de COLHER!- fôrminhas de empadinha, gordinhas, magrinhas, altinhas, saquinhos pra chantilly com desenhos, coisinhas – não sei o nome daquilo- seria forminha também, aquele negocinho que a gente enfia na massa com deseinho de estrelinha pra fazer biscoitinho desenhado?

Ah sei lá, só sei que estas últimas frases ficaram quase sexuais, dava pra ser um conto de experiência de uma visita ao sexy shop – mas não é!- São as minhas descobertas culinarísticas – neologismo! Que me deixam felicíssima!

Também aprendi que o R$ 1,99 pode ser uma maravilha para se fazer compras de utensílios de cozinha! A-D-O-R-O!

Depois desta minha paixão recente, ainda não fui a Tok Stok, já tô feliz com o one nine nine, imaginem-me na seção utensílios domésticos da Tok Stok

Mas então, materiais comprados pela mamãe e uma fôrma que sai o fundo doada pela vovó, batedeira, coisa de fazer suco -não sei o nome, daquelas que giram e se espreme a laranja, ou limão sabe?- liquidificador, forno e fogão, lá me fui a torta de limão!

Torta de Limão- Receita, fotos e passo a passo a seguir:
DICA: Podem fazer em casa tranquilos, se eu consegui, qualquer um consegue! Trabalhosa, porém rende muitos elogios!

Tipo de Culinária: França
Categoria: Doces
Subcategorias: Tortas doces
Rendimento: 16 porções
Se você é daquelas pessoas que quando vai ao restaurante não resiste à torta de limão, esta receita é para você. Com ela você vai poder preparar sua sobremesa favorita.

Ingredientes

Massa
1 pacote(s) de biscoito maisena triturado(s)
1/2 tablete(s) de manteiga

Recheio
2 lata(s) de leite condensado
2 caixinha(s) de creme de leite
1 copo(s) de suco de limão
1 envelope(s) de gelatina incolor sem sabor
1 xícara(s) (chá) de água
quanto baste de raspas de limão

Cobertura
4 unidade(s) de clara de ovo
100 gr de açúcar de confeiteiro

Modo de preparo

Massa

Triture o biscoito em liqüidificador até obter uma farofa fina e transfira para uma tigela.
Derreta a manteiga,despeje sobre a farofa de biscoito e misture bem.
Forre o fundo e laterais da fôrma redonda de fundo falso.Leve ao forno pré-aquecido, por 15 minutos e reserve.

Recheio
Polvilhe a gelatina na xícara com água e deixe por 5 minutos.
Depois, coloque em banho-maria para dissolver totalmente. Retire do fogo.
No liqüidificador,coloque todos ingredientes,com exceção das raspas de limão e bata muito bem.
Despeje essa mistura na fôrma com a massa pré-assada.
Polvilhe com a raspa de limão.

Leve à geladeira para endurecer levemente,por cerca de 2 horas, e desenforme em seguida. Cubra com a cobertura de merengue.

Cobertura

Em uma batedeira, coloque as claras de ovo e metade do açúcar de confeiteiro.
Bata bem para que as claras fiquem em neve
Coloque o restante do açúcar e bata por mais 2 minutos, para merengar.

e finalmente:

TCHA-RÃM:

FRANGO INDIANO

Que fiz no regabofe de confraternização das meninas do fórum!

DICA: O Gengibre é irresistível na minha vida, e comprovado cientificamente que acelera o metabolismo, queimando gorduras, eliminando toxinas e mantendo a jovialidade, mas exagerei um pouco, coloquei mais Gengibre do que mandava a receita, e deu queimação. E para as pessoas que tem pressão alta, no way, a comida é bem temperada, indicada para aqueles que gostam de comidas fortes, e temperos apimentados, afinal é à MODA INDIANA, e especiarias que dão um sabor todo especial e diferente, não poderiam faltar, então mão leve nos temperos ok?

Senão fica forte demais! Mas mesmo assim arranca elogios! Da próxima vez tentarei fazer a mesma receita só que ao invés de frango vou usar CAMARÃO. NHAM!

Frango à Moda Indiana
Tipo de Culinária: Índia
Categoria: Pratos Principais
Subcategorias: Aves
Rendimento: 6 porções

Ingredientes

1 kg de peito de frango desossado sem osso e sem pele
1 unidade de cebola picada
1 unidade de tomate picado,
6 unidade(s) de cravo-da-índia
1 unidade(s) de canela em pau
1 colher(es) (sobremesa) de gengibre ralado(s)
3 dente(s) de alho amassado(s)
1/2 copo(s) de iogurte natural
1 colher(es) (sopa) de curry em pó
1 vidro(s) de leite de coco pequeno(s)

Modo de preparo
Corte o frango em pedaçosver vídeo Tempere o frango com sal, alho e gengibre, deixando tomar gosto por 2 horas. Refogue a cebola e o tomate com 3 colheres (sopa) de óleo, adicionando o cravo e a canela.
Mexa bastante acrescentando os pedaços do frango deixando cozinhar sem colocar nenhuma água até que fique sequinho.
Bata ligeiramente, no liqüidificador, o leite de côco com o iogurte, acrescente o curry, juntando ao frango e deixando ferver.
Sirva bem quente com arroz branco salpicado com coentro ou salsinha picada.

Com um vinhozinho então nem se fala!!

Agora a receita da Sobremesa que acompanhou o frango, TORTA DE AMENDOIM:

Torta de Amendoim com Leite Condensado

Tipo de Culinária: Culinária Popular
Categoria: Doces
Subcategorias: Tortas doces
Rendimento: 6 porções

Ingredientes

1 lata(s) de leite condensado
100 gr de manteiga SEM SAL
2 pacote(s) de biscoito maisena
1 lata(s) de creme de leite
1 xícara(s) (chá) de açúcar
2 unidade(s) de gema de ovo
2 unidade(s) de clara de ovo em neve
1 colher(es) (café) de essência de baunilha
quanto baste de amendoim torrado(s)

Modo de preparo
Cozinhe o leite condensado na panela de pressão. Após começar sair pressão, marque 10 minutos e desligue.
Se cozinhar muito fica com consistência dura, difícil de colocar por cima da bolacha e adquire outro sabor.

Bata o açúcar com as gemas. Adicione as claras em neve a manteiga, e bata até obter uma mistura pastosa.
Retire da batedeira e acrescente o creme de leite e a baunilha, mexendo delicadamente. Numa travessa, coloque no fundo, com auxilio de ma concha, um pouco do creme

Em seguida, faça as camadas sucessivamente: bolacha, creme, bolacha e leite condensado cozido.

Por fim, polvilhe com o amendoim torrado sem casca e moído no liquidificador.

<a href="https://ninenavarro.files.wordpress.com/2010/05/101_0262.jpg"&gt;

FINALMENTE, TCHA-RÃM:

Agora, é só esperar os elogios, frango indiano + torta de amendoim

+ um vinhozinho de leve = SUCESSO GARANTIDO!!!

SUCESSO NA COZINHA PEOPLE!!!!

Começando a blogar do zero!

30 maio

Não sei porque eu consegui cultivar tanto amor por um blog, fazia os layout maravilhosos, passava madrugadas e mais madrugadas no photoshop arrumando as fotos p os layouts, lendo sites de tutorial, aprendendo sozinha e passando muita mas muita raiva com html, e procurando textos e fotos legais para ilustrarem meu blog. Gostaria de ainda tê-lo, mas não sei por qual razão o seu domínio desapareceu. Não tenhoa intenção de ser uma jornalista, ou ter posts polêmicos e estar entre os blogs mais visitados, muito menos copiar e colar textos e mais textos sem o menor sentido aqui. Mas ontem achei uns diários velhos da minha mãe, li algumas coisas e dei muita risada, então que este blog sirva ao menos para que eu possa lê-lo daqui alguns anos e dar umas boas risadas. No momento, formada, desempregada, morando com a mãe e a avó, os pais divorciados e o namorado morando em outra cidade.Tô ferrada? Não! Pelo contrário, estou vivendo a melhor fase da minha vida, lógico que algumas coisinhas poderiam ser melhores, mas Deus providenciará, tenho paciência, fé e tenho certeza de que serei recompensada por isto!Voltei ao blog, com intuito de preencher meu tempo, compartilhar pensamentos comigo mesma, mas de uma forma EXPRESSA e organizada, ver do que sou capaz, e me encantar e descobrir (talvez) alguma cosinha escondida lá no fundo, dentro de mim, nem eu mesma sei o que eu procuro, mas ei de achar! Espero que desta vez o domínio não me faça perder tempo, nem os meus textos. Por favor wordpressa seja legal, não me decepcione!

Beijos e voltei!

eu não sabia que eu era oblíqua

18 set

Tudo o que aprendi levou-me, passo a passo, a uma inabalável convicção sobre a existência de Deus. Eu só acredito naquilo que sei. E isso elimina a crença. Portanto, não baseio a Sua existência na crença … eu sei que Ele existe
( Frases e Pensamentos de CARL GUSTAV JUNG)

Hello world!

18 set

FORMEI, agora fudeu!

POSTS trazidos dos 5 anos de faculdade, começando, trazneod, Alô Câmbio desligo!

POSTADO EM

“Como irrritar seus pais…”

[1] siga-os por todo o lugar da casa.
[2] diga ”muu” quando te chamarem.
[3] finja q tem amnesia.
[4] fale com eles de costas.
[5] gire e fique tonto.
[6] corra pela casa com uma lampada nas mãos dizendo ”o sol!! esta morrendo!!”
[7] corra nas paredes.
[8] cante bem alto enquanto corre pela casa apenas com roupas intimas.
[9] tenha ataques nervosos involuntariamente.
[10] diga que vestir roupas é contra a sua religião.
[11] finja que é um adorador do demonio.
[12] fique na frente deles as 4 da manhã com um enorme sorriso e diga ”bom dia brilho do sol!
[13] tome folego bem alto quando estiver rindo e comece a rir ainda mais alto.
[14] corra em circulos.
[15] recite um filme inteiro 3 vezes.
[16] finja que lutou contra si mesmo e se derrotou.
[17] puxe um fio de cabelo de alguem e grite ”DNA!!”
[18] deslize por todo o lugar.
[19] vista uma camiseta que diz ”i’m retarded”
[20] vista suas calças na cabeça e a camiseta na cintura e diga que é um novo conceito de moda.
[21] tente arrumar outro jeito de beber algo de um copo.
[22] cole seu dedo no nariz com super-cola.
[23] fale com uma caneta.
[24] tenha amigos imaginarios e fale o tempo todo com eles.
[25] finja ser um indio.
[26] tente escalar a parede.
[27] abra a janela e faça um zumbido, fingindo ser um inseto.
[28] coma sorvete de casquinha, ponha a casquinha na testa e diga que é um lindo unicornio.
[29] faça oque eles te disserem.
[30] fique acendendo e apagando a luz por um tempo. depois diga ”aaah… entendi!”
[31] coma seu cabelo.
[32] coma coisas não comestiveis.
[33] fique pulando, tentando voar.
[34] diga que esta imitando seu cachorro e siga-o pela casa.
[35] segure as mãos deles e diga ”i see dead people…”
[36] quando tomar banho, grite ”estou me afogando!!”
[37] tente por a cabeça dentro de um aquario.
[38] perseguir uma cauda imaginaria.
[39] exija uma linha telefonica propria.
[40] grite ”mentira!” pra tudo oque eles disserem.
[41] finja que tem 346 anos.
[42] fique de cabeça pra baixo em seu closet.
[43] finja ser um telefone.
[44] tente nadar no chão.
[45] bata na porta deles a noite toda.
[46] finja que tem multiplas personalidades

Não basta ser namorado

Era uma vez um homem que tinha uma floricultura e, alguém que vivia por entre flores, só podia entender muito de amor.
Verdade, ele entendia!
Tinha histórias muito interessantes para contar.
Mas de todas as histórias que ele contava, tinha uma especial, que nós nunca nos esquecemos…
Vou contá-la para vocês exatamente como ele contava!

“O amor não precisa ser dito, ele é sentido; e quando sentido, é possível vê-lo; ele toma formas reais, deixa de ser abstrato.”

Naquela ocasião, pouco podíamos entender tais palavras, mas mesmo assim, dava vontade de ver o amor com nossos próprios olhos. E uma curiosidade de saber se ele era perfeito, se era bonito, se irradiava luminosidade…
Bem… mas vamos à história.

Era um dia dos namorados, quando um rapaz entrou correndo em sua loja e disse-lhe:
_Por favor, senhor, providencie-me um buquê de flores.
_E que tipo de flores você quer?
_Qualquer tipo. Só quero que seja algo que faça vista; pode ser o mais caro que o senhor tiver aí.
_Está certo. Então tome o cartãozinho para você escrever.
_Não tem necessidade, é para minha namorada. E como hoje é o dia dos namorados, ela saberá que é meu.
_Você que sabe, mas no seu lugar, eu escreveria.
_Não posso, estou com muita pressa!
_Vou levar meu carro para lavar.
Depois que o rapaz se foi, o senhor ficou ali a pensar como alguém poderia enviar flores sem escolhê-las, sem escrever um cartão com uma bonita dedicatória… mas, enfim preparou um bonito buquê e mandou para o tal endereço pensando… “Coitada dessa moça!”
Algumas horas depois, um outro rapaz entrou na sua loja.
_Senhor, por favor, eu quero mandar uma flor para alguém. Ela é muito especial, mas não tenho dinheiro suficiente para um buquê requintado; sendo assim, terá que ser somente uma rosa, mas faço questão que seja a mais linda que exista em sua floricultura.
_Pois bem, você quer escolhê-la ou prefere que eu escolha?
_Gostaria de escolher, mas aceito a sua sugestão, porque tenho certeza que o senhor entende bem disso.
_Será um prazer! É sua namorada, não?
_Não senhor… ainda não… mas isso não é importante; o importante é que eu a amo e acho que hoje é um bom dia para dizer isso a ela.
_Muito bem, concordo com você.
_Talvez eu devesse escolher um botão de rosa, não acha? Afinal, nosso amor ainda não floresceu.
_Muito bem pensado!
Naquele instante o senhor percebeu que o rapaz, assim como ele, entendia de amor e com certeza estava vivendo um doce amor…
_Por favor, faça o invólucro mais bonito que o senhor puder fazer enquanto escrevo o cartão.
“Meu amor, estou lhe mandando esse botão de rosa juntamente com meu carinho. A mim, não importa que você não me ame, porque apesar do meu amor ser solitário ele é verdadeiro e sendo verdadeiro, confio que um dia poderá viver acompanhado do seu. Não tenho pressa, amor de verdade não tem pressa, amor de verdade não escraviza, nem exige, apenas se importa em doar. Um feliz dia dos namorados ao lado de quem você amar. Um beijo!”
Depois que escreveu o cartão, o rapaz entregou ao senhor e disse-lhe:
_Leia, por favor, e me dê a sua opinião.
_Perfeito, gostei muito; só faltou um pequeno detalhe, você esqueceu de assiná-lo.
_Não esqueci, não… É que não é importante, por enquanto, que ela saiba quem sou eu. Nesse momento eu só pretendo que ela sinta que eu existo.
O senhor sorriu e disse-lhe:
_Muito bem, meu filho, torço por você!
Passaram-se os dias, os meses e um novo dia dos namorados chegou…
Por aquelas coincidências da vida, novamente o primeiro rapaz voltou à loja, e disse:
_Bom dia, senhor! Lembra-se de mim?
_Lembro, sim. E então, como vai o namoro?
_Ih… o senhor nem imagina! Depois daquele dia dos namorados do ano passado, ela terminou comigo e eu nunca entendi a razão; agora já estou namorando outra.
_Mas ela não lhe deu nenhuma explicação?
_Ah! Deu sim… uma explicação que eu nao entendi. Ela me disse que eu a estava perdendo por causa de um botão de rosa. O senhor entende, não é? Bobagens de mulher!
_Entendo sim… Quem nao entendeu foi você!

MORAL DA HISTÓRIA
Não adianta um casal apenas sorrir juntos; eles precisam sorrir das mesmas coisas.
Não adianta apenas caminhar juntos; tem que ser na mesma direção.
Não adianta apenas mandar flores; é crucial que elas cheguem ao seu destino com perfume.
Não adianta se fazer presente apenas de corpo; é de suma importância que a alma e o coração estejam presentes também.

NÃO BASTA SER NAMORADO É PRECISO ESTAR ENAMORADO!

CoIsAs GoStOsAs:
*Apaixonar-se e ser correspondido.
*Ligaçoes depois da meia noite que
duram mais.
*Receber um email de quem vc gosta e que
nao escreve nunca.
*Uma longaaaaaaaa conversa
*Achar uma nota de R$50,00 no bolso
do casaco do inverno passado.
*Rir sem motivo nenhum
*Ter alguem para dizer como vc é linda,
nem ki essi alguem seja a sua mãe.
*Acordar e descubrir que ainda pode
dormir por algumas horas
*Fazer novos amigos e gastar tempo
com os velhos.
*Ter alguem mexendo no seu cabelo. (Ahh é
muito bommmmmmmmmmmmm!)
*Fazer um belo bolo de chocolate e
rapar o caldo que ficou na panela.
*Ganhar dos amigos biscoito feito em casa.
*Segurar a mão de quem vc gosta.
*Emagrecer 3kg e saber que agora
pode comer chocolate!
*Tirar nota maxima na materia que
mais odeia…

Hoje eu não tõ a fim de fazer nenhum post bonitinho,com coisinha piscando rosinha ou meleca do gênero,não aconteceu
nada(de demais néh) pra me deixar assim,eu simplesmente fiquei assim,depois de uma aula da psicóloga,Aigh ninguém merece,e sei lá,acho que eu sou diferente mesmo de todo mundo,de todas meninas da minha sala,eu penso umas coisas tão diferentes,tenho uma visão tão divergente,em todos os sentidos,em tudo eu vejo o quanto eu sou diferente,mas não sei se isso é uma qualidade minha ou um grande defeito…como hj eu tô down,tô sentindo isso como um defeito sei lá,um impecilho na minha vida,e hoje o que eu mais queria ter era uma penseira ..são tantos pensamentos consufsos e distorcidos que chega a latejar minha cabeça..Aff..Muitas dúvidas,eru sempre fui bem sussegada a respeito desse negócio de faculdade,mas agora,contagem regressiva é como se minhas últimas oportunidades de ser feliz estivessem acabando,tô com muito medo,de não conseguir realizar meus sonhos,de não ter forças para lutar e correr atrás do que eu sempre quis,medo de me decepcionar,medo de decepcionar todo mundo que sempre botou fé em mim,medo de ser uma pessoa comum,medo de não conseguir levantar a cabeça de novo,esse negócio de responsabilidade e crescer e lutar..tah pesando eu nunca senti tanta pressão em cima de mim,eu mesma me cobro demais,tento esquecer um pouco relaxar,mas não consigo… é uma idéia fiXa que não sai da minha cabeça:”O que vai ser de mim??”em relação tb, a relacionamentos,não estou 100% feliz néh com um new boy,sinto que fico muito presa a coisas do passado,sinto falta de muitas coisas..eu tento entender que nada vai ser como era,nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia..mas eu sinto falta..de uma pessoa me idolatrando e pirando em cada vírgula minha,fisicamente e psicológicamente..tô com medo de sofrer de novo,tô com medo de não conseguir me entregar,Mesmo tudo estando encaminhado para um final feliz,eu sinto uma dor no peito,uma facada que me mata aos poucos…só meu travesseiro que guarda minhas lágrimas toda noite,sabe o tamanho da minha dor..My Pain…
RESUMINDO MEUS MOTIVOS:
*humor instável
*irritabilidade excessiva
*vontade xorá
*vontade fazê nada
*dor de cabeça
*recuperação e exame final nakela merda de matemática
*Num acredito ainda Ki eu Sou aDULTA??Num to preparada pra isso…faculdade,trabalho…sei lá o q..
*Why Me??
*me sentindo .feia
*gorda
*fdP
*KUH
*100% cartente
*100% inútil
*100% burra
*vestibular chegando e eu me ferrando
*brfoto fora do Ar
*dúvidas do que será de mim =[
*medo de decepcção
*medo de não ser correspondida amorosamente,ou de me iludir,ou de não ser nada como era antes
*saudades de muita coisa
*Aulas acabando e de qlq forma…uma fase acabando,e eu jah to com saudades dakela porra lá
*Kero kolo,kero xorá abraçadinha com alguém..
*Keru alguém ki me entenda
*E eu tenho uma professora PUTA ki não cuida nem da sua própria vida,fica intrometendo no meu namoro..FaLa SériO.
Ninguém mEreceeeeeeeee
Aff..Porque eu tenho que ficar pensando tanto nessas coisas néh??minha cabeça jah tah doendo..
eu me odeio…e estou num dia literalemente péssimo..
CONCLUSÃO DO DIA:EU NÃO FAÇO NADA CERTO..E ME ODEIO..

Hum,hoje meu pai me ligou,dá uma vontade chorá cada vez que ouço a voz dele,e sei que el tb sente isso cada vez que ouve a minha,eu sinto a voz dele saindo apertada da garganta,contendo o choro..eu o conheço bem,vivi 17 anos ao lado dele…por pior que el seja,sinto saudades até das implicações dele comigo,saudades de qdo eu acabava de limpar a cozinha e ele vinha fazer pipoca e deixava tudo engordurado e fedendo e eu brigava com ele,se ele prometesse que voltaria a ser tudo como era antes eu deixaria,ele fazer..quantas pipocas quisesse,saudades do todinho geladinho que ele fazia pra mim,era horrível…mas era ele que fazia,saudade de qdo ele vinha me dar um beijo de boa noite…saudade de quando eu briguei com meu primeiro namorado,cheguei em casa com a maquiagem toda escorrida de tanto chorar,e ele veio me pegar no colo,e me consolar,mesmo com suas palavras rudes e ignorantes,eu sinto saudade…e o que eu mais quero é esquecer tudo de mal que ele me fez,a mim e a minha mãe e guardar as boas lembranças.Mas tenho medo de m,e reaproximar dele e sofrer de novo,eu já o perdoei tantas vezes,na hora eu me sentia tão bem,mas depois ele me fazia sofrer tanto..Só quero eternizar as lembranças boas…viagens,festas,carinhos,todinhos,beijos de boa noite,aquela mão grossa e toda machucada de tanto trablahae..pra me dar uma vida agradável,tb foi a mão que me bateu,me deixou no chão..kero esquecer as coias ruins..medo de reatar meus laços com meU pai e sofrer mais..Uma história parecida com a minha,eu e meu pai..ele seria o Escorpião..pra pensar um pouco..

O Escorpião
Um mestre oriental que viu que um escorpião estava se afogando decidiu tirá-lo da agua, mas qdo o fez o escorpião o picou. Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo na agua e estava se afogando de novo. O mestre tentou tirá-lo novamente e novamente o animal o picou.Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse:
“Desculpa-me mas vc é teimoso! Não entende que todas as vezes que tentar tirá-lo da agua ele irá picá-lo?”
O mestre respondeu:
” A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha que é ajudar”.
Então, com a ajuda de uma folha o mestre tirou o escorpião da água e salvou sua vida.
Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal; apenas tome precauções.

Alguns perseguem a felicidade,outros a criam. Tens o presente sempre.
Simples, não crês?? Quando a vida te apresentar mil razões para chorar,
mostre-lhe que tens mil e uma razões pelas quais sorrir.

—–

SENTIR-SE AMADO
(Mário Quintana)

“O cara diz que te ama, então tá! Ele te ama.
Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado.
Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas.
Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de
quilômetros.
A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e palavras.
Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida,que
zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando
certo, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida
em você quando for preciso.
Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos
atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica
triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que
você está fazendo uma tempestade em copo d’água.
Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a
mágoa em munição na hora da discussão.
Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro.
Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que
tudo pode ser dito e compreendido.
Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar
um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito
tempo.
Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas
fala; quem não concorda, mas escuta.
Agora, sente-se e escute:
Eu te amo não diz tudo

—–

::Estilo, é não se deixar levar pelos modismos.
.::Estilo é seguir a sua própria personalidade
.::Estilo é não se importar com as críticas.
.::Estilo é não se deixar influenciar.
.::Estilo é assumir o que gosta sem ter medo de ser considerada antiquada ou cafona.
.::Estilo é não ter medo da opinião alheia.
.::Estilo é não achar que sua vida não faz diferença no universo.
.::Estilo é ser adolescente.
.::Estilo é viver intensamente.
.::Estilo é não ter medo do presente.
.::Estilo é ser o que é e não que acham ou o que sentem.
.::Estilo é não ter medo de ser chamada de louca.
.::Estilo é ser diferente.
.::Estilo é ser espontânea.
.: Assumo o que amo. Escrevo o que fica a me intrigar, me decepcionar.

—-

Uma garota diferente

Sozinha na rua
observo as pessoas
todas fúteis e iguais
fazendo sempre as mesmas coisas

Não quero essa vida
eu sou diferente!
prefiro viver sozinha
a ficar ao lado dessa gente

Minha vida é diferente…
tenho um diário negro
onde escrevo todos os meus segredos
converso com espíritos no meu quarto
que sabem tudo que eu faço

Encontro anjos negros
e neles todos eu ponho medo
encontro vampiros no meu quarto
querendo mudar o que eu faço

Tenho cabelos vermelhos
pinto minhas unhas de preto
meu olhar é fatal!
mas neles nao há nenhum mal…

Quem me conhece
sabe o que sou
quem me vê
me julga ser…
luciferiana ou satanista?
nao sou nenhum desses !
sou uma menina
uma bruxa vivida,uma boneca de luxo,um demonio em corpo de anjo..

—-

Mulheres

MULHERES COMPLICADAS ???
Se agente se insinua, é uma mulher atirada.
Se agente fica nervosa, ta dando uma de difícil.

Se agente aceita transar no inicio do relacionamento, é uma mulher facil.
Se agente nao quer ainda, ta fazendo cú doce.

Se poe limitações no namorado, é autoritaria.
Se concorda com o que ele diz, é uma lesa, sem opinião.

Se a mulher corre para matar uma barata, não é feminina.
Se corre de uma barata, é medrosa.

Se aceita tudo na cama, é vagabunda.
Se nao aceita, é fresca.

Se agente ganha menos que os homens, é para ser sustentada.
Se ganha mais, é para jogar na cara deles.

Se sai mais cedo do trabalho é folgada.
Se sai mais tarde, ta dando para o chefe.
Se faz hora extra, é gananciosa.

Se gosta de TV, é fútil.
Se gosta de livros, ta dando uma de intelectual.

Se agente se chateia com uma atitude dele, é mimada.
Se aceita tudo que ele faz, é submissa.

Se gosta de rock, é uma doida chapadeira.
Se gosta de musica romântica é brega.
Se gosta de musica eletronica é porra louca.

Se usa saia curta, é vulgar.
Se usa saia longa, é crente.

Se agente faz cena de ciúmes, é neurotica.
Se nao faz, não sabe defender seu amor.

E DEPOIS VEM DIZER QUE MULHER QUE É COMPLICADA !!!

—-

Farta de finais felizes…

Estou farta de final feliz
De gostar de quem não gosta de mim
De pintar a vida colorida quando tudo é preto e branco

Estou farta de correr contra o vento
E nadar contra a maré
De andar a pé
E de quem finge ser o que não é

Estou farta do sorriso rasgado
Da falsidade escancarada
E ter que deitar na lama para misturar sucesso com fracasso

Estou farta dos dias parados
Da música triste que toca nas rádios
Das tardes vazias de anoitecer sombrio

Estou é muito farta do início destas estórias pelo meio
E das estórias sem começo que não têm fim.

——

Linkin Park**Crawling

Composição: Bennington; Bourdon; Brad Delson; Farrell; Hahn; Mike Shinoda; Wakefield

Crawling in my skin,
These wounds they will not real,
Fear is how I fall,
Confusing what is real

There’s something inside me that pulls beneath the surface,
Consuming, confusing,
This lack of self control I fear is never ending,
Controlling
I can’t seem
To find myself again,
My walls are closing in,
(Without a sense of confidence,
I’m convinced that there’s just too much pressure to take)
I’ve felt this way before,
So insecure

Crawling in my skin,
These wounds they will not real,
Fear is how I fall,
Confusing what is real,

Discomfort endlessly has pulled itself upon me,
Distracting, reacting,
Against my will I stand beside my own reflection,
It’s haunting,
How I can’t seem,
To find myself again,
My walls are closing in,
(Without a sense of confidence,
I’m convinced that there’s just too much pressure to take)
I’ve felt this way before,
So insecure…

Crawling in my skin,
These wounds they will not heal,
Fear is how I fall,
Confusing what is real…(2x)

There’s something inside me that pulls beneath the surface,
Consuming,Confusing what is real…
This lack of self control I fear is never ending,
Controlling, Confusing what is real…

RASTEJANDO

[refrão]
rastejando por debaixo de minha pele
essas feridas não vão cicatrizar
com medo é como eu caio
confundindo o que é real

existe algo dentro de mim
que me puxa para baixo da superfície
consumindo, confundindo
essa falta de auto-controle
que eu temo ser infinita
controlando, eu pareço não conseguir

encontrar-me novamente
minhas paredes estão se fechando
[sem um senso de confiança estou convencido que é pressão demais para agüentar]
já me senti assim antes
tão inseguro

[refrão]

desconforto infinitamente
depositou-se em mim
distraindo, reagindo
contra minha vontade eu fico de pé
ao lado de meu reflexo
é assombroso como eu pareço não conseguir

encontrar-me novamente
minhas paredes estão se fechando
[sem um senso de confiança estou convencido que é pressão demais para agüentar]
já me senti assim antes
tão inseguro

——

The Reason (tradu??o)
by Hoobastank

I’m not a perfect person
Eu n?o sou uma pessoa perfeita
There’s many things I wish I didn’t do
Tem muitas coisas que eu n?o gostaria de ter feito

But I continue learning
Mas eu continuo aprendendo
I never meant to do those things to you
Eu nunca quis fazer aquelas coisas pra voc?
And so I have to say before I go
E entao eu tenho que dizer antes de ir
That I just want you to know
Que eu s? quero que voc? saiba

I’ve found a reason for me
Eu encontrei uma raz?o pra mim
To change who I used to be
Pra mudar quem eu costumava ser
A reason to start over new
Uma raz?o pra recome?ar
and the reason is you
e esta raz?o ? voc?

I’m sorry that I hurt you
Eu sinto muito se te magoei
It’s something I must live with everyday
? algo que preciso conviver todo dia
And all the pain I put you through
E toda dor pela qual te fiz passar
I wish that I could take it all away
Eu gostaria de poder tirar tudo
And be the one who catches all your tears
E ser o ?nico a pegar todas suas l?grimas
Thats why i need you to hear

I’ve found a reason for me
Eu encontrei uma raz?o pra mim
To change who I used to be
Pra mudar quem eu costumava ser
A reason to start over new
Uma raz?o pra recome?ar
and the reason is you (4X)
e esta raz?o ? voc?

——

Nasceste No Lar que precisavas…

Nasceste no lar que precisavas, Vestiste o corpo físico que merecias,
Moras onde melhor Deus te proporcionou,
De acordo com teu adiantamento.

Possuis os recursos financeiros coerentes
Com as tuas necessidades, nem mais,nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.

Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização.
Teus parentes, amigos são as almas que atraíste,com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle.

Tu escolhes,recolhes, eleges, atrais,
buscas, expulsas, modificas tudo
aquilo que te rodeia a existência.

Teus pensamentos e vontade são a chave de teus atos e atitudes…
São as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivência.
Não reclames nem te faças de vítima.
Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.

Reprograma tua meta,
Busca o bem e viverás melhor.
Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo,
Qualquer Um pode Começar agora e fazer um Novo Fim

—–

Amigos
Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade
que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que
permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto
o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem
morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem
todos os meus amigos !
Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e
o quanto minha vida depende de suas existências…
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes
dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.
Muitos deles estão ouvindo esta crônica e não sabem que estão
incluídos na sagrada relação de meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não
declare e não os procure.
E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de
como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu
equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu,
tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto
pela vida.
Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos
eles morrerem, eu desabo ! Por isso é que, sem que eles
saibam, eu rezo pela vida deles.
E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese,
dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu
egoísmo. Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns
deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me
alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando
daquele prazer…
Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa
da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo,
andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus
amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca
vão saber que são meus amigos !
A gente não faz amigos, reconhece-os.

Vinicius de Moraes

——–

ITS MY LIFE – BON JOVI

It’s my life
It’s now or never
Eu não serei apenas um rosto na multidão
Vocês vão ouvir minha voz
Quando eu gritar isso bem alto
É a minha vida
É agora ou nunca
Eu não vou viver para sempre
Quero apenas viver enquanto estiver vivo

(É a minha vida)
Meu coração é como uma estrada livre
Como Frankie disse “Eu tracei meu caminho”
Quero apenas viver enquanto estiver vivo

——

Just Like a Pill ( tradução )

Como uma pílula

Estou aqui no chão onde você me deixou
Acho que foi muito
Estou chorando aqui
O quê você fez?
Eu pensei que seria divertido
Nâo posso permanecer em sua suposta vida,há uma falha no interruptor
Não posso continuar em sua morfina,porque está me fazendo coçar
Eu disse que tentei chamar a enfermeira novamente mas ela estava sendo uma vadia
Acho que vou sair daqui
Quando eu conseguir correr tão rápido quanto eu puder
Para o meio do nada
Para o meio dos meus medos frustrados
E eu juro
Você é como uma pílula
Ao invés de me fazer melhorar,me mantém doente
Eu não tenho me mexido de onde você me deixou
Isto deve ser uma viagem ruim
Todas as outras pílulas eram diferentes
Talvez eu devesse pedir ajuda

—–

rustrações, decepções e euforias

Tenho grandes frustrações e decepções.
Tenho grandes euforias.
Amo e odeio apaixonadamente.
Uma vida intensa, difícil, saborosa!
Acho a vida uma grande aventura.

Espero que os idiotas me compreendam

—–

ÀS VEZES*

(Luiz Fernando Veríssimo)

“Às vezes as pessoas que amamos
nos magoam, e nada podemos fazer
senão continuar nossa jornada com
nosso coração machucado.
Às vezes nos falta esperança.
Às vezes o amor nos machuca
profundamente, e vamos nos
recuperando muito lentamente
dessa ferida tão dolorosa.
Às vezes perdemos nossa fé,
então descobrimos que precisamos
acreditar, tanto quanto precisamos
respirar…
É nossa razão de existir.
Às vezes estamos sem rumo,
mas alguém entra em nossa vida,
e se torna o nosso destino.
Às vezes estamos no meio de
centenas de pessoas,
e a solidão aperta nosso coração
pela falta de uma única pessoa.
Às vezes a dor nos faz chorar,
nos faz sofrer, nos faz querer parar
de viver, até que algo toque nosso
coração algo simples como
a beleza de um por do sol,
a magnitude de uma noite estrelada,
a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto, é a força da natureza nos chamando para a vida.
Você descobre que as pessoas que
pareciam ser sinceras e receberam
sua confiança, te traíram sem
qualquer piedade.
Você descobre que algumas pessoas
nunca disseram eu te amo, que outras disseram eu te amo uma única vez
e agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento
for sincero poderá ajudá-las a
reconstruir um coração quebrado.
Assim ao conhecer alguém não deixe de acreditar no amor, mas
certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que
dê valor aos mesmos sentimentos que você dá.
Certifique-se de que quando estão
juntos aquele abraço vale mais
que qualquer palavra.
Esteja aberto a algumas alterações,
mas cuidado pois se essa pessoa
te deixar, então nada irá lhe restar.
Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento,
manter um grande amor,
pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco,
pois em algum outro momento essa
pessoa irá te deixar e seu sofrimento
será ainda mais intenso do que
teria sido no passado.
Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes
isso é necessário existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo.
Não procure querer conhecer seu
futuro antes da hora, nem exagere
em seu sofrimento,
esperar é dar uma chance à vida para que ela coloque
a pessoa certa em seu caminho.
A tristeza pode ser intensa,
mas jamais será eterna.
A felicidade pode demorar a chegar, mas o
importante é que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem…”

—–

O melhor da vida é poder ser quem você é
Sem cobrança,
Sem mudança,
Sem erros ou acertos
Simplesmente vc, do seu jeito, sem medo.

O melhor da vida é ser aceito
da forma que se é,
com meu genio turbulento, meu jeitinho carente, manhoso, a espera de um carinho exagerado no transito do meio dia.
Simplesmente eu, do meu jeito, sem cobrança, sem espera de mudança.
Simplesmente aceita do jeito que sou

O melhor da vida é depois de tudo
saber que cada um é cada um e que defeitos todo mundo tem.
Você apenas escolhe com qual quer conviver,
O melhor da vida é saber que existe alguem
nesse mundo imenso que me aceita simplesmente do jeito que sou.

Me abraça, me aceita
Me aceita assim meu amor
Me abraça, me beija
Me aceita assim como eu sou
Me deixa ser o que for

—–

A gente

A gente tem um jogo, uma ginga
A gente enrola, desenrola, cruza se embrulha
E eu gosto quando você me atiça
E me enfeitiça com teus olhos faladores e sensuais
E teu sorriso fácil e malandro
A gente se esbalda um no outro
E se entrega, algo que não se vê
Mas eu sei e você sabe
Daquela lágrima escorrida na face
E que pode ser algo eterno sim, mas se não for
Aquele minuto ficou marcado no tempo
Na minha e na sua história
E a gente não nega se doar
A gente tem uma coisa,um colo
Uma mão mais macia, um carinho mais unico
A gente tem um beijo ensopado, calmo e com gosto
A gente tem um quê de igual em tudo
E por isso a gente ouve e diz qualquer coisa
E porque sou tua menina e você me toma
Do jeitinho que você gosta …
A gente tem um brilho que brilha mais
Sou eu, é você …

—-

Não vou falar da dor, que não existe mais
Não vou falar do amor, que a muito deixei pra traz,
Não vou falar do passado pois hoje vivo o presente,
Não vou falar do Canadá pois não vou com vc
Não vou falar de Dunas pois nossa paixão ficou pra traz
Não vou falar de vc pois não temos nada a ver.
Não vou falar dos amigos que a muito selecionei
Nem dos inimigos para quem sorrio todos os dias.
Não vou falar da morte que tanto me faz temer
Nem da sua ausência que causa dor em quem ficou

Prefiro não falar e deixar o sentimento passar….

——

Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo, e não consegue…
Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo…
Angústia é um nó bem apertado bem no meio do sossego…
Preocupação é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu sair do pensamento…

Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer, mas acha que deveria querer outra coisa…
Certeza é quando a idéia cansa de procurar e pára…
Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração…
Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma…

Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e pára…
Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros…
Culpa é quando você cisma que podia ser diferente, mas geralmente não podia…
Lucidez é um acesso de loucura ao contrário…

Razão é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o comando…
Vontade é um desejo que cisma que você é a casa dele…
Paixão é quando apesar da palavra “perigo”, o desejo chega e entra…
Amor é quando a paixão não tem outro compromisso marcado…

Não… amor é um exagero… também não. Um delírio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego?
Talvez porque não tenha sentido, talvez porque não tenha explicação…
Esse negócio de amor, eu não sei explicar não.

—-
Não espere o vento soprar na sua direção, nem corra atrás do vento.
A vida está dentro de você e viver este dia é o melhor que você pode fazer.
Não deixe alguém esperando pela sua palavra.
Abra o seu coração e olhe para a dor da humanidade.
Do seu lado pode estar alguém que sofre em silêncio.
Não se feche, nem retenha as coisas boas.
Solte, libere a sua melhor parte.
Há muitas mãos estendidas, há muitos rostos chorando,
há muitas vidas precisando de você.
Há dor no mundo!
Há fome!
Há luta!
Há dor sobretudo NA ALMA das pessoas.
Você pode, se você acha que pode.
Faça algo neste dia. . .
Pode ser que amanhã a sua palavra fique presa na garganta,
porque a morte se sobrepõe a vida.
Não retenha a sua fidelidade, o seu gesto de amor, a sua solidariedade,
a sua amizade, o seu melhor sentimento.
Não sabemos o que nos espera no próximo minuto.
Uma existência toda se esvai num segundo determinante.
Faça a sua parte no mundo.
Não silencie, não se omita.
Pode ter certeza algum coração neste momento bate por você,
uma alma ferida precisa das suas palavras, um amigo espera seu gesto,
um faminto espera o pão, um doente a cura,
alguém que você nem conhece deseja intensamente estar vivo e no seu lugar.
Deus habita no meio daquele que tem o maior sentimento do universo:
O AMOR.
Ama teu próximo – como a ti mesmo.”

——

AMAR É…

Olhar para dentro de si mesmo, e dizer:
Eu quero alguém para ser feliz…
É viver intensamente um grande amor.
É sonhar com uma gota de realidade,
e realizar uma gota desse sonho.
É estar presente até na ausência.
Amar é ter em quem pensar.
É razão que ninguém teria razão para nos tirar.
É ser só de alguém e nunca
deixar esse alguém só.
É pensar em você tão alto a
ponto de você escutar.
Amar é ir até a morte.
É acordar para a realidade do sonho.
É vencer através do silêncio.
É ser feliz até com um pouco quando,
muito não é bastante.
Amar é dar anistia ao seu coração.
É sonhar o sonho de quem sonha com você.
É sentir saudades.
É chegar perto na distância
Amar é a força da razão.
É quando os momentos são eternos.
Amar é ser adulto e se sentir criança.
É viver a vida em versos e ao inverso.
É a maior experiência na vida de um homem.
Mas acima de tudo,
Amar é crer em Deus porque Deus é amor.
E foi Deus quem trouxe você para mim.

[Paulo Fuentes]

—–
sem você,meus sonhos se transformaram em pesadelos,eu não nasci pra viver assim,sem colo,sem carinho,sem apelidinhos e cumplicidade,se eu pudesse voltar atrás,só um segundidnho,e dizer que você é minha vida,porque é você que deixa meu coração sublime,mas ao mesmo tempo,faz da minha vida,uma vida trivial,porque você que já foi tão capaz de me amar,me faz sofrer tanto assim..meu sentimento por você,é como se fosse,um mosntro adormecido dentro de mim que dorme com um olho aberto,e que acorda e que fenlouquece quando te vê,alarmando que o perigo está por perto,e talvez a minha felicidade esteja indo embora,como pode,como eu pude??afff..dor no peito,se eu pudesse me refazer,se eu pudesse voltar atrás,se eu pudesse nunca ter te conhecido,talvez seria melhor pra nós dois,não termos vivido nada disso,não termos feito nosso pacto de sangue,de amor,de vida e de morte,de futuro,passado e presente,nossas vidas entrelaçadas,nossos planos agora estão incopletos,nosso sonhos despedaçados.

é difícil,pegar agora cada pedaço de sonho que restou e tentar encaixá lo em uma nova realidade,
—–

Restos de SoNhos…

Putz…Andei pensando..E Me Liguei Que Carácaaa Eu penso Pra Caralho!!
E Sabe De Uma Coisa? Pensar é Foda! Porque Nao importa o quanto voce pense, Vc sempre vai chegar na mesma conclusao…Entao é normal Pensar coisas sem nexo…O que NAO é normal é vc parar pra pensar na vida dalguém. Mas Obrigada aos que pensam na minha…Eu sempre esqueço mesmo…. =)
Saudades..mais que dos beijos e abraços,companias e atitudes,saudades e sensações,toques e olhares…

olhares que me ganharam,sensações que me marcaram,toques que me acalmaram,

olhares que conseguiram partir meu coração,transformá lo em mil pedaços ensanguentados,

sensações que depois juntavam cada pedacinho dolorido,olhares que me ganharam e que por tanto tempo me enganaram…

—–

Crônicas de uma mulher bem resolvida

Dar não é fazer amor.
Dar é dar.
Fazer amor é lindo, é sublime, é encantador, é esplêndido.
Mas dar é bom pra cacete.
Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da nuca….
Te chama de nomes que eu não escreveria…
Não te vira com delicadeza…
Não sente vergonha de ritmos animais.
Dar é bom.
Melhor do que dar, só dar por dar.
Dar sem querer casar….
Sem querer apresentar pra mãe…
Sem querer dar o primeiro abraço no Ano Novo.
Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral…
Te amolece o gingado…
Te molha o instinto.
Dar porque a vida de uma publicitária em começo de carreira é estressante e dar relaxa.
Dar porque se você não der para ele hoje, vai dar amanhã, ou depois de amanhã.
Tem caras que você vai acabar dando, não tem jeito.
Dar sem esperar ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem esperar ouvir futuro.
Dar é bom, na hora.
Durante um mês.
Para as mais desavisadas, talvez anos.
Mas dar é dar demais e ficar vazia.
Dar é não ganhar.
É não ganhar um eu te amo baixinho perdido no meio do escuro.
É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te abduzir.
É não ter alguém pra querer casar, para apresentar pra mãe, pra dar primeiro abraço de Ano Novo e pra falar: “Que cê acha amor?”.
Dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito.
Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor.
Esse sim é o maior tesão.
Esse sim relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as crises e faz você flutuar o suficiente pra nem perceber Os problemas da vida

—–

Quem pode dizer
aonde vai a estrada ?
Para onde vão os dias ?
Só o tempo
quem pode dizer
se o seu amor crescerá
conforme seu coração quiser ?
Só o tempo
quem pode dizer
porque seu coração suspira
conforme seu coração flutua ?
Só o tempo
quem pode dizer
porque seu coração chora
quando seu amor mente
Só o tempo
quem pode dizer
quando os caminhos
se cruzam
que o amor deve estar
em seu coração ?
e quem pode dizer
quando o dia termina
se a noite guarda
todo o seu coração ?
se a noite guarda
todo o seu coração
quem pode dizer
se o seu amor crescerá
conforme seu coração quiser ?
Só o tempo
é quem pode dizer
aonde vai a estrada ?
Para onde vão os dias ?
Só o tempo
quem sabe – só o tempo

—-

Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda… Cecília Meireles

Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato…Ou toca, ou não toca. Clarice Lispector

O amor é uma companhia. Já não sei andar só pelos caminhos.
Fernando Pessoa

A quem sonha de dia e sonha de noite, sabendo todo sonho vão, mas sonha sempre, só para sentir-se vivendo e a ter coração.
Fernando Pessoa

Por mais que eu tente acreditar
Que dessa vez
Ao contrário das outras
Quando o céu escureceu
Venha dar brilho
O sol ao meu rosto
Haverá sempre em meu jardim
Aquela rosa vermelha murxa

Já tentei agoá-la
As minhas lágrimas que o digam
Adubei-a com sorrisos
Mas ela deve ter desconfiado
Da veracidade deles

Já faz tempo
Que aquele bichinho verde
Não pousa em meu jardim
Até já esqueci seu nome

—-
peace..Rest in peace

Hoje decidi, quero morrer. Não mais agüento essa vida injusta,
onde vivemos cercados de tristezas e ilusões, perdidos dentre
decisões de um efêmero presente. Mas por quê?! Será que sempre
depararemos com sofrimentos intensos de constantes
desilusões?! Agora chega, não agüento mais carregar esse
fardo; todos me abandonaram, meu coração está em pedaços e
minha vida não faz mais sentido. Rasgam os céus tristes pingos
de resignação, a escuridão encobre minhas esperanças e as
horas parecem sem fim.. Ah, como gostaria de ter-te agora ao
meu lado, simples palavras poderiam mudar o meu triste
destino. É manhã de primavera, mas continua escuro, os
pássaros não cantam e os riachos não correm, tudo está parado
a minha volta, enquanto o tempo me sufoca minhas lágrimas não
cessam e eu não paro de afundar. O céu continua a desabar,
inesperadamente abro a porta e ponho-me a correr, sem rumo,
sem sentidos… Embriago-me pela triste chuva de resignação
que insiste em me perseguir. De repente, chego à beira de um
abismo. É agora ou nunca! Abro os braços e, pela última vez,
derramo lágrimas por meu destino, sussuro um adeus tão
envolvente… sinto o vento cortar minha face como que num
chamado, para que eu vá a seu encontro. Adeus, ó mundo
injusto, parto agora para encontrar o tão almejado descanso.
Despenco, já sem sentidos, pensamentos ou emoções e, de
repente, tudo fica escuro e ouço um estrondo.Enfim,até que enfim,tudo acabou..

—-

POR QUE AS PESSOAS NÃO CONSEGUEM REALMENTE SE ENTREGAR NUMA RELAÇÃO?
(Sérgio Savian)

O medo do compromisso, que tanta gente sente, pode ser colocado ao lado de outros medos: da intimidade, do desconhecido ou mesmo da perda do controle. Mas uma coisa é certa: a dificuldade para se entregar está se tornando cada vez mais comum.
Tem aqueles que já vão logo avisando:
– Olha, eu vou ser sincero com você. Não estou preparado e não quero um namoro sério. Quero ficar livre e solto. Não prometo nada.
Pretendem estar sempre no controle, com sua vida dimensionada para que não aconteça nenhum imprevisto. Têm pavor de perder a sua individualidade. É bem provável que em alguma época de suas vidas aprenderam que estar íntimo de alguém poderia ser muito ameaçador. Por isso mesmo mantém a distância.
Do lado oposto existem pessoas que se atiram nos braços do outro como se ele fosse sua tábua de salvação:
– Você é demais, é tudo o que eu sempre quis. Faça de mim o que quiser!
Estes têm medo de estarem sozinhos. Sofrem com a ausência da outra pessoa, mas por serem grudentos como um chiclete, acabam sendo desagradáveis.
Um quer e o outro não quer. Um tem medo de perder e o outro se sente sufocado, um é dependente e o outro é independente. E o pior da história é que estes dois tipos tendem a se atrair mutuamente.
A saída para este desencontro só vai acontecer quando aquele que vive se declarando e implorando a presença do outro resolve mudar, indo para a sua própria dignidade. Tudo o que precisa é entrar em contato com a sua auto-estima e o auto-valor. Mas isto não basta. Para que uma relação se equilibre é preciso que o “durão” amoleça o seu coração, compreendendo o quanto precisa do amor, reconhecendo o seu lado sensível.
E o compromisso só acontece quando os dois envolvidos têm a consciência de que precisam mudar. Aí se tem alguma chance.

O QUE FAZ DE VOCÊ UMA PESSOA IRRESISTÍVEL?
(Sergio Savian)

Existem homens e mulheres que parecem ter nascido com um talento natural para seduzir, mas se você observá-los bem verá que eles dominam a comunicação, desmontando qualquer resistência das pessoas, fazendo-as cair a seus pés.
Quais são os segredos de personagens como Cleópatra, Don Juan, Casanova e muitos outros que ficaram famosos por suas habilidades na conquista?
Antes de tudo, entenda que a sedução é uma arte que depende basicamente da confiança em si mesmo. A partir de uma boa auto-estima, você fica à vontade para se aproximar de alguém, sente-se merecedor. É uma espécie de círculo virtuoso: você é ousado em suas investidas, gosta do jogo da sedução e assim é percebido como alguém agradável, que promete o prazer. E por isso você fica mais atraente.
O contrário disto é o círculo vicioso criado quando você é inseguro e se comporta como se tivesse o rabo entre as pernas. Isto faz com que os outros automaticamente o tratem com desprezo.
O caso deste rapaz me faz lembrar que praticamente metade das pessoas tem uma tendência a ser mais generosas na relação, enquanto que a outra metade tende a ser mais egoísta. Observa-se também que as primeiras tendem a se apaixonar pelas segundas e vice-versa.
São várias as atitudes que o tornam um anti-sedutor: falar demais, por exemplo, pegar no pé da outra pessoa, ser unha-de-fome, ser muito crítico ou moralista, tudo isso afasta as pessoas que o verão como alguém desagradável. Por isso, observe-se e tenha a humildade de fazer a auto-crítica sempre. Cuide bem de sua aparência física, trabalhe sua expressão corporal, faça tudo para se tornar apetitoso.
Além disto é fundamental que você seja um verdadeiro estudioso e pesquisador da pessoa que está paquerando. Você deve entender em que ponto ela está, quais são as suas necessidades e carências. Quanto mais compreender a psicologia do outro, mais condições você terá de oferecer-lhe o que está precisando.
E para finalizar esta reflexão, saiba escolher a pessoa certa para investir a sua atenção. Tem gente que é craque em desejar alguém que não está disponível, por exemplo. O ideal é que o seu alvo de conquista lhe desperte muita atração e ao mesmo tempo faça alguma resistência. Afinal de contas ninguém valoriza o que acontece sem esforço.

—–

Esparta

Relembrando Esparta e atenas..Ki tesaUmMMM Ki foi ganhar a dAnça MeU deUs dO céu,TeSaOoOo Dimais,Até hoje Num to kriditandU,aff,tah certo que poerdemos todos os jogos,e que nossos times em quadra são uma vergonha,mas tb,o que a gente ia ganhar,tirar a diferença da pontuação,era na natação,nas gincanas das crianças,atletismo,enfim,..mas choveu,ki saKo di cHUvaA..grr Ah MAs tefve boum demais,acho que eu fui a presidente mais sossegada de todos os tempos,o povo jogando e eu tava estou rando de dor de cabeça,deitei na arkibancada e fikei lá,as minininhas em roda de mim,brincando de passa anel,uHAuhUAh,Mas o que eu maiiisss kiria ganhar era a dança,porque pqp era uma coisa tb pessoal sabe,todo mundo sempre botava fé,na filha de num sei quem..porcausa disso e dakIlo(melhor não citar nomes néah?)mas enfim,falei..Eu posso tb!! fUi meti a cara e ganhei,nossa sonhei todas noites com a dança,xorei,ralei,fikei 15 dias sem comer sem dormir.emagreci 4 kg..AIII minha bunda tOU sem buNDaa…Sem perna tO seCaaa Affee :,( OdeIO IssO..Mas tuDo ValeU A Pena!!O melhor de tudo foi a homenagem depois,as presidentes lá na frente esperando resultado,(A carlinha minha prima do meu lado né)((AI foi Muito lindinhu,minha família toda com a blusa do ESPARTA..mamãe,o neto(padrastinhu),A carlinha(priminha),Cláudia(tia..))FoI LIndU O apoio de todo mundu!!MAs aee as presidentes lá na frente,qdo ve,vem um tokinho(larinha)com a ropinha de anjo,com um papelzinho na mão,vai lá pro meio da quadra e começa ler um treko,que eu nem entendi que era pra mim,só qdo ela falou parabéns Alaíne,aee vi akele monte de flor pra mim que eu me tokei..

ALAíNe

NãO importam Quão Grandes sejam os obstáculos que surgem na nossa vida.Não importam os fatos que surgem e tentam nos arrastar para o abismo.Não importa o que dizem de nós.Importa o que somos…a nossa verdadeira essência.

sorrindo semprecom educação e firmeza,você se mostrou uma Guerreira,um verdadeiro exemplo de espírito espartano.Parabéns Alaíne,Pela sua coragem,pela sua determinação,pela sua fé,e principalmente pela alegria que você nos dá! Te adoramos

Da mamãe e dos colegas do ESPARTA

Nossa,Meo depois disso xorei demais,pq todo mundo sabe como foi difícil pra mim,manter a cabeça erguida,e seguir em frente comandando 140pessoas..tudo na minha responsabilidade,eu ia ensaiar toda marcada((idiota do meu pai..Argh)aee toDu MUndU gritando Ela merece..na hora da homenagem,NòÒÒó todo Mundu do outro time fiKo de cara..MuitU BoUm Xorei PoKO né!!

AhãM aHãm Ahãm GanHamOs A DaNça…NossA Ki tudO..o que eu mais kiria ganhar meO Ki tesauM..Tb GanhamOs Mister e rAinha,Hãm Pra comemorar vou postar várias NINezinhas dançando…UAhuHA..Nine BaiLariNa!!PelO menos pra alguma coisa eu sirvo!!!UAhuHAuha….Várias Nines..depois as fotos!

coisas que você quer muito:

1.Uma Pantufa Nova..

2. Fazer minha tatu
3. Festa boa de novo
4. Muito bju
5. Segredo =X
6. Manter posição Always pop
7.Criar coragem pra voltar pra musculação

8. Ir pra maringá..passá na Uem..Altas festas com U Bigatu e o Lele
9. Ki meO Niver NuM seJa Uma Merda…Altos presentes e festa((só se for surpresa..UAhuHA))

8 coisas que você usa todos os dias:

1. Perfume
2. Brinco
3. Pulseira
4. internet
5. filtro solar
6. curvex e rímel
7.meia de bixinho
8. Toalha de banho ^>

7 coisas que te irritam:

1. impunidade
2. falta de educação
3. MeO pai
4. Quando o pc trava
5. Pagode
6. Cólikas
7. Ki me perguntem ki tinta que eu Uso!!grrrrrr

6 coisas que te fazem feliz:

1.receber elogios((Ah fala sério existe algo melhor??))
2. Ir Na ph comprar blusinhas du jeito que eu gostu
3. Bju gostoso…
4. Receber elogios…
5. Ganhar presente
6. receber elogios…UAHuHAuHA

7.Trident verde

8.usar pantufa

9.lençol limpinho e gostoso com muito edredon pra mimi

5 coisas que você faz todo dia:

1. Falo com o lele Msn
2. Tomo banho/escovo dente hehe!
3. Falo com o Biga Msn
4. Brigo c/ minha mãe
5. Atualizo meU br

6.Ouço musika

4 Filmes imperdíveis

1.Scooby doo
2. As patricinhas de beverly hills
3. Doce novembro
4. Olhos famintos

3 Assuntos q adoro:

1. Fofocas
2. Internet
3. musika

2 lugares prediletos:

1. Meu quarto
2. Na frente do meO pc

1 pessoa com quem você passaria o resto de sua vida:

1. Não apareceu ainda!

—-

RISCOS
Rir é correr o risco de parecer tolo.
Chorar é correr o risco de parecer sentimental. Estender a mão é correr o risco de se envolver. Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.
Defender seus sonhos e idéias diante da multidão é correr o risco de perder as pessoas.
Amar é correr o risco de não ser correspondido.
Viver é correr o risco de morrer.
Confiar é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o ri sco de fracassar.
Mas os riscos devem ser corridos, porque o maior perigo é não arriscar nada.
A pessoa que não corre nenhum risco não faz nada, não tem nada e não é nada.
Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões,mas elas não conseguem nada…
Não amam… não vivem…
Acorrentadas por suas atitudes, elas viram escravas, privam-se de sua liberdade.
Somente a pessoa que corre riscos é livre.
SEJA LIVRE


Goste de alguem que te ame, alguem que te espere, alguem que te compreenda mesmo nos momentos de loucura; de alguem que te ajude, que te guíe, que seja seu apoio, tua esperança, teu tudo.
Goste de alguem que nao te traia, que seja fiel, que sonhe contigo, que so pense em voce, que so pense no teu rosto, na tua delicadeza, no teu espírito e nao no teu corpo, nao nos teus bens..
Goste de alguem que te espere ate o final, de alguem que seja o que voce escolher. Goste de alguem que sofra junto contigo, que ría junto a ti, que limpe tuas lágrimas, que te abrigue quando
necessario, que fique feliz com tuas alegrías e que te dê forças depois de um fracaso.
Goste de alguem que volte pra conversar com voce depois das brigas, depois do desencontro, de alguem que caminhe junto a ti, que seja companheiro,
que respeite tuas fantasías, tuas ilusoes. Goste de alguem que te ame.
Nao goste apenas do AMOR, goste de alguem que sinta o mesmo se ntimento por voce, que goste realmente de voce. .
CUIDADOOOO!!!! POIS TEM UM MINININHO
QUE O NOME DELE E CUPIDO E ANDA fAZENDO COISAS POR AI…. UMA FRASE: “Voce precisa so de um minuto para reparar em alguem, uma hora para gostar, um dia para querer, mas precisa de uma vida inteira para conseguir esquecer…

—-

Céu pelo avesso

Foi longo tempo nessa terra
Que se passou diante as trevas
Já não havia mais o dia
Só uma luz radioativa
Que incendiava nossas almas

Numa pulsante dor macabra
Ao se apagar, foi despertar
Os anjos caídos atirados ao abismo
E na sede do teu ódio
Levantaram-se os inimigos

É Guerra Santa…

E quem virá nos salvar
Se eu pudesse ver
O que há do outro lado
Se eu pudesse tocar
O que não conheço
Se eu pudesse voar
Pelo espaço
Se eu pudesse tocar
O céu pelo avesso…

E nasce como dor pulsante
A nossa sede pelo sangue
As sete velas se apagaram
Foi pelo sopro do pecado
Anjos de luz e anjos negros
Se enfrentavam no deserto
O nosso tempo terminara

Ao se quebrar a última espada

E renasceu um novo tempo
E passaram anos
E completaram milênios

Homens se julgam sábios
Deixaram o céu pelo avesso
É Guerra Santa…

E quem virá nos salvar

——

Bom Dia!!!

Acorde e dê um belo sorriso para você mesmo.
Mas sorria com a alma, não apenas com os lábios.
Respire fundo e diga:
“Hoje meu dia vai ser diferente,
Será um dia de paz, harmonia e tranquilidade”.
Se mais alguém vive com você, olhe em seus olhos e de um…
“Bom Dia!!!!”
Mas não deixe esse “bom dia” ser apenas uma palavra simples, mecânica.
Coloque todos seus sentimentos nela.
Um Bom Dia, dito do fundo do coração
Pode modificar o dia de uma pessoa.
Experimente! Não custa nada!
Saia de casa e distribua “bom dia”.
Mas deseje mesmo que essa pessoa tenha um ótimo dia.
Ela vai sentir no tom da sua voz, no brilho de seus olhos,
Que esse é um “bom dia” diferente.
Se encontrar alguém cabisbaixo, triste, preocupado,
Mesmo que não o conheça,
Transmita através de seu “bom dia”, muito amor e carinho.
Uma simples palavra dita num tom verdadeiro faz a diferença.
Então sorria muito e distribua sorrisos de “Bom Dia”
Talvez você não veja o resultado na hora.
Mas com o passar dos dias, notará que mais gente ao seu redor
Estará distribuindo “bom dia” verdadeiro.
E toda vez que você acordar,
Vai ter a certeza absoluta,
Que o seu dia, vai sempre ser um “BOM DIA!!!”

——

Com os olhos nós…
Olhamos o corpo e cada detalhe do que o compõe
os pés, as coxas, os dedos, os lábios , os seios,….
Olhamos o mundo e sentimos
sede, fome, calor e sonho.

Têm olhares que nos acariciam.
Têm olhares que nos arrepiam.
Têm olhares que nos desperta desejo.
Têm olhares que nos seduz.
Têm olhares que nos devoram.
Têm olhares que nos machucam.
Olhar dói.
Olhando, imaginamos mistérios.
Olhar é fantasiar sobre aquilo que
está escondido atrás das coisas.
Quando olhamos
nós acordamos alegrias, tristezas,
saudades, amores, lembranças, fantasias
que dormem em nossos corações.
Os olhos têm raízes pelo corpo inteiro.
Com os ouvidos nós escutamos
o silêncio do mundo.
E dentro do silêncio moram
todos os sons: canto, choro, riso, gemidos, pedidos, sussurros.

Escutar é também um jeito de ver.
Quando nós escutamos,
imaginamos distâncias,
construímos histórias,
desvendamos nossas paisagens e segredos.
Os ouvidos têm raízes pelo corpo inteiro.

Com o nariz sentimos os cheiros
do mundo.
O odor do desejo
Sentimos o aroma que exala do corpo suado
Pedindo o que a alma entende.
Cheiros que passeiam pelos ares.
Pelo olfato damos sentido ao mundo.
O cheiro nos leva a sonhar com o mais longe.
O nariz tem raízes pelo corpo inteiro.

Com a boca sentimos o sabor
das coisas: o doce, o amargo,
o azedo, o suave, o forte.
Desvendamos gostos através do toque da língua.
Tais como, o sabor da sua língua, da sua pele, da sua boca…
Mas o sabor acorda a nossa memória.
O doce nos faz imaginar o amargo
e não deixa morrer o gosto da nossa
saudade.
A boca tem raízes pelo corpo inteiro.
Pela pele experimentamos as sensações
de calor, frio, dor, prazer.
Quando alguém especial nos olha
nós nos sentimos tocados
Se pegamos na mão da pessoa
amada, nosso coração dispara
e nosso corpo entra em festa.
Há sons que fazem arrepiar o
nosso corpo.
Há medos que nos fazem tremer.
A pele é raiz cobrindo o corpo inteiro

—-

Se essas paredes falassem,
se contassem cada vez,
que me vi de joelhos
na escuridão.
com medo de levantar,
e fitar na penumbra ,
meus olho no espelho
dizendo que não.

Não pode ser verdade
mas é tanta maldade
jogar na fogueira o meu coração
conseguir manter forças
pra calar essas bocas
e afastar os dedos de minha direção

Asas, fracas
não me deixam voar
e eu não me lembro de pedir
pra você ficar
e arrancar carne de meu peito com
tanto odio
e gritar, pra eu me excluir
de seu mundo

Já não sei mais
há quando tempo não
vejo o sol com meus proprios olhos
já não sei mais
se é por medo ou se
esqueci como olhar pra fora

Portas, frias, me deixam sem ar
E ninguem me ouvir bater
pra vir me ajudar
e eu não quero mais viver
com medo ou vergonha
de respirar e de existir
ou beijar seus labios

Se estas paredes falassem
Se contassem cada vez que sonhei viver em outro lugar
Onde Marte ama Marte e Venus pode passear de mãos dadas com
Venus sem se preocupar
Com o vento covarde que me deixa ate tarde
Com medo e sem saber se voce vai voltar…voltar
Sera que estou errado por querer estar ao teu lado
Em jardins onde as flores nao envenenam o ar?o ar?
—–

Com a benção de Terpsícore,Deusa Grega da dança

Conta-nos que após a derrota dos Titãs os deuses do Olimpo pediram a Zeus que criasse divindades capazes de celebrar condignamente a vitória. Zeus uniu-se então a Mnemósine em nove noites consecutivas de amor, e depois, ela pariu as nove musas.

As Musas eram deusas que personificavam e presidiam o pensamento em todas as suas formas. Cada musa protegia uma certa arte ou ciência. Viviam no Monte Olimpo com seu líder, o deus Apolo. Com ele permaneciam jovens e belas eternamente, e com ele aprenderam a cantar. Podiam ver o futuro, o que poucos deuses podiam fazer, tinham também o dom de banir toda tristeza e dor. As musas tinham vozes agradáveis e melódicas e freqüentemente cantavam em coro. Os primeiros escritores e artistas gregos pediam inspiração às musas antes de começar a trabalhar. Qualquer uma delas podia ser invocada, apesar de cada uma proteger uma arte ou ciência especial. Musa é uma palavra que vem do grego “mousa”; dela derivam museu que, originalmente significa “templo das musas”, e música que significa “arte das musas”.Seus nomes eram Clio, Euterpe, Tália, Melpômene, Terpsícore, Erato, Polímnia, Urânia e Calíope.

Calíope: considerada a chefe das musas, é a deusa da poesia épica. Algumas vezes é retratada carregando uma tábua de escrever. Calíope sabia tocar qualquer instrumento.

Clio: deusa da história, seu símbolo é um rolo de pergaminho e sempre carrega uma cesta com livros. É creditada a ela a introdução do alfabeto fenício na Grécia.

Erato: deusa da poesia de amor; seu símbolo é a lira.

Euterpe: deusa da música e da poesia lírica, seu símbolo é a flauta. Dizem que foi ela que inventou a flauta e outros instrumentos de sopro.

Melpômene: deusa da tragédia; seu símbolo, uma máscara trágica e usa botas como os antigos atores de dramas.

Polímnia: deusa da poesia sacra e dos hinos; seu símbolo é um véu e é sempre retratada com um semblante sério e pensativo.

Terpsícore: deusa da dança, seu símbolo é uma lira ou címbalos. Inventou a dança, usa uma coroa de louros e está sempre carregando um instrumento musical em suas mãos.

Thalia: deusa da comédia, seu símbolo é uma máscara cômica.

Urania: deusa da astronomia, seu símbolo, um globo e um par de compassos.
—-

Era estranho voltar aquele lugar depois de tanto tempo.
Estava tudo um pouco diferente mas, os pequenos detalhes continuavam os mesmos.
Aqueles amigos antigos, já não estavam mais lá, alguns poucos conhecidos sim. Aqueles mesmos que teimavam em crescer e a assumir responsabilidades, mas o tempo ensinaria a eles o melhor caminho a seguir.
Aquele lugar tinha cheiro de passado, e lembrei do primeiro dia de aula, a palavra inexperiência estava escrita, não só na minha cara, como na de todas as outras pessoas ao meu redor.
Lembrei daquele professor africano que virava a cabeça de todo o mundo, mas que tinha o olhar mais terno que já vi na vida.
Olhei para aquele cantinho em que, no auge do meu desespero e desabafo, chorei após apresentar a minha monografia de final de curso, enquanto esperava a nota sair, achando que não iria passar.
Tantos pequenos fatos que me fizeram crescer ao longo desses quatro anos.
Foi então que fui chamada de volta a realidade por uma voz conhecida, que falava o meu nome, e encontrei na figura de um professor o meu querido orientador, aquele mesmo que depositou em mim a confiança de que eu era capaz e me fez tirar uma nota satisfatória com a minha monografia.
E mais uma vez eu fui arremessada ao passado, eram tantas perguntas que era como se um filme passasse na minha cabeça, os meus colegas de curso, que hoje eram profissionais responsáveis.
Aquela amiga querida e maluca que hoje era mãe.
Uma outra, mais tranquila, que estava prestes a casar.
Todos estavam tocando as suas vidas.
Lembrei da festa de formatura em que eu, ao invés de rir, chorava dizendo que nós iríamos nos afastar, e eles me chamavam de boba, afirmando que não nos separaríamos nunca.
Hoje, nove meses depois, eu não encontrei com mais ninguém.
Todos estavam ocupados demais tocando as suas vidas. Casando, tendo filhos, arrumando emprego.
E eu?
Eu também estava tocando a minha vida, e neste momento esperava que desse a hora da minha entrevista de emprego começar, ali, naquele lugar que me rendeu tantas experiências.
Estranha esta situação, de construir o futuro nos alicerces do passado.
E enquanto eu esperava, me dei conta de que eu realmente fui uma boba achando que o tempo me separaria dos momentos que vivi ali e das pessoas que eu conheci.
Tudo estava muito vivo dentro de mim, e as minhas lembranças nem o tempo seria capaz de apagar.

—–
Beijo
bocas
que mutuamente
se inoculam
o veneno da paixão

teus braços reais
invandem meu sonho
quando adormecido
o idílico despertar
não me impede
do sonho continuar
na extensão imaginária
de teu corpo

Do prazer das coisas inúteis
nunca soube
para que serve
um poema
nem o amor

Fio de Ariadne

Tuas pernas
labirinto
: nelas me perdi

teu sexo
absinto
: em que me verti

(ali eu fui todo
bocas e líquidos)

teus seios
: o vale

(que o verso aqui se cale)

era o fio de Ariadne
(teu coração
exsudava uma corrente indômita
que me arrastou)
e me levou
a tua boca

eis ,enfim a saída,
e, mirando teus olhos,
(que me olhavam cândidos)
por fim sorri

Há que se perder
antes de se encontrar

(intessante:
os parênteses,
que quase nunca lemos,
dizem o mais importante)

——
“Tudo é uma questão de manter

A mente quieta

A espinha ereta

E o coração tranqüilo…”

—-

Quando ela dança
Se livra da máscara mundana,
Deixa para trás seus sapatos, seus compromissos e suas preocupações
Desliza para dentro do veludo e da exaltação
E deixa sua pele envolvê-la gentilmente,
Como uma luva sobre sua alma.

Quando ela dança
Fecha o exterior,
Abre o interior,
Remove tudo aquilo que é estático
E a dança simplesmente vem.

Quando ela dança
Ela viaja,
Volta para os penhascos de Malta ou Creta,
Para os anéis das pedras druidas,
Ou para a caravana que encontra uma caldeira,
Onde o círculo das irmãs que dançam
E o braço dos largos quadris da Terra
Embalam-na carinhosamente de volta para casa.

Quando ela dança,
Alimenta-se dos valores, guardados por séculos
Nas tumbas lacradas das sacerdotisas e rainhas.
Pois a ira e a majestade sensual e vibrante dessas mulheres deve vir à tona dentro dela,
Ela não sabe. Só sabe que se sente assim quando dança.

Quando ela dança, as vezes o passado se une ao futuro,
E tudo que importa é o momento presente, que parece abranger todos os tempos.
Cada passo torna-se uma rede, na qual captura sua vida,
E a ilumina para que os outros possam ver,
Depois a deixa ir, como um sonho.

É verdade que, geralmente, quando ela dança,
Ela mostra cada parte de sua história
Mas outras vezes, quando ela dança,
Sua história desaparece.
Ela é qualquer pessoa que queira ser quando dança.

Quando ela dança,
E os dias passam sem celebração,
Forma-se uma crosta,
Cresce uma aresta e
Ela fica impaciente com os outros e consigo mesma.
Mas quando ela dança novamente, volta para o templo.
A pressão volta ao normal e ela sorri.

Se olhar bem de perto é difícil dizer
Se ela é jovem, velha ou de meia idade.
Ela não tem uma idade específica,
Mas é a eterna donzela,
No corpo de uma mãe,
Com a alma de uma mulher sábia
E ela permitirá que você a veja por dentro
Quando ela dança.

—–

Sentiu?
-Senti.
-Viveu?
-Vivi.
-Então onde deixou meu coração?
-..

CONTO

Diz um Conto Chinês que um jovem foi visitar um sábio conselheiro e disse-lhe sobre as dúvidas que tinha a respeito de seus sentimentos por uma bela moça. O sábio escutou-o, olhou-o nos olhos e disse-lhe apenas uma coisa:
– Ame-a. E logo se calou.
Disse o rapaz:
– Mas, ainda tenho dúvidas…
– Ame-a, disse-lhe novamente o sábio.E, diante do desconserto do jovem, depois de um breve silêncio, disse-lhe oseguinte:
“Meu filho, amar é uma decisão, não um sentimento.
Amar é dedicação e entrega. Amar é um verbo e o fruto dessa ação é o amor. O amor é um exercício de jardinagem. Arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, regue e cuide. Esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excessos de chuvas, mas nem por isso abandone o seu jardim. Ame, ou seja, aceite, valorize, respei-te, dê afeto, ternura, admire e compreenda.
Simplesmente: Ame!!! ”

—-
Curriculum vitae

>”Eu já dei risada até a barriga doer, já nadei até
>perder o fôlego, já chorei até dormir e acordei com o
>rosto desfigurado. Já fiz cosquinha na minha irmã só
>pra ela parar de chorar, já me queimei brincando com
>vela. Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o
>rosto, já conversei com o espelho, e até já brinquei de
>ser bruxo. Já quis ser astronauta, violonista, mágico,
>caçador e trapezista. Já me escondi atrás da cortina e
>esqueci os pés pra fora. Já passei trote por telefone,
>já tomei banho de chuva e acabei me viciando. Já roubei
>beijo, Já fiz confissões antes de dormir num quarto
>escuro pro melhor amigo. Já confundi sentimentos,
>Peguei atalho errado e continuo andando pelo
>desconhecido.
>
>Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro, já me
>cortei fazendo a barba apressado, já chorei ouvindo
>música no ônibus. Já tentei esquecer algumas pessoas,
>mas descobri que essas são as mais dificeis de se
>esquecer. Já subi escondido no telhado pra tentar pegar
>estrelas, já subi em árvore pra roubar fruta, já caí da
>escada de bunda. Conheci a morte de perto, e agora
>anseio por viver cada dia.
>
>Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola, já
>chorei sentado no chão do banheiro, já fugi de casa pra
>sempre, e voltei no outro instante.
>
>Já saí pra caminhar sem rumo, sem nada na cabeça,
>ouvindo estrelas. Já corri pra não deixar alguém
>chorando, já fiquei sozinho no meio de mil pessoas
>sentindo falta de uma só.
>
>Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado, já me joguei
>na piscina sem vontade de voltar, já bebi uísque até
>sentir dormentes os meus lábios, já olhei a cidade de
>cima e mesmo assim não encontrei meu lugar.
>
>Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso, já quase
>morri de amor, mas renasci novamente pra ver o sorriso
>de alguém especial.
>
>Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de
>levantar. Já apostei em correr descalço na rua, já
>gritei de felicidade, já roubei rosas num enorme
>jardim. Já me apaixonei e achei que era para sempre,
>mas sempre era um “para sempre” pela metade.
>
>Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol,
>já chorei por ver amigos partindo, mas descobri que
>logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem
>razão. Foram tantas coisas feitas, momentos
>fotografados pelas lentes da emoção, guardados num baú,
>chamado coração.
>
>E agora um formulário me interroga, me encosta na
>parede e grita: “- Qual sua experiência?” Essa pergunta
>ecoa no meu cérebro: “- experiência…experiência…”
>Será que ser “plantador de sorrisos” é uma boa
>experiência? Não!!! Talvez eles não saibam ainda colher
>sonhos!”

——

VIVER NÃO DÓI ??

Definitivo, como tudo o que é simples. Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
Sofremos por quê?

Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido?

A resposta é simples como um verso: Se iludindo menos e vivendo mais!!!

A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.

(Carlos Drummond de Andrade)

——-
BELEZA É FUNDAMENTAL?
Cada vez que me lembro da famosa frase, cunhada e imortalizada por Vinícius de Morais, “As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental”, ponho-me a questionar até que ponto a beleza exterior continua sendo a principal chama da atração pessoal. Afinal de contas, existem muitas mulheres que, apesar de baixinhas, gordinhas ou magrelas, dentuças ou narigudas, são absurdamente sedutoras e irradiam um forte magnetismo.

Padrões sociais de beleza nem sempre combinam com a expressão individual e, por mais que a sociedade esteja massificada, por mais que certas pessoas afirmem que alguém é bonito, sempre haverá quem discorde. Afinal de contas, da mesma forma que a imagem pessoal é susceptível de despertar nas pessoas sentimentos contraditórios, a beleza também o é.

Você já se perguntou por que a mulher dita bonita e desejável deve ser aquela que se rotulou como tal? Mas, quem rotula? Profissionais da moda? Críticos de cinema? Quem?

A beleza… Você já questionou o que é realmente a beleza? Se ela é isso que estão lhe fazendo acreditar? Tenho certeza de que você já escutou alguém lhe dizer que a quer, que a adora, que a ama, que a deseja assim, exatamente como é. Por que, então, mudar? Por que pensar em fazer plástica, lipoaspiração ou sei lá mais o que?

Conheço mulheres que, alheias aos padrões convencionais de beleza, se tornaram apaixonantes, senhoras de si, e obtiveram grande sucesso em suas atividades. Então? O que determina a beleza ou uma boa imagem pessoal?

Se observarmos algumas modelos escolhidas como padrão de beleza, poderemos notar que nem sempre os seus traços fisionômicos são absolutamente corretos, ou o corpo perfeito ou proporcional. Contudo são verdadeiras Deusas. Mas, o que as torna verdadeiras Deusas? Provavelmente seja o fato de saberem abarcar a chamada beleza inteligente e produzir uma expressão, uma imagem, credibilidade sobre a sua figura. Neste último século, a moda e a publicidade ditaram as regras da beleza. Por sua vez, a nossa idéia de belo se alimentou do consumo dos produtos fabricados pela indústria da beleza.

A beleza sofre transformações, de quando em quando. Será que Cleópatra pode ser considerada bela na atualidade? E as musas de Botticelli, com suas madeixas douradas e padrão de beleza na época do Renascimento, são consideradas, hoje em dia, belas? Como são vistas hoje as rebuscadas figuras das musas teatrais do século 19 e as magras e minimalistas top models da década de 90 do século 20? São belas?

Na antiga literatura chinesa, as chamadas mulheres bonitas pareciam magras e frágeis. Seus pés eram minúsculos, porque eles eram moldados. Assim, elas aparentavam uma fraqueza, quase que doentia. Esta era a preferência daquela época. Posteriormente, na dinastia Tang, a mulher ideal era voluptuosa e com aparência saudável. Mesmo nos dias de hoje, muitas culturas consideram bela uma mulher rechonchuda, e as jovens são encorajadas a se alimentarem bastante. Isto pode soar inacreditável para as mulheres que vivem em sociedades onde as modelos altas e magras imperam como protótipos de beleza.

No Japão, a definição de beleza parece também mudar de acordo com a época. Durante o período Edo, as belas mulheres que eram mostradas nas xilogravuras, tinham longas faces, olhos finos e compridos e queixos protuberantes. Mas, após a Segunda Guerra Mundial, as mulheres que eram um tanto rechonchudas foram repentinamente consideradas atraentes. Isto, com certeza, nos leva a questionar as diferenças que existem nos padrões sociais em relação à beleza feminina.

Não precisamos ir muito longe, basta assistirmos a alguns filmes antigos. Veremos, por exemplo, que os padrões de beleza foram se sucedendo a cada década. As tendências de beleza de cada época acabam por aprisionar as mulheres que buscam equiparar os seus corpos aos vários modelos impostos pelos padrões da sociedade vigente. Sorry,mas eu amu makiagem amo andar sempre arrumadinha,sei que não tenho o biotipo digamos perfeito,sou magra(+ou -)mas tenho plena consciência da Minha enorrme altura (1,56..por aí..)mas eu adoro makiagem,andar arrumada..e coisa do gênero,não porque é regra de beleza,mas porque adoro ficar bem comigo mesma,boa estética me faz bem,mas não porque a ditadura da moda disse isso,mas porque eu goato disso..gosto de ficar bem comigo e ponto final..

“É duro ser bonita,os homens não gostarão de você se você não for,e as mulheres não gostaram de você se você for..”

——-

Se fosse para escrever daria um livro..
Se fosse para contar,daria um documentário..
Mas se fosse para sonhar,entraria em coma profundo(…)

—–

Se eu fosse…
Se eu fosse um mês, eu seria: Novembro
Se eu fosse um dia de semana: sábado
Se eu fosse uma hora do dia: 20:00
Se eu fosse um planeta: Mercúrio…VermeLio>.IguaL eU!
Se eu fosse uma direção: Pro lado que me desse vontade…
Se eu fosse um caminho: Coberto de folhas secas,num dia nem de chuva,nem de sol,mas com um pouco de neblina e vento
Se eu fosse um móvel: Cama
Se eu fosse um pecado: Vaidade
Se eu fosse um líquido: perfume
Se eu fosse uma pedra: seria uma pedra debaixo de uma casacata enorme..
Se eu fosse uma flor: lírio branco..
Se eu fosse um clima: Outono
Se eu fosse um instrumento musical: vioLino
Se eu fosse uma cor: rosa..dãN
Se eu fosse um bicho: coruja..
Se eu fosse um barulho:um berro estridente…UHAuhUAhA
Se eu fosse uma música: stripped I e II- Christina agUilera
Se eu fosse um livro, seria escrito por: jK rowlIng
Se eu fosse uma comida: CoxiNha de FrangO…UAhUHAuhA
Se eu fosse uma sobremesa: Musse de Maracujá
Se eu fosse um lugar: Um castelo na Grã Bretanha
Se eu fosse um gosto: apimentado
Se eu fosse um cheiro: inesquecível
Se eu fosse uma palavra:irresistível
Se eu fosse um objeto: caneta de Flu Flu
Se eu fosse uma parte do corpo: Olhos
Se eu fosse uma expressão facial: SorrisO
Se eu fosse uma matéria: Literatura
Se eu fosse um astro : NhãM estrela de 5 poNtaxxx
Se eu fosse um número:3
Se eu fosse uma cantora: Madonna
Se eu fosse um filme:Grande menina Pequena mulher

—-

Porque:

A inteligência sem amor te faz perverso.
A justiça sem amor te faz implacável.
A diplomacia sem amor te faz hipócrita.
O êxito sem amor te faz arrogante.
A riqueza sem amor te faz avarento.
A docilidade sem amor te faz servil.
A pobreza sem amor te faz orgulhoso.
A beleza sem amor te faz ridículo.
A autoridade sem amor te faz tirano.
O trabalho sem amor te faz escravo.
A simplicidade sem amor te deprecia.
A lei sem amor te escraviza.
A política sem amor te deixa egoísta.
A vida sem AMOR… não tem sentido

—-
Eu queria que chovesse…

Hoje eu queria que chovesse muito…
Que chovesse…chovesse…incessantemente…
E tudo se entristecesse: o céu, a terra, o mar…
E não houvesse alvorada, e não houvesse poente
e não fizesse sol…e nem mesmo luar…

Hoje eu queria que chovesse muito
e a terra toda se enchesse de densas neblinas,
e a terra toda se enchesse de estranhas sombras e véus…
Queria turvo o olhar alegre e transparente
das vidraças,
e turvo e triste o olhar sereno e azul dos céus!

Hoje eu queria que chovesse muito…
Que chovesse…chovesse e não parasse,
e na face de tudo que vivesse,
uma imensa tristeza se estampasse…
Hoje eu queria que o sol não nascesse,
e a noite, nem uma estrela brilhasse!

Hoje eu queria que chovesse muito…
(que bem que à alma da gente a chuva às vezes faz!)
E o dia se escurecesse, e a noite se nublasse,
e que tudo ao redor que vivesse ou passasse
fosse um gesto de paz…

Hoje eu queria que chovesse muito,
e que dentro da chuva tudo perdesse a cor,
assim, como estou por dentro,
para levar embora essa dor,
para você esquecer essa teimosa mágoa.
Como eu quisera ouvir distante
numa lata no quintal,
o barulho singelo e musical
de um pingo d’água!

Esses dias de sol me fazem mal e entontece,
e esta festa de luz e de cores, parece
que zomba da minha angústia
que sinto e você não vê…

Hoje eu queria que chovesse muito,
queria porque queria!
Toda hora, todo o dia…
Queria que a chuva levasse embora
essa saudade imensa que sinto de você!

—-

~ Cada vez que eu te vejo, encontro um detalhe novo, e gosto mais de você.
~ Cada vez que eu penso em você, te acho mais especial, e te quero mais perto.
~ Cada vez que eu falo com você, me encanto com o seu jeito, e sinto mais a sua falta.
~ Cada vez que você sorri, eu vejo meu futuro refletido, e sei que valeu a pena te esperar.
~ Cada vez que você me olha, eu me sinto iluminar por dentro, e percebo que você satisfaz minha alma.
~ Cada vez que eu durmo, desejo sonhar com você, e quando acordo, desejo te ter do meu lado.
~ Cada vez que você me beija, eu sei que o meu coração pára por um segundo, e entendo que você me completa.
~ Cada vez que você me abraça, eu percebo que você me faz feliz, e acredito que eu não preciso de mais ninguém.
~ Cada vez que você está longe de mim, eu sinto um buraco na minha alma e te quero de novo, porque você me completa